5 de out de 2013

Mulher 'Apaixonada por esqueleto'

  • Sueca de 37 anos era acusada de perturbar a paz dos mortos

Não pense que você é estranho, pois sempre haverá alguém pior.

Um tribunal de Gotemburgo (Suécia) anunciou nesta segunda-feira (17) que uma sueca de 37 anos que foi presa acusada de comprar e vender partes de esqueletos humanos e de usá-los para jogos sexuais ficará em liberdade condicional.

Segundo o jornal "Aftonbladet", a mulher também que passar por tratamento psiquiátrico, apesar de exames anteriores não indicarem nenhum problema. Durante o julgamento no mês passado, ela negou os crimes e disse que seu interesse não era sexual, mas científico.

A promotoria queria que a mulher fosse condenada a pena máxima (dois anos) por perturbar a paz dos mortos. No entanto o tribunal destacou que não foi possível comprovar que os esqueletos eram usados ​​para fins sexuais.

Quando foi presa há três meses, a polícia encontrou em seu apartamento em Gotemburgo vários crânios e outros restos de esqueletos humanos. As provas incluíam também fotos da mulher com os restos, algumas em sua cama.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails