8 de out de 2016

O plano do Google para evitar que o 'Estado Islâmico' recrute jovens pela internet

Jigsaw quer ampliar alcance do programa para outros
grupos extremistas, como supremacistas brancos
Uma das características que diferencia o grupo autodenominado Estado Islâmico de outras organizações extremistas é sua habilidade de usar redes sociais e recrutar novos combatentes pela internet.

Mas, para evitar isso, o Google criou uma iniciativa que, em vez de rastrear potenciais ameaças, pretende mudar a mente de quem está considerando se radicalizar.

Gestado dentro do Jigsaw, uma espécie de think thank do Google até recentemente conhecido como Google Ideas (Google Ideias), o projeto existe há um ano e foi batizado de Redirect Method (método de redirecionamento, em tradução livre).

Usando uma combinação de algoritmos do Google e a plataforma de vídeo YouTube, o Redirect Method disponibiliza anúncios customizados juntamente com resultados obtidos ao buscar palavras-chave e frases que, segundo o Jigsaw, refletem interesse pelo EI.


Esses anúncios redirecionam os usuários a canais do YouTube em árabe e em inglês que oferecem listas de reprodução de vídeos cujo objetivo é contrapor a "lavagem cerebral" do grupo extremista. Entre os vídeos, estão:

  • clips com depoimentos de ex-combatentes
  • declarações de líderes religiosos muçulmanos que denunciam a leitura radical do EI sobre o Islã
  • imagens gravadas às escondidas dentro do califado do grupo no norte da Síria e no Iraque e que mostram uma visão pouco romantizada de como se vive em lugares controlados pelo EI.

7 de out de 2016

Há 2.800 anos um homem foi enterrado embrulhado em folhas de maconha

  • O túmulo milenar encontrado na China continha 13 plantas de quase um metro de comprimento

As mudas encontradas
Um homem de mais ou menos 35 anos morre. Prepara-se, então, um funeral. Deitam ele em uma cama de madeira, apoiam sua cabeça sobre um travesseiro vermelho e, por fim, cobrem seu corpo com plantas de maconha. A cena não se passou em uma comunidade hippie nos anos 60 dos Estados Unidos. Rolou na China - há cerca de 2.800 anos.

É o que estão afirmando pesquisadores de um trabalho que uniu universidades chinesas e americanas. O estudo analisou o cemitério de Jiayi, em Turpan (cidade no Oeste da China) - acredita-se que o local foi usado pelo Reino Gushi há cerca de 3 mil anos atrás. 240 tumbas foram examinadas e, em uma delas, encontraram restos mortais de um homem junto a mudas de maconha.

6 de out de 2016

Cientista russo injeta bactérias de 3,5 milhões de anos em busca de “vida eterna”

Um cientista russo, usando uma teoria controversa, injetou bactérias de 3,5 milhões de anos em seu corpo, com o objetivo de buscar a “vida eterna”.

A bactéria foi encontrada no permafrost siberiano, e ele diz que agora está mais forte e nunca fica doente. Anatoli Brouchkov, chefe do Departamento de Geocriologia na Universidade Estadual de Moscou, diz que não teve nem gripe ao longo dos dois anos após a injeção.

As bactérias, denominadas Bacillus F, mantiveram-se vivas no permafrost durante milhões de anos. Os cientistas testaram-nas em ratos e células sanguíneas humanas, mas Brouchkov disse que decidiu se tornar uma cobaia para o experimento. “Comecei a trabalhar por mais tempo e sequer tive uma gripe durante os últimos dois anos”, disse ele ao The Siberian Times.

5 de out de 2016

Jovem em coma sinaliza momentos antes dos médicos tentarem desligar as máquinas

Sam Hamming, uma estudante britânica de 22 anos, perdeu uma orelha, quebrou o pescoço e sofreu danos cerebrais graves em razão do impacto causado por um capotamento de carro.

Ela então foi colocada em coma e os médicos avisaram os pais que se preparassem para o pior. Após 19 dias do incidente, a família foi aconselhada a desligar o suporte de vida. No entanto, momento antes de o fazer, Sam foi capaz de sinalizar com um dos dedos dos pés que ainda estava bem. Agora, apesar dos danos sofridos, ela reaprendeu a andar e falar e ainda mantém o sonho de um dia se tornar advogada, segundo informações do jornal inglês Daily Mail.

Hamming foi apelidada de “milagre ambulante”, após ter conseguido mexer os dedos momentos antes de ter sua vida encerrada pelo desligamento dos aparelhos. A jovem sofreu ferimentos graves na cabeça no momento em que o carro em que viajava com o namorado, Tom Curtis, de 21 anos, capotou. O rapaz sofreu ferimentos leves, mas o impacto da colisão fez com a cabeça de Sam atravessasse a janela, ao passo que acabou perdendo uma orelha, quebrou ossos no pescoço e braços, e sofreu graves lesões no cérebro.

Sem qualquer esperança de recuperação, ela foi levada ao hospital, onde os cirurgiões realizaram uma operação de seis horas antes de colocá-la em coma induzido. No entanto, pouco mais de duas semanas depois, eles confirmaram a morte cerebral e aconselharam os pais a desligarem os aparelhos.

4 de out de 2016

Cinco casas bizarras pelo mundo

Para decorar suas casas muitos contam com a ajuda de profissionais, como o designer de interiores. São eles que irão realizar um projeto que tenha tudo a ver com os moradores. 

Segundo o site Rio Interior Design, os móveis devem ser dispostos de forma a harmonizar e não apenas compor o design de ambientes, já que cada um deles deve ser além de bonito, funcional. 

Mas há ainda aqueles que vão além e preferem morar em casas exóticas e decorá-las de maneira igualmente diferente.

Acontece que algumas dessas casas são tão estranhas que acabam não sendo habitadas após um período e se tornam alvo de visita de curiosos, sobretudo se foram criadas por arquitetos famosos. Separamos algumas das mais famosas no mundo:

3 de out de 2016

Empresa lança salgadinho tão picante que só é vendido em unidade dentro de caixão

A empresa norte-americana Paqui criou um novo chip usando o extrato da pimenta mais forte do planeta – a Carolina Reaper. A novidade é tão picante que é vendida apenas unitariamente.

Normalmente, quando você abre um saco de batatas, você nunca para em um. Porém, isso não acontece quando você prova o chip de Carolina Reaper. Segundo Jeff Day, gerente de marca da Paqui Chips, um único salgadinho é do que você precisa. “Eu posso garantir que é o chip mais ardido que existe. Depois de comer um, confie em mim, você não vai pensar em comer um segundo“.

A empresa afirma que eles estão procurando maneiras divertidas para envolver os consumidores. Desta vez, a nova invenção foi o chip de pimenta. Para isso, eles precisaram encontrar a pimenta mais forte do mundo. Essa busca levou-os ao Puckerbutt Pimenta Company, em Rock Hill, South Carolina. A empresa tem o recorde do Guinness de pimenta picante da Terra.

2 de out de 2016

Aperto no peito está relacionado à tristeza? Entenda como seu corpo reage aos sentimentos

Em períodos de transição, associados à perda de entes queridos ou fases complicadas da vida, a tristeza está sempre em evidência. Assim como qualquer outro estado emocional, o corpo reage e em alguns casos, as pessoas até costumam relatar dores ou apertos no peito. Na maioria das vezes, essa reação é provocada pela liberação de um hormônio chamado adrenalina.

Este hormônio neurotransmissor produzido pelo sistema endócrino, mais precisamente pela glândula suprarrenal, é liberado a partir de uma mensagem enviada do cérebro para o corpo. Isso ocorre quando passamos por situações de estresse, que incluem tristeza e ansiedade.

Logo, nosso corpo entra em um estado de alerta, desencadeando estímulos naturais de defesa, conhecidos como de “luta ou fuga”: uma série de reações não controláveis provocadas pelo sistema nervoso autônomo para responder uma situação de perigo. Logo, teremos a opção de evitá-la (medo), ou confrontá-la (raiva), para garantir a sobrevivência.

Nosso corpo inicia esse protocolo para se prevenir. A liberação da adrenalina provoca algumas reações comuns, como a contração dos músculos, aceleramento dos batimentos cardíacos e dilatação das pupilas, por exemplo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails