22 de dez de 2016

TOP 21 fotos mais impactantes do mundo

A revista norte-americana TIME compilou a 100 fotos mais importantes da História com a ajuda de editores de fotografia, historiadores e curadores.

“O critério para uma foto entrar nesse seletivo ‘hall da fama’ das fotos, era que devia retratar pontos de transformação em nossa experiência humana” segundo a revista. Partindo desse pressuposto, a revista apresentou uma variada coleção de fotos que foram e são importantes para a humanidade. Confira aqui, uma lista com 21 dessas fotos que tem poder imensurável.

1 – O Monge em Chamas, Malcolm Browne, 1963


O monge mahayana, durante uma manifestação contra a proposta religiosa do governo de Ngo Dinh Diem, ateou fogo em seu próprio corpo em Saigon, no Vietnam do Sul em 11 de junho de 1963. O fotógrafo Malcolm Browne que estava cobrindo a guerra dos EUA contra o Vietnam, fotografou o suicídio e a foto lhe rendeu o Prêmio Pulitzer.

21 de dez de 2016

Mulher se mata com o filho após marido debochar do resultado de sua plástica

Anna Ozhigova, 33 anos, de Omsk, na Sibéria, saltou com o filho, Gleb, de oito anos, do nono andar de um prédio, de acordo com informações do jornal Komsomolskaya Pravda.

Segundo o Comitê de Investigação da Rússia, ela teria deixado um bilhete explicando suas razões, entre elas, o fato de ter realizado uma cirurgia plástica para corrigir o nariz. No entanto, como não conseguia mais sorrir corretamente, o marido debochava da situação, dizendo que ela estava com a aparência de um porco.

De acordo com o jornal inglês Metro, foi revelado que ela teria comentado sobre a operação com um amigo nas redes sociais. “O cirurgião me convenceu de que meu nariz não combinava comigo. E sou facilmente impressionada […] Ele estava dizendo que iria mudar a forma [do nariz] em apenas um milímetro”, escreveu ela. “Agora eu não posso mais sorrir. Minhas narinas estão tão grandes, como se eu fosse um porco, e se distanciando cada vez mais. Meu sorriso agora é uma careta porque ele removeu músculos acima meu lábio e mudou alguma coisa. Meu marido faz ‘oink’ quando me vê”.

20 de dez de 2016

23 anos depois do marido desaparecer misteriosamente, ela recebeu um telefonema revelando a verdade

Perder um ente querido não é nada fácil. principalmente quando os laços são muito fortes e o sentimento de perda cria um nó que não desata na garganta. 

Pode ser particularmente esgotante retornar à vida normal e passar para a próxima fase do processo de recuperação. Para muitas pessoas, este cenário de pesadelo é uma realidade que os assombra por anos. Tal era o caso de Linda Iseler, cujo marido, Richard Hoagland, desapareceu misteriosamente de sua casa perto de Indianápolis, Indiana, uma tarde.

Vinte e três anos depois, ela recebeu um telefonema de alguém que ela nunca havia tinha encontrado em sua vida com respostas às perguntas que povoaram sua mente desde que Richard desapareceu.

Quando Linda e Richard se conheceram, eles eram um típico casal americano. Todos que os conheciam diziam que eles fora feitos um para o outro.

19 de dez de 2016

Gina Responde - Especial de Natal

Gina é a personagem da peça "DIÁRIO DE UMA VAGINA" que agora tem seu próprio programa no youtube. O programa consiste em ela, de forma humorada e extravagante, responder a qualquer pergunta enviada a ela, relativa a sexo ou sexualidade.


‘Por que sou uma mulher submissa – e recomendo isso a outras mulheres’

  • A californiana Kathy Murray se diz feminista e alega que salvou o próprio casamento ao parar de tentar controlar o marido.

A californiana Kathy Murray e o marido
Murray afirma que agora segue - e ensina outras mulheres a fazer o mesmo - a abordagem explicada em um livro polêmico chamado Sim, Querido (The Surrendered Wife, no original em inglês), da autora Laura Doyle.

No livro, a autora instrui mulheres a deixar de incomodar seus maridos e começar a tratá-los com mais respeito e até submissão.

Leia abaixo o depoimento de Murray à BBC:

"A primeira vez que me casei acabei me divorciando aos 26 anos.

Me casei uma segunda vez aos 32 mas logo acabei indo dormir no quarto de hóspedes. Meu marido e eu brigávamos o tempo todo. Grande parte das nossas brigas surgia pelo fato de eu achar que meu marido não tinha a mínima ideia de como criar nossos filhos (temos quatro filhos com idades entre quatro e nove anos). Também brigávamos a respeito do gerenciamento do nosso dinheiro e até o número de vezes que tínhamos relações.

Eu trabalhava em tempo integral como diretora financeira de uma escola e também trabalhava como voluntária na escola de nossos filhos e em nossa comunidade. Meu marido era representante de vendas de uma companhia de construção mas eu era a principal provedora e agia como se estivesse no comando. Não contava para ninguém que estava em conflito constante com meu marido. Eu me sentia constrangida, com raiva e ressentida.

18 de dez de 2016

Mãe acusada de mimar seus filhos com montanha de presentes de Natal compra ainda mais este ano

Emma Tapping, uma mãe de três, da Ilha de Man, no Reino Unido, primeiro fez manchetes no ano passado, quando foi acusada de mimar demais seus filhos, ao dar 87 presentes de Natal para casa um. 

Ao que parece, as críticas não a incomodaram nem um pouco, pois este ano ela comprou ainda mais presentes para eles, 96 para cada. Depois que Emma postou uma foto de sua Árvore de Natal enterrada em uma montanha de presentes, no ano passado, a imagem se tornou viral e fez as rondas on-line.

Depois de ter sido abordada por vários sites de notícias e programas de TV sobre seu hábito de compras de Natal e o efeito que teria sobre seus filhos, a mulher disse que ela só os "estraga" no Natal, porque adora ver a alegria em seus rostos quando estão abrindo os presentes.

- "Se você me perguntar se mimo meus filhos, eu digo que no Natal sim eu mimo, mas não tenho costume de fazer o mesmo durante todo o ano."

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails