7 de mai de 2016

Os 20 nomes femininos e masculinos mais populares do Brasil

Na semana passada, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou na rede uma ferramenta muito interessante que permite pesquisar os nomes dos brasileiros, baseada no último censo, realizado em 2010. 

De acordo com o IBGE, existem hoje no Brasil 130 mil diferentes nomes. E os mais populares permanecem inspirados na cultura religiosa nacional: o Brasil tem 5,7 milhões de "Josés" e gritantes 11,7 milhões de "Marias".

Entre os nomes femininos o instituto afirma não haver grandes novidades, já que as "Marias" sempre foram unanimidades em toda a série histórica de pesquisas, que são feitas desde os anos 30, sempre à frente das "Anas". 

No entanto, entre os homens existiram algumas variações. Por exemplo, "José" aparecia como o mais popular até os anos 80, mas em 90 surpreendentemente a liderança passou a ser de "Lucas", que cedeu o pódio para o "João" nos anos 2000, seguido de "Gabriel", em segundo e "Lucas" no terceiro posto.

6 de mai de 2016

Senhora Morte Negra

  • A agricultora que semeou o terror entre os nazistas durante a II Guerra Mundial

A vida da jovem Yevdokiya Zavaliy mudou radicalmente no verão de 1941, quando, com apenas 17 anos, os nazistas bombardearam e ocuparam seu povoado, Mykolaiv, na Ucrânia. 

Todos os habitantes correram em pânico procurando um esconderijo. Foi quando Yevdokiya topou com um soldado soviético ferido por estilhaços de metralhadora. Sem pestanejar a ainda adolescente entrou em uma casa e rasgou alguns lençóis com os quais deteve a hemorragia daquele soldado.

Este seria o primeiro de muitos feridos que ela atenderia naquele fatídico dia que mudaria sua vida para sempre. No outro dia, sem poder contar com seu emprego de lavradora na roça, Yevdokiya apresentou-se como voluntária para incorporar-se ao destacamento militar deslocado na região, mentindo sobre sua idade já que ainda não tinha completado os 18 anos.

Um dos oficiais, que viu o que a garota fez durante o bombardeio, aceitou-a como enfermeira de imediato. Antes de marchar, sua avó lhe diria algumas palavras que jamais esqueceria:

- "Sangrará quatro vezes, mas os gansos brancos te trarão de volta..."

5 de mai de 2016

Falta apenas 100 orgasmos para um homem

  • Homem com doença rara é informado que tem apenas 100 orgasmos restantes antes que seu pênis “pare de funcionar”

Identificado apenas como ‘RLS’, o homem, de apenas 34 anos, é vítima de uma condição rara chamada Fibrose Idiopática do Corpo Cavernoso, também conhecida como Doença de Peyronie.

Desta forma, os médicos que acompanham o seu caso, lhe informaram de que os seus orgasmos estão contados – estima-se que cerca de 100 restantes – e depois disso, nunca mais será capaz de senti-los.

Em um e-mail enviado ao site BroBible ele relatou o seu caso. “Sou o primeiro caso registrado desse problema. Ninguém sabe me dizer porque está acontecendo. Nunca usei cuecas apertadas ou passei muito tempo em saunas. Nunca sofri nenhum trauma nos testículos”, escreveu. “Algumas mulheres do meu passado sugerem que se trata de ‘karma’ e eu estou começando a acreditar nelas”. 

4 de mai de 2016

Este é o “flip Korbut”: um movimento de ginástica que foi proibido

Os Jogos Olímpicos de Munique de 1972 passaram à história por uma fatídica notícia que sacudia o mundo. 

Em 5 de setembro onze membros da equipe olímpica israelense foram tomados como reféns e assassinados por um comando do grupo terrorista Setembro Negro. No entanto, daqueles jogos também cabe destacar a participação da ginasta soviética Olga Korbut, que só contava com 17 anos.

Acontece que a rotina de Olga nas barras assimétricas passou diretamente à história do esporte por seu famoso "giro Korbut", que você poderá ver no vídeo no fim deste artigo.

Durante sua execução, a ginasta bielorrussa fica de pé na barra maior e dá um mortal para trás, agarrando com as mãos pela parte superior das barras. Talvez hoje em dia existam movimentos mais complexos, mas naquela época o "giro Korbut" causou uma grande sensação, tanto que ganhou o seu nome.

3 de mai de 2016

Tinha 3.500 amigos no Facebook, mas morreu abandonado no meio do lixo

José Angel Taboada parecia ter duas vidas, a real e a digital. Em seu meio diário, mal falava com seus vizinhos, era esquivo, grosseiro e, como todo bom acumulador, vivia entre sacos de lixo. 

No entanto, no Facebook, sua história era diferente: tinha 3.500 amigos e publicava conteúdos bem humorados constantemente. No começo de abril morreu solitário em sua casas e ninguém reclamou seu corpo.

Os bombeiros encontraram José morto entre uma montanha de lixo. Em sua sepultura não há nome nem cruz, só o número 113 assinala seu lugar em uma vala comunitária de beneficência localizada em Vigo, Espanha, onde ele nasceu.

2 de mai de 2016

Criança transgênero está levantando discussões sobre legislação do uso de banheiros nos EUA

  • Se a menina da foto acima fosse sua filha, você se sentiria confortável em mandá-la usar o banheiro masculino?

Esta é justamente a questão levantada por Meg Bitton, uma fotógrafa norte-americana. Fato é que, ela se põe extremamente contra uma nova legislação criada na Carolina do Norte, que insiste que a comunidade transgênero deve usar o banheiro que reflete ao gênero descrito em sua certidão de nascimento.

A menina da foto em questão, é Corey. Uma jovem modelo de 14 anos que se identifica como do sexo feminino. Com a permissão dos pais da garota, a fotógrafa postou a foto juntamente com uma mensagem que ela espera fazer com que as pessoas entendam como a lei é controversa.

“Ela nasceu com a anatomia masculina, mas se identifica como mulher. Sob as novas leis, ela seria forçada a usar o banheiro dos homens. Portanto, eu não me sentiria confortável em mandá-la para o banheiro masculino, se ela fosse minha filha. Sejam justos. Sejam amáveis. Sejam empáticos. Tratem os outros como você gostaria de ser tratado“.

1 de mai de 2016

Importante monge budista morto em 2012 tem corpo mumificado como estátua de ouro

Quatro anos após a sua morte, o corpo de Fu Hou, um respeitado monge budista chinês, foi transformado em uma grande estátua de ouro.

Fu Hou morreu em 2012 depois de passar a maior parte de sua vida no templo Chongfu, em uma colina na cidade de Quanzhou, no sudeste da China. Assim, o templo decidiu mumificar o homem, devido a sua devoção ao budismo, e servir como uma fonte de inspiração para os diversos seguidores da religião.

Essa prática é reservada apenas para homens considerados santos e em algumas regiões com fortes tradições budistas. Nesse caso, Fu Hou era praticante da religião desde os 13 anos e dedicou toda a sua vida a ela, até morrer com a idade de 94.

Nascido em 1919, em Jinjiang, na província de Fujian, ele era considerado por seus discípulos como um homem maravilhoso enquanto pregava, e também muito quieto, já que praticava meticulosamente sua crença. Fu Hou teve pouco contato com o mundo exterior, sendo muito respeitado pelos monges mais jovens e reconhecido pelo coração compassivo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails