16 de jul de 2016

Imagem torna-se viral pelo mundo ao mostrar “alma” saindo do corpo de acidentado

É possível que uma das maiores dúvidas sobre nossa existência nunca seja respondida: afinal, o que acontece conosco após a morte? A ciência está extremamente longe de entender isso e talvez nunca saibamos.  

Para quem acredita em vida após a morte, essa imagem pode apenas confirmar ainda mais suas suspeitas – mas, para os que não acreditam, trata-se apenas de mais uma fraude. Registrada por um caminhoneiro, Saul Vazquez, em Powell County, Kentucky, EUA, na noite de terça-feira passada, a imagem mostra o exato momento em que a “alma” de um homem, vítima de um acidente de moto, abandona seu corpo. É claro que a foto explodiu nas redes sociais e foi amplamente divulgada no Twitter e no Facebook.

15 de jul de 2016

Assustou público e júri com sua atuação: este é seu espetáculo

Até a data, a maioria de nossos vídeos dos shows e realities de talentos costumam se centrar em cantores, apresentações de dança ou truques de magia. Mais que nada, porque é bastante difícil que alguém possa nos surpreender com alguma outra habilidade. 

Hoje, para romper com tudo o que publicamos até agora, vamos compartilhar um vídeo do Got Talent britânico, com o qual o próprio Guilherme Tell teria sido obrigado a aposentar o arco.

Pondo em perigo sua vida, a de sua colega de cena e a de um dos membros do júri, Ben Blaque tem uma destreza insólita com a besta, tal e qual demonstrou durante sua audição no famoso programa de talentos.

Segundo ia avançando o número, Ben ia complicando ainda mais, até ao ponto de disparar uma flecha olhando o alvo de costas, através da câmera de seu celular. Mas o último número de sua exibição sem dúvida é o que vai te deixar sem ar, pois se guiando exclusivamente pelo som e com os olhos vendados, nosso arqueiro profissional disparará uma flecha que fará com que o teatro venha abaixo em aplausos de júbilo. Cardíacos, abstenham-se!

14 de jul de 2016

A história não contada do escravo que ensinou Jack Daniel como fazer uísque

Daniel e seus funcionários, no final do século 19, entre eles
um negro, um dos filhos de Nearis Green, bem à sua
direita imediata.
Um nítido contraste com fotos contemporâneas de
outras destilarias,
onde os empregados negros nunca apareceriam
em uma foto da empresa
O homem, que se tornou um dos destiladores mais reconhecidos dos Estados Unidos começou como um menino sem recursos no meio do sertão do estado americano do Tennessee. Embora seu nome seja universalmente conhecido em todo o mundo, a história de sua vida sempre foi envolta em mistério e lenda. 

A indústria, que ele ajudou a fundar, é hoje uma das maiores do país e uma das marcas americanas de nome mais popular de todos os tempos.

Ao comemorar seu aniversário de 150 anos, a famosa marca de uísque Jack Daniels optou por compartilhar uma parte de sua história que nunca foi contada antes. Até agora, a história da empresa se centrava na noção de que o reverenciado fundador Jack Daniel aprendeu a destilar seu agora famoso uísque com um pastor chamado Dan Call. Assim contam de forma quase poética quase todos os sites especializados em bebidas, mas os guias de turismo de Lynchburg, onde fica a destilaria da empresa no Tennessee, estão agora contando uma história diferente: Daniel aprendeu a destilar com Nearis Green, um escravo da propriedade de Dan Call.

13 de jul de 2016

Ruivos podem entrar em extinção por causa do aquecimento global, de acordo com cientistas

  • O gene responsável pela coloração vermelha do cabelo pode estar a caminho de enfrentar uma extinção.

Conforme reportado pelo jornal inglês The Independent, ele é pensado para surgir em razão do tempo nublado na Escócia, algo que o país está enfrentando cada vez menos. Logo, se as previsões do aumento de temperatura estiverem corretas, a mutação genética que produz cabelos ruivos e pele pálida pode regredir.

Segundo o Dr. Alistair Moffat, diretor da ScotlandsDNA da cidade de Galashiels, os cabelos vermelhos na Escócia, Irlanda e Norte da Inglaterra são uma adaptação ao clima. “Eu acho que a razão para a pele clara e cabelo vermelho é que nós não temos bastante Sol e nós temos que obter toda a vitamina D de qualquer forma”, disse. “Se o clima está mudando, tornando-se mais turvo ou menos turvo, então isso vai afetar o gene”. Segundo ele, neste cenário onde há mais Sol, haveriam menos pessoas transportando o gene, o que eventualmente poderia causar sua extinção.

Outro cientista, que não quis ser identificado devido à natureza teórica do trabalho, disse em entrevista à ScotlandNow: “Acho que o gene recessivo está morrendo lentamente. Com a mudança climática pode haver um declínio no número de pessoas com cabelo vermelho na Escócia, mas levariam muitas centenas de anos para que isso aconteça”.

12 de jul de 2016

Gêmeos idênticos não possuem o mesmo DNA, diz surpreendente estudo

Um estudo liderado pelo geneticista Carl Bruder, da Universidade do Alabama, nos EUA, revelou que o código genético de gêmeos idênticos não é exatamente igual, como se pensava anteriormente.

Comparando o DBA de 19 pares de gêmeos idênticos, Bruder e sua equipe surpreenderam-se ao encontrar diferenças que antes não eram conhecidas, como o número de cópias de alguns genes específicos entre os irmãos. O natural é que cada ser humano carregue duas cópias de cada gene, uma herdada da mãe e outra do pai. Porém, o que Bruder notou, é que os gêmeos, em algumas regiões do genoma, fogem à regra, tendo número diferentes desses genes, carregando de 0 até 14 cópias deles. Isso mostrou que os gêmeos apresentavam números diferentes um do outro.

O estudo genético de gêmeos é bastante frequente entre o meio científico, justamente para saber se há influência genética para o crescimento ao longo da vida, o aparecimento de doenças e condições específicas, a forma de se comportar, personalidade e transtornos. Com o estudo recente, a maioria das convicções podem mudar, revelando uma alternativa ao estudo das raízes genéticas e ambientais de algumas doenças e condições.

11 de jul de 2016

Estudo diz que homens que comem alho são mais atraentes para as mulheres

  • Ta solteiro, quer uma namorada? Coma alho...

As propriedades benéficas do alho são bem conhecidas popularmente. Por ser um alimento rico em nutrientes e antioxidantes, ele pode ajudar a diminuir o risco de doenças cardíacas, combater o envelhecimento, diminuir a coagulação sanguínea e muito mais. No entanto, a novidade agora é que ele também pode aumentar a atratividade do sexo masculino, pelo menos é o que diz uma nova pesquisa.  

Segundo um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Carolina de Praga, na República Checa e Universidade de Stirling, no Reino Unido, o odor corporal de homens que comem alho regulamente é muito mais atraente para as mulheres. Em um experimento realizado com 42 homens, que foram divididos em três grupos: o primeiro que tinha de comer alho cru; o segundo, cápsulas de alho; e o terceiro, que não comia nenhuma forma de alho.

Então, foram recrutadas 82 mulheres que teria de expressar seus sentimentos para os vários participantes masculinos. E elas teriam de qualificá-los segundo cheiro, simpatia atração e masculinidade.

10 de jul de 2016

Ele recolhia bebês abortados e os sepultava apropriadamente, mas depois descobriram sua verdadeira intenção

Tong Phuoc Phuc é um vietnamita que há mais de 15 anos tomou para si o trabalho de sepultar apropriadamente todos os bebês que são abortados em uma clínica de sua cidade. Tudo começou em 2001, quando sua própria mulher ficou grávida. 

Juntos foram ao hospital e, durante todos os dias que estiveram esperando que o bebê nascesse, ele se deu conta que muitas outras mulheres grávidas entravam em um quarto e saíam sem seus bebês. - "Mas o que está acontecendo aqui?", se perguntou.

Depois de um tempo ele finalmente descobriu o que ocorria e ficou com o coração tão dilacerado que não conseguiu evitar o choro. A ideia de que crianças eram abortadas sem a mínima oportunidade de vir a este mundo lhe doía muito e, então, decidiu perguntar se talvez pudesse levar os corpos dos bebês mortos para, ao menos, lhes dar um enterro apropriado.

O ex-trabalhador da construção civil pegou suas economias de anos e comprou um terreno no topo de uma colina chamada Hon Thom, na cidade de Nha Trang, no sudeste do Vietnã, e começou a sepultá-los, um por um, como correspondia.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails