12 de nov de 2016

Post de Sucesso - A ponte dos suicídios

Todo Sábado 
Decidi trazer alguns posts de sucesso do Blog
  • Um lugar tão lindo, mas as vezes usado para pôr fim a uma existência

Nossa fiquei muito chocado com esse vídeo, pessoas simplesmente decidem não viver mais e escolhem tirar suas vidas. Histórias que nunca saberemos o porquê, mas nos deixa reflexivos. Que essas almas perturbadas encontrem a paz que nunca tiveram em vida.

O vídeo pertence ao documentário “The Bridge” – A Ponte (2006), dirigido por Eric Steel. Durante o ano 2004, Eric e sua equipe filmaram com várias câmeras a ponte Golden Gate de São Francisco (EUA) e captaram as imagens de 19 dos 24 suicídios cometidos ao longo desse ano. Segundo os dados registrados até 2006, mais de 1200 pessoas perderam a vida, saltando da ponte. No ano 2006 se produziram 38 suicídios, recuperando na baía o corpo de 34 pessoas. Não existe em nenhum lugar do mundo, noticias tão trágicas como essas.

A queda tem 227 metros de altura, dura pouco mais de quatro segundos e os saltadores se chocam com a água com um impacto de 120 km/h, o mesmo que uma bola de beiseibol atingir sua cabeça, e geralmente morrem pela causa do impacto. Somente 26 pessoas sobreviveram a queda, e acabaram com os ossos fraturados e lesões internas.

GINA RESPONDE - Episódio 05


  • Gina surpreende e fala de seu vizinho de trás, o ânus.
Gina é a personagem da peça "DIÁRIO DE UMA VAGINA" que agora tem seu próprio programa no youtube. O programa consiste em ela, de forma humorada e extravagante, responder a qualquer pergunta enviada a ela, relativa a sexo ou sexualidade.

Já estamos com vários participantes, então não perca a chance de ser um deles. Mande sua pergunta escrita ou em vídeo para o email abaixo e participe. TODA SEXTA UM EPISÓDIO NOVO.

diariodeumavagina@gmail.com

Ficha técnica do DIÁRIO DE UMA VAGINA:

Atuação - Indaiá Oliveira
Texto e direção - Lucas Bertolucci
Direção - Grasca Souto
Direção de movimento - Christiane Veigga

Realização: CIA QUINTETO DE 4

Conheça nosso canal, o blog e a página no Facebook:






11 de nov de 2016

Bactérias comedoras de carne matam paciente em apenas 4 dias!

O jornal The Daily Times da cidade de Salisbury, em Maryland, Estados Unidos, relatou nesse fim de semana sobre a morte trágica e horrível de Michael Funk no início de setembro. Os médicos confirmaram que ele morreu devido a uma bactéria similar ao da cólera, chamado Vibrio vulnificus.

Funk estava com sua esposa, Marcia, no condomínio onde viviam, quando ficou incrivelmente doente devido a um corte aberto na perna, e foi levado às pressas para o hospital no dia 11 de setembro.

Embora Funk tenha sido transferido para o hospital especializado em choque e trauma em Baltimore, onde amputaram sua perna infectada, ele morreu quatro dias depois, no dia 15 de setembro. “É como sair de um filme de terror“, disse Marcia Funk ao jornal local The Daily Times.

A bactéria Vibrio vulnificus pode ser encontrada em água salgada e quente, bem como em moluscos e animais marinhos. Anualmente cerca de 85.000 casos de infecção são registrados envolvendo V. vulnificus ou outras espécies Vibrio nos Estados Unidos, e muitas vezes não causam os mesmos danos que Funk sofreu.

10 de nov de 2016

Idoso descobre o anel de casamento perdido na cenoura arrancada de sua horta

Enquanto cuidava de sua horta na pequena cidade alemã de Bad Müenstereifel, um residente de 82 anos de idade inesperadamente descobriu uma safra particularmente preciosa. 

Envolvido em torno de uma cenoura recentemente cultivada, ele encontrou algo que tinha infelizmente perdido há muito tempo: sua aliança de casamento. Segundo a emissora pública alemã WDR, pouco depois de celebrar sua boda de ouro com sua amada esposa há três anos, o homem percebeu que tinha perdido seu anel.

Inseguro de onde estava a significativa lembrança, o casal continuamente se manteve procurando o anel. Embora sua busca contínua se revelava infrutífera, sua outra metade esperançosa insistia que uma hora deveria aparecer em algum lugar. No entanto, ela jamais teria adivinhado que seria eventualmente escavando no seu próprio quintal.

Dois anos e meio depois da aliança desaparecer, a esposa do homem infelizmente passou dessa para melhor. Ainda que ela não estivesse mais lá para continuar à busca do "tesouro", a confiança do homem nunca esmoreceu e sua perseverança finalmente valeu a pena quando o encontrou o anel seis meses depois.

8 de nov de 2016

Recusou a quimio aos 90 anos para aproveitar os dias que lhe restam

Admiro a elegância e tranquilidade com as quais os animais idosos, sobretudo os cães, aceitam a morte. Chegado o momento, retiram-se para descansar em um canto até que a doce morte lhes visita. 

É triste e comovente, sim... mas não tem nada de absurdo. Parece que eles sabem aceitar o final muito melhor do que nós. Nada mais. Nada menos. Simples e inteligente, nada a ver com a teimosia humana e seu empenho por arranhar, a todo custo, alguns minutos a mais de vida.

A maioria dos doentes hipotecam nos últimos dias de vida a mudança da vã esperança de prolongá-la. Uma decisão que, ainda que habitual, se for muito idoso e viveu uma vida plena, talvez não seja a mais acertada, pois nessa ânsia de vencer o tempo, sofre ele e sofre toda a família. Esta é sua história?

Ao menos essa é ao opinião de Dona Norma, uma mulher de 90 anos que recusou fazer seu tratamento contra o câncer para poder aproveitar os dias que lhe restam viajando com seu filho.

7 de nov de 2016

Gatinha desconsolada já passou 1 ano junto ao túmulo de sua dona

Há uma teoria sobre a nossa convivência e domesticação com os dois mascotes mais amados, cães e gatos, que é muito interessante. Fundamentado no fato de que a domesticação do cão se tornou uma relação mutualista (cooperação caçando juntos) e a do gato na protocooperação (matando ratos que geravam doenças) fica inteligível porque os segundos parecem mais independentes, mas isso não é tudo. Os cães compartilha mais de 30 mil anos de evolução com os humanos e os gatos apenas 10 mil anos. Ou seja, gatos não são tão simpáticos porque eles ainda não tiveram tempo o suficiente.

Mas há algumas amostras recentes que demonstram que os gatos estão ficando muito parecido com cães. Vejam o caso desta bichana, que, após um ano da morte de sua humana, não abandonou o túmulo da idosa.

6 de nov de 2016

As dezenas de empregados que moram no estacionamento do aeroporto de Los Angeles

"Adoraria ter uma cama e um chuveiro no escritório." Quem nunca pensou isso após sair tarde do trabalho e lembrar que precisa voltar cedo no dia seguinte?

Ter um sofá-cama nas redações, por exemplo, não seria nada mal durante a intensa cobertura das eleições americanas, brincam alguns jornalistas.

Mas o que para a maioria das pessoas não passa de uma piada ou desabafo se tornou realidade para mais de 100 empregados do Aeroporto Internacional de Los Angeles, o terceiro mais movimentado dos Estados Unidos.

Cansados das intermináveis viagens de ida e volta para o trabalho ou oprimidos pelo alto preço dos aluguéis na Califórnia, eles decidiram morar no estacionamento do aeroporto. E as autoridades aeroportuárias permitiram.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails