19 de set de 2015

Família árabe gasta US$ 75 milhões no bolo de aniversário mais caro do mundo

Uma super-família rica árabe parece que não gosta de ingrediente básicos como farinha, manteiga, ovos, açúcar e leite para a confecção de um bolo, então decidiram misturar alguns diamantes em sua receita. 

Eles recentemente gastaram absurdos 290 milhões de reais em um bolo para a festa de aniversário e noivado de sua filha. A estilista britânica Debbie Wingham, que se tornou conhecida depois de criar o vestido mais caro do mundo, foi contratada para fazer o bolo.

A identidade da família -que vive nos Emirados Árabes Unidos- não foi revelada, mas há várias imagens on-line de Debbie trabalhando no extravagante e milionário confeito.

O bolo de quase 2 metros foi criado para se assemelhar a uma passarela, com modelos usando versões comestíveis de vestidos que Debbie desenhou para a noiva. Em volta da pista foram colocadas pequenas estatuetas vestidas com roupas, bolsas, sapatos de grife e com os mais recentes smartphones e tablets. Cada peça decorativa foi trabalhada pela própria Debbie, e o bolo inteiro levou 1.100 horas para ser preparado, com mais de 120 kg de fondant, 60 kg de chocolate e mais de 80 corantes diferentes, que foram usados para retocar a obra-prima comestível de 450 kg.

18 de set de 2015

A mais bela biblioteca do mundo fica em Praga

Esta biblioteca barroca, localizada no Clementinum, um complexo histórico dos edifícios em Praga, abriu suas portas pela primeira vez em 1722 como parte da Universidade Jesuíta, e coleciona mais de 20.000 livros.

Os afrescos do teto foram pintados por Jan Hiebl simbolizando a sabedoria antiga. Em 1781, o diretor Karel Rafael Ungar estabeleceu ali a chamada "Biblioteca Nationalis", uma coleção de literatura mozartiana, material pertencente a Tycho Brahe e Comenius, bem como exemplos históricos da literatura checa.

Alguns dos raríssimos livros históricos desta coleção foram mais tarde enviados ao Google para que fossem escaneados, e eventualmente estarão disponíveis no Google Books.

17 de set de 2015

Carta de uma senhora a seu ex-escravo, e a resposta indignada de um homem livre

  • A resposta dele a tamanha infâmia é emocionante e cheia de esclarecimentos

Em 1834, Jarm Logue, então com 21 anos (a foto acima é de alguns anos mais tarde), conseguiu roubar o cavalo de seu mestre e escapar da vida de escravidão em que havia nascido. Infelizmente, sua mãe, irmão e irmã ficaram para trás.

26 anos depois, ele havia se estabelecido em Nova York, aberto inúmeras escolas para crianças negras, começado a sua própria família e se tornado um reverendo e famoso abolicionista, além de autor de uma autobiografia, quando recebeu uma carta da esposa de seu antigo dono, exigindo US$ 1000.

Essa carta, e sua resposta furiosa, podem ser lidas abaixo. 

Nota: depois de escapar da escravidão, Logue mudou seu nome para Jermain Wesley Loguen. (Fonte: A escravidão nos Estados Unidos; Imagem: JW Loguen)

16 de set de 2015

Quem é homofóbico têm, frequentemente, problemas psicológicos

  • De acordo com um novo estudo italiano, atitudes homofóbicas podem dizer muito sobre a personalidade das pessoas que as têm.

Por exemplo, indivíduos que têm pontos de vista fortemente negativos sobre homossexuais também têm níveis mais elevados de psicoticismo e são mais imaturos em relacionamentos do que aqueles que aceitam a homossexualidade.

Isso não significa que as pessoas homofóbicas são obrigatoriamente psicóticas. 

O psicoticismo é um traço de personalidade marcado pela hostilidade, raiva e agressividade para com os outros. O que o estudo encontrou é que essas características, além de outras como insegurança e imaturidade, podem ser frequentes em pessoas homofóbicas.

15 de set de 2015

Ginástica no cemitério

  • Desrespeito ou jeito natural de lidar com a morte? O que você acha?

Uma academia de ginástica cujo proprietário é um ex-atleta britânico foi criticada por oferecer parte de suas aulas em um antigo cemitério.

Desrespeito? Mas afinal, o que é certo e errado nesse território? O repórter Chris Stokel-Walker investiga.

Imagine a cena: um punhado de gente vestindo roupas fosforescentes de lycra faz ginástica em meio a lápides e tumbas. Isso é o que vem acontecendo no Putney Old Burial Ground, um antigo cemitério no bairro de Putney, no sudoeste de Londres.

14 de set de 2015

Após acidente, mulher acorda todo dia pensando que é 15 de outubro de 2014

  • Nikki sofre de amnésia retrógrada, condição que faz com que o cérebro seja incapaz de criar novas memórias

Todos os dias, a inglesa Nikki Pegram, de 28 anos, leva seu filho, Freddie, à escola, mas não consegue se lembrar em que classe ele estuda ou o nome de sua professora.

Em 15 de outubro de 2014, ela deixava o hospital após uma consulta médica quando caiu por causa de um problema no joelho.

Na queda, ela bateu a cabeça em uma barra de metal e sofreu uma significativa perda de memória.

Desde então, Nikki acorda pensando se tratar do dia de sua consulta médica. E também do acidente, apesar de não se lembrar como tudo aconteceu.

Ele foi diagnosticada com amnésia retrógrada, condição que faz com que o cérebro seja incapaz de criar novas memórias.

13 de set de 2015

Colecionadora tailandesa usa antigo ritual para criar almas para bonecas assustadoras

Há uma nova tendência bizarra na Tailândia: tem gente cuidando de bonecos supostamente assombrados, para ter boa sorte e prosperidade. 

Eles acreditam que as bonecas look thep (deusinhos) são habitadas por espíritos infantis, criados por meio de rituais especiais. Elas são consideradas uma versão atualizada do antigo kuman tanga, a prática de adoração de fetos humanos que morreram no útero. 

Os deusinhos  permitem que as pessoas reverenciem os espíritos das crianças sem ter que usar fetos mortos.

Várias pessoas, incluindo celebridades tailandesas, são a garantia da eficácia das bonecas look thep. Como o DJ Bookkoh Thannatchayapan, que alega que seu boneco Wansai fez com ele fosse muito bem sucedido no show business.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails