17 de jul de 2015

Empresa chinesa vendia mamão papaya mofado, com 6 anos de existência

Uma empresa em Ningbo, província de Zhejiang, foi multada em 1,4 milhões de yuan (cerca de 719 mil reais) por armazenar toneladas de produtos feitos de mamão papaya fora do prazo da validade.

Alguns produtos tinham entre cinco a seis anos, vencidos cerca de dois anos atrás.

Autoridades apreenderam 32,86 toneladas de pedaços de mamão mofados, armazenados em um frigorífico, em março, de acordo com informações da NetEase News – mas só agora as informações foram divulgadas.

“A empresa mantinha o armazenamento de produtos vencidos em frigoríficos por anos”, disseram os investigadores distritais de Jiangbei. “Desde antes de 2010, grandes quantidades de pedaços de mamão estão armazenados aqui”.

O registro das transações mostram que a empresa comprou um total de 84,23 toneladas de produtos de mamão da província de Hainan e Guangxi Zhuang, em 2010 e 2011 e os deixou armazenados em suas instalações desde então.

16 de jul de 2015

Assassina italiana usava os cadáveres de suas vítimas para fazer sabão e bolos

  • Se você pesquisar o nome de Leonarda Cianciulli no site do Museo Criminologico, de Roma, você conhecerá a mulher apelidada de “A Saboneteira de Correggio”.

Mas afinal de contas, o que seria tão sinistro em uma fabricante de sabão? Leonarda fabricou barras de sabonete e bolos a partir dos cadáveres de suas vítimas, dando os produtos a amigos e vizinhos.

Leonarda matou três mulheres entre 1939 e 1940. Seu motivo, aparentemente, era oriundo da superstição. Ela ficou aterrorizada por uma previsão de uma cartomante, que disse que todos os seus filhos morreriam. Aparentemente, esta profecia chegou perigosamente perto de ser verdade. Relatos dizem que ela ficou grávida 17 vezes, e 13 crianças morreram, incluindo três abortos.

De alguma forma, ela começou a acreditar que ela precisava realizar uma espécie de magia-negra, sacrificando outras almas como uma espécie de troca, para proteger seus filhos sobreviventes, incluindo Giuseppe, seu filho favorito, que tinha acabado de se juntar ao Exército da Itália.

De acordo com uma reportagem da BBC, Leonarda foi uma lojista bem requisitada na cidade de Correggio. Mas ela não podia resistir à tentação de realizar seu plano diabólico. Três clientes que também eram amigas de Leonarda caíram em sua armadilha; as mulheres foram drogadas e assassinadas com um machado. A primeira, Faustina Setti, acreditava que Leonarda tinha encontrado um marido. Mas isso não é tudo o que aconteceu, e temos as próprias palavras de Leonarda, em seu livro de memórias, intitulado “Confissões de uma Alma Amargurada”, revelando todos os detalhes:

14 de jul de 2015

O homem que degusta sons

James Wannerton, aos dez anos
Ketchup, presunto, elástico e torta de amêndoa são apenas quatro dos vários sabores que James Wannerton degustou durante nossa entrevista. Ele concordou em conceder a palavra porque meu nome, Kate, tem gosto de chocolate e, segundo ele, suas papilas gustativas o distrairiam durante boa parte de nossa conversa.

Wannerton tem um tipo raro de sinestesia conhecida como sinestesia léxico-gustativa, o que significa que sua audição e seu paladar não funcionam separados um do outro. Para Wannerton, cada palavra falada tem um sabor distinto. Embora esses sons não tenham uma ligação clara com seus respectivos gostos, os sabores são sempre os mesmos; a palavra "falar", por exemplo, tem gosto de bacon desde que Wannerton se entende por gente.

“Palavras e sons fazem 'ping, ping, ping’ na minha boca o tempo todo, como uma lâmpada piscando sem parar", explicou. “Alguns sabores vão embora rápido, mas outros podem durar por horas e me fazem desejar aquela comida específica; fico meio distraído até satisfazer a vontade.”

Wannerton acredita que já nasceu com a sinestesia, uma condição herdada de sua mãe, que vê "os dias da semana como cores". Em geral, a sinestesia não é tão rara; ela ocorre em quase 4% da população e costuma se manifestar como uma ligação entre letras e cores conhecida como sinestesia grafema-cor. Essa condição faz, por exemplo, que os afetados "saibam" com toda certeza que a letra "A" é vermelha. O tipo de sinestesia rara de Wannerton, porém, levou décadas para ser propriamente estudada.

13 de jul de 2015

Adolescente com Síndrome de Down acaba de conseguir um contrato de modelo

Madeline Stuart, a valente e inspiradora modelo adolescente com síndrome de Down, acaba de conseguir seu primeiro grande contrato como modelo: a Manifesta, uma marca americana de roupa esportiva feminina dirigida a mulheres de todos os tamanhos, formas e tipos, contratou Maddy como um de seus novos rostos. 

Parece que é uma grande ideia, já que ela decidiu ser modelo depois de perder 20 quilos para melhorar sua saúde. A Manifesta, por outro lado, é uma marca de roupa esportiva que busca criar e promover roupa para mulheres com todo tipo de corpos.

- "Com tudo o que está menina maravilhosa vem fazendo, querendo mudar o modo como as pessoas veem os afetados pela síndrome de Down, nos conquistou para que ela represente a nossa empresa", escreveu a companhia em seu blog. - "Assim como Madeline se dedica a expandir as ideias da moda sobre o que pode ser uma modelo, a Manifesta está determinada a mostrar que a roupa e a indústria da moda não tem que excluir, que esta marca pode valer para mulheres de todas as talhas".

Madeline Stuart trabalhou duro para conseguir atingir seu sonho, com ajuda de sua mãe que a apóia em todas as suas decisões.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails