18 de ago de 2012

Lanchonete de Nova York cria linha de sanduíches 'alcoólicos'


  • Receitas incluem prosciutto com gim e presunto com uísque



Fico imaginando se abrem uma porra dessa na minha rua, isso não ia ser legal, sinto que viraria cliente VIP... KKKKKKKKK

Uma lanchonete de Nova York criou uma série de receitas de sanduíches "alcoólicos", segundo o jornal "The Sun".

Entre os paninis oferecidos pela Salumè, há uma série de opções para um lanche temperado com bebidas alcoólicas. As receitas incluem sanduíche de prosciutto com gim e panini de presunto com uísque.

A bebida não evapora na preparação, e há uma preocupação de só servir o sanduíche para quem tem idade suficiente para beber.





. . .

17 de ago de 2012

Doença desconhecida - Unhas crescendo no lugar de pêlos


  • Médicos perplexos com doença misteriosa que faz com que cresçam unhas em vez de pelos no corpo de mulher


Quando pensamos que a ciência descobriu tudo em relação as doenças, eis que surge algo nunca visto antes. Essa doença é intrigante e está assustando os médicos. Realmente tenho medo de tudo que anda surgindo pelo mundo. 

A condição da jovem Shanyna Isom, de 28 anos de idade, é considerada um mistério para a comunidade médiao após ser vítima de uma doença não identificada que faz com que unhas cresçam no lugar de pelos em seus folículos capilares. Shanyna, que vive com sua família em Memphis, no estado do Tennessee (EUA), estava em seu primeiro ano na universidade quando o pesadelo começou em forma de uma reação alérgica.

Há três anos, em setembro de 2009, ela foi medicada com esteróides depois de sofrer um ataque de asma e poucas horas depois ela começou a sentir comichões por todo o corpo, que terminaram resultando na síndrome debilitante que a deixou impossibilitada para andar e realizar simples tarefas diárias.

16 de ago de 2012

Depoimento de um pedófilo


  • 'Foi um alívio ser desmascarado', diz pedófilo em tratamento


Vi essa matéria na Folha de São Paulo feita por Amanda Lourenço e achei muito interessante ver o lado do pedófilo. Acho que assim podemos ver os dois lados e aumentar nossa percepção desse mundo tão absurdo que eles vivenciam. No caso desse cara, ele nunca consumou o fato, só ficava nos seus computadores, mas achar o que disso?

Ainda não tenho uma opinião para expressar meus sentimentos com esse assunto, e você, o que diz desse depoimento?

Segue depoimento:

"Minha irmã foi chamada à delegacia quando fui detido por possuir material de pornografia infantil no computador. Foi paradoxal, porque sempre temi esse dia, mas ao mesmo tempo foi um alívio ser desmascarado.

Minha prisão foi um 'clique'. Antes, eu minimizava o caso, fingia que não era nada demais. Antes, não seria capaz de pedir ajuda.

Minha irmã tem filhas pequenas, poderia ter virado as costas para mim. Mas, felizmente, decidiu me ajudar.

15 de ago de 2012

Tatuando o furico


  • Agora realmente não falta mais nada nesse mundo bizarro


Depois de mostrar no MIB a tatuagem nos olhos, agora vem algo inimaginável, tatuagem no anus. Nem quero imaginar a dor que deve ser isso, mas fazer o quê...? Algumas pessoas sentem prazer na dor.

Para mim isso é extremamente bizarro, depois ficam dizendo que sou conservador, mas PQP, isso é o que, se não for loucura? Se bem que o conceito de loucura depende do ângulo que você olha. Enfim...

O caso é que a tatuagem anal foi destaque na 17º edição da Exposição de Tatoos da Florida, quando uma das participantes  resolveu fazer uma mostra para que todos os presentes apreciassem. A corajosa garota afirma que já tatuou o nome de dois ex namorados no furico e diz que não há nada mais gostoso. 

Atenção: o conteúdo deste post é aconselhado somente para maiores de 18 anos. Só entre se você for maior de 18 anos, do contrário a responsabilidade é toda sua.


14 de ago de 2012

Martinha Brito, a Brasileira que luta bravamente com sua doença

  • Martinha luta contra os efeitos da Fibrodisplasia Ossificante Progressiva (FOP)

Martinha entrou em contato com o MIB e estou ajudando a divulgar sua doença e pedindo ajuda a quem poder ajudá-la.

Martinha Brito vive na localidade de passagem da onça, zona rural de Viçosa do Ceará. Sofre de uma doença rara, 

A Fibrodisplasia Ossificante Progressiva (FOP), que acomete cerca de 2 a cada 2 milhões de pessoas. Ela mantém uma página no Facebook onde se comunica com todo o mundo!

A Fibrodisplasia Ossificante Progressiva (conhecido por FOP; termo médico: Fibrodysplasia Ossificans Progressiva) é uma doença genética rara que causa a formação de ossos no interior dos músculos, tendões, ligamentos e outros tecidos conectivos. Pontes de ossos "extra" se desenvolvem através das articulações (juntas do corpo) restringindo progressivamente os movimentos. Na FOP, o corpo não somente produz muitos ossos, mas um todo um esqueleto "extra" é formado, envolvendo o corpo e prendendo a pessoa em uma prisão de ossos.

Veja o vídeo que mostra a sua história:


13 de ago de 2012

Humanos de madeira


  • A madeira, nas mãos certas, pode se tornar incríveis expressões de arte.



Nas mãos do escultor italiano Bruno Walpoth, o material mais verátil de todos assume a forma de humanos, tão realistas que aparentam estar vivos, o detalhismo é tanto que as esculturas de Bruno causam reações dramáticas nos humanos de verdade.

Um belíssimo trabalho. Confira as fotos:

12 de ago de 2012

O câncer de mama como você nunca viu


  • Uma coletânea de fotos chocantes do fotógrafo David Jay

Conscientização! Fazer o auto teste de câncer de mama é muito importante para a saúde da mulher, pois esse mau pode ser eliminado se descoberto precocemente.

O fotógrafo David Jay, fez um ensaio mostrando a realidade da doença inves de mostrar modelos com corpos belos, sorrindo e falando para as mulheres praticarem o auto exame.

A realidade é dura, choca, mas deve ser conhecida. Só assim as mulheres conhecerão o verdadeiro perigo que as cercam.

“Eu não vou mostrar apenas metade da história – que tudo vai ficar bem e essas meninas têm câncer de mama, mas irão continuar com suas vidas – porque esse não é o caso. Eu gostaria que fosse o caso, mas a realidade é que algumas dessas meninas estão morrendo e é importante ter a sua história, mas também porque essa é a realidade da doença.”

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails