29 de nov de 2014

Acredite, isso é um bordado


  • Os retratos densamente bordados por Cayce Zavaglia

Enquanto vasculhava através dos detalhes minuciosos dos retratos bordados da artista Cayce Zavaglia (anteriormente), me pareceu difícil imaginar que cada trabalho é pouco maior do que 20 x 25 centímetros. Seu processo, que ela chama de "pintura a fio" e "bordado renegado," começa com uma sessão de fotos de cada assunto, ou seja, amigos, família e colegas artistas. Ela tira cerca de 100 fotos e escolhe uma única para ser retratada, ou melhor bordada.

Ela começa então a bordar com linha de algodão em linho belga, com uma técnica de trama que ela desenvolveu ao longo dos anos, que a permite misturar cores e estabelecer tonalidades que lembram as técnicas utilizadas na pintura a óleo clássica. Os fios são cosidos imitando a forma das marcas do pincel em camadas dentro de um quadro que, por sua vez, permitem a alusão de profundidade, volume e forma. Sua metodologia de bordado beira o obsessivo, mas permite a artista evocar visualmente extradições pictóricas de carne, cabelo e tecido.

Cayce também ressalta o costado de seus retratos (fotos 3 e 6), uma malha emaranhado de fios que lembram uma versão mais abstrata do retrato no reverso. Em um retorno às suas raízes como pintora, ela criou quadros em formato acrílico que efetivamente são cópias da parte traseira de seus retratos bordados.

Veja mais do seu trabalho:

28 de nov de 2014

50 razões pelas quais a Noruega deve ser seu próximo destino de viagem

Svolvaer
De belas florestas e fiordes profundos, até as montanhas cobertas de neve e tundras árticas, a Noruega tem de tudo para as pessoas que amam o ar livre. 

O país, em realidade, é uma raridade geográfica, porque o seu comprimento de norte a sul dá-lhe uma das maiores variedades de ambientes em um único país na Europa, desde florestas caducifólias até as tundras árticas.

O país tinha tudo para ser muito mais frio e mais gelado do que é, mas as suas temperaturas sofrem grande influência das correntes relativamente quentes do Atlântico Norte. 

Sua área costeira, no entanto, são reduzidas pelos fiordes que foram esculpidos por geleiras maciças e camadas de gelo durante a última era do gelo.

Muitas pessoas que veem imagens como as deste post, pensam que a Noruega não pode existir, pois são tantas paisagens naturais e monumentais que mais parece um país de sonho.

27 de nov de 2014

Homem bigênero, que escolhe todas as manhãs se será menino ou menina, tem uma relação saudável com sua namorada

  • Garota adolescente namora um homem bigênero que decide todas as manhãs se passará o dia como homem ou mulher

Krystal Greggs, de 18 anos, ao acordar pela manhã ao lado de seu namorado, nunca sabe em qual estado de espírito ele vai estar. E não se trata de humor. Trata-se entre escolher se o rapaz de 22 anos será homem ou mulher, durante o dia.

Ryan Wigley é bigênero, e possui um armário recheado de roupas tanto femininas, quanto masculinas. Sua escolha diária depende de como ele vai se sentir ao acordar. Há dias que Ryan é o próprio Ryan. Em outros, ele prefere ser Ria, sua metade feminina. Às vezes, ele fica à vontade para mudar de gênero durante o dia.

A condição de Ryan é reconhecida por psicólogos e foi apoiada pela comunidade transgênero.

Ryan é atraído por mulheres, mas diz que parceiras anteriores não conseguiram lidar muito bem com seus dois lados. Em setembro do ano passado, ele conheceu Krystal através de um amigo em comum, em uma festa.

"Ele era Ryan naquela noite. Conversamos e depois eu adicionei ele no Facebook. Um dia ele comentou, no Facebook, sendo Ria, mas eu o reconheci como Ryan. No começo eu pensei que ele apenas era cross-dressing, eu nunca tinha ouvido falar de bigênero. Mas ele me explicou”, relatou Krystal.

26 de nov de 2014

Entusiasta da modificação corporal se transforma em ornitorrinco humano

Depois de modificar seu rosto durante sete longos anos, o russo Jenya Bolotov, 26 anos, finalmente cumpriu a ambição da sua vida de se tornar um ornitorrinco humano. Ele conseguiu esticar oito partes de seu rosto por um total de nove centímetros, incluindo os lóbulos da orelha, narinas, septo e seus lábios superior e inferior.

- "Eu amo o ornitorrinco, a maneira como se parece e até mesmo a palavra 'ornitorrinco' em si", explicou ele. - "Eu gosto do jeito que meu rosto esticado e lábios estão agora". Jenya acrescentou que todas as modificações atuais o fazem se sentir finalmente completo, da forma que ele sempre quis.

Ele revelou ainda que costumava ser muito calmo quando era criança e não se dava muito bem com as pessoas ao seu redor. A fim de se sentir realmente feliz, ele sabia que tinha que mudar a si mesmo e viver de forma diferente. E quando conheceu a modificação corporal aos 10 anos, ficou imediatamente intrigado.

- "Quando eu vi os piercings pela primeira vez na internet, fiquei muito interessado", disse ele. - "Quando fiquei mais velho, comecei a aprender sobre alongamento do lóbulo da orelha que ainda era muito raro naquela época. Eu amei a possibilidade de poder esticar meu corpo para me tornar quem eu realmente queria ser. É uma bela arte."

24 de nov de 2014

A menor praia do mundo fica a 100 metros da costa

  • Fenômeno raro cria praia 'oculta' a 100 metros do mar na Espanha

Tão pequena que é conhecida por alguns como “a menor praia do mundo”, Gulpiyuri, na Espanha, chama a atenção por outra característica incomum: apesar de ter areia e água salgada com ondas, ela não fica à beira-mar.

Localizada a cerca de 100 metros distante da costa, a praia fica no meio de um prado, cercada por plantações agrícolas, na região das Astúrias, norte da Espanha.

Graças a uma singularidade geológica, a água do mar chega até lá por túneis formados pela erosão entre as rochas.

Essa “praia de interior” tem menos de 50 metros de extensão e água cristalina de baixa profundidade. Quando a maré sobe, a pequena faixa de areia quase some.

Difícil acesso

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails