12 de out de 2013

Americano comeu apenas carne crua nos últimos cinco anos

  • Realmente é assustador, fico pensando como deve ter sido no início

Derek Nance de Lexington, Kentucky, só comeu carne crua durante os últimos cinco anos: longe de buscar a excentricidade, por razões religiosas, gourmet ou coisa assim, fez por questões de saúde. Segundo afirmou em uma entrevista com Vice, Derek sofre de uma estranha doença onde seu organismo não produz suficientes enzimas para digerir outros tipos de alimentos. Há cinco anos vomitava tudo o que comia. Os médicos pensaram que se tratava de uma alergia, sem poder determinar qual. Enquanto isso, comer parecia um pesadelo.

Derek provou muitos tipos de dietas: pescados e vegetais, veganismo total (sua namorada é vegana), e os sintomas seguiram aparecendo. Na Internet, um sujeito recomendou-lhe uma "versão carnívora da dieta paleolítica", e qual um homem das cavernas, Derek provou seu primeiro bocado de cordeiro cru. Sua dieta consiste em aproveitar tudo o que pode encontrar em um animal: órgãos vitais, cérebro, e inclusive carne podre, a qual, segundo os médicos de Derek, produz as enzimas que ajudam a seu corpo a digerir melhor a carne. Inclusive escova os dentes com banha.

A história desta forma extrema de carnivorismo foi começada por um dentista de nome Weston Price em 1930. Segundo ele, os povos nativos dos Estados Unidos ingeriam uma dieta de tripas e gordura crua, além de não cozinhar os alimentos. Mas poderíamos pensar que nosso organismo mudou muito desde as cavernas, não? Ao que parece nem tanto, segundo Derek:

11 de out de 2013

Martha Mason, a mulher que passou mais de 6O anos imobilizada em um pulmão de aço

  • Uma história de vida que emociona no fundo da alma

Uma da histórias mais incríveis que publiquei nesse blog, essa mulher é inspiração para qualquer pessoa.Conheça a história de Martha Mason, uma classe de ser humano extraordinária que passou mais de 60 anos de sua vida imobilizada em um pulmão de aço depois de ficar paralisada na infância por causa da pólio.

Apesar de sua situação aparentemente desesperadora, Martha viveu uma vida plena: se formou no ensino médio e superior, com as mais altas honras, ciceroneou muitos jantares e encontros e até mesmo escreveu um livro chamado "Breath: Life in the Rhythm of an Iron Lung" ("Respiração : A vida no ritmo de um pulmão de aço", no qual retrata os desafios e as alegrias de sua vida.

Martha nasceu em 31 de maio de 1937, em Lattimore, uma pequenino povoado do estado norte-americano da Carolina do Norte. Sua história já se mostrou trágica quando ela tinha apenas 11 anos de idade, após a morte de seu irmão Gaston, que sofria de uma terrível doença que o deixou paralisado antes de finalmente matá-lo. Depois de seu enterro, a jovem Martha percebeu que ela também havia contraído a perigosa doença viral, mas não contou para ninguém, para não angustiar ainda mais seus pais:

10 de out de 2013

Como seria o céu sem poluição luminosa?

  • Seriam noites incríveis...
Essas imagens me lembram minha infância, onde nas férias ia para a cidade da minha família (Inhambupe-BA) e o céu, a noite, era deslumbrante. 

A quantidade de estrelas era sensacional. Sempre ia para a estrada de barro que não tinha iluminação e deitava na grama para observar o céu. Era sensacional.

Quem vive em cidades grandes e passa uma noite na praia ou no campo já deve ter percebido como é diferente a visão do céu. Por causa da poluição luminosa causada pela iluminação pública e privada, quase não se vê estrelas nos grandes centros urbanos. 

Essa é uma característica que vai além do deslumbre visual e que chega, inclusive, a afetar a vida dos animais noturnos que habitam essas regiões. Por isso, há até mesmo projetos que tentam minimizar essa poluição em algumas cidades e, se um dia eles forem implementados, pode ser que voltemos a ter um céu estrelado como o da área rural.

9 de out de 2013

Lista de crianças que fizeram a diferença no mundo

  • São exemplos incríveis que, com certeza, vai te inspirar.

Apesar da pouca idade, muitas crianças ao redor do mundo tomaram iniciativas que melhoraram a vida da sociedade e em muitos casos permitiram que milhares de outras pessoas tivessem acesso a itens básicos, como água potável, comida e educação. Na véspera do Dia das Crianças, o G1 listou algumas que fizeram a diferença no mundo com suas ideias e determinação.


Dylan Mahalingam

Natural de New Hampshire, nos Estados Unidos, Dylan Mahalingam fundou aos 9 anos a Lil’ MDGs, uma organização sem fins lucrativos que visa desenvolver e dar poder aos jovens. 

O objetivo da fundação é utilizar o poder das mídias sociais para incentivar os jovens a se envolverem na luta para alcançar os Objetivos do Milênio das Nações Unidas. Mais de 3 milhões de crianças já foram mobilizadas ao redor do mundo, trabalhando em diversos assuntos, com mais de 24 mil voluntários regulares em 41 países.

Dylan tem atualmente 16 anos e já organizou diversas campanhas para ajudar a diminuir a pobreza no mundo. Ele é um dos jovens palestrantes das Nações Unidas, e já recebeu diversos prêmios e reconhecimentos ao redor do mundo.

A guerra dos ratos cantores

  • Uma descoberta incrível da vida dessas criaturas
Nas profundezas das selvas da Costa Rica e Panamá duas espécies de ratos competem com suas canções como se tratasse de um show de talentos televisivo. 

As estrelas deste espetáculo são o pequeno rato cantor de Alston (Scotinomys teguina) e o rato de Chiriqui (Scotinomys xerampelinus), duas espécies que compartilham território e cuja característica mais chamativa é sua capacidade para emitir uma espécie de canto para atrair as fêmeas, como se fossem pássaros.

A equipe de Bret Pasch, da Universidade do Texas em Austin (EUA), estudou o comportamento entre ambas espécies e publicou algumas curiosas conclusões na revista The American Naturalist. A primeira coisa que observaram os pesquisadores é que nas zonas com maior altitude dentro dos bosques os ratos de Chiriqui substituem abruptamente os pequenos ratos de Alston, em parte por sua maior adaptação às temperaturas mais baixas. No entanto, quando na zona não há ratos de Chiriqui, os ratos de Alston se mudam para as zonas mais altas sem problema, enquanto em outras partes do bosque as duas espécies convivem e competem pela mesma comida.

A questão que intrigava os cientistas era de que maneira os ratos usavam suas canções para demarcar seu território?

8 de out de 2013

A incrível Caverna dos Pirilampos de Waitomo

  • Uma obra prima da natureza

O resultado deve ser estonteante, taí um lugar que gostaria de ver de perto. Entenda como acontece esse efeito:

Pirilampo, é um tipo de vaga-lume, milhares deles preenchem esta incrível caverna localizada na Nova Zelândia, que praticamente hipnotiza os visitantes com seus corpos radiantes.

As luzes brilhantes e os fios frisados dependurados são obra do Arachnocampa luminosa, uma espécie de pirilampo que pode ser encontrado somente na Nova Zelândia. Em seu estágio larval, que pode durar de 6 a 12 meses, esses insetos tecem seus ninhos na abóbada natural rochosa, enquanto liberam longos fios de seda com gotas de muco, que servem como armadilha para suas presas.

7 de out de 2013

EU MORRO E NÃO VEJO TUDO? AMERICANO VIVE COM 2 BONECAS

Americano completou 13 anos de casamento com uma boneca

Não pense que você é estranho, pois sempre haverá alguém pior.

Sei que para algumas pessoas é muito difícil se relacionar com o outro, então criam fantasias e mundos paralelos, mas devo dizer que isso sempre me perturba. Casar com um ser sem vida é algo que não consigo assimilar. Enfim, um tabu que chama atenção.

Davecat, um operador de torno americano de 40 anos, se apaixonou à primeira vista por uma boneca inflável que viu em 2000 em um clube gótico. A linda e calada Sidore não lhe deu muita bola, mas ele não desistiu e dias depois achou o mesmo modelo em uma loja de produtos eróticos por 13.200 reais. Comprou-a! Nesta semana completou 13 anos de feliz convivência.

Como todos os casais eles também passaram por momentos de crise, lógico, o mais tenso aconteceu quando Davecat já não suportava mais uma rachadura bem no meio das costas da mulher amada.

6 de out de 2013

Tarado faz "sexo" com BOTES

  • Americano já foi preso outras duas vezes após 'sexo' com infláveis


Não pense que você é estranho, pois sempre haverá alguém pior.

Como faz sexo com um bote? Juro que estou tentando entender: "ah que delícia, você é um bote sensacional..."

O americano Edwin Tobergta, de 34 anos, que em julho foi preso pela segunda vez em dois anos ao ser flagrado tendo “relações sexuais” com um bote inflável em Hamilton, no estado de Ohio (EUA), pode pegar até um ano de cadeia.

Tobergta se declarou culpado da acusação durante julgamento no Tribunal do condado de Butler. A Justiça vai divulgar a sentença em novembro.

De acordo com o site “The Smoking Gun”, Tobergta “saiu pela porta dos fundos da casa sem roupas, enquanto fazia ‘sexo’ com o objeto inflável”.

Na época, ele foi acusado de crime de atentado ao pudor e levado à cadeia do condado de Butler, com fiança estabelecida em R$ 50 mil.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails