30 de mai de 2015

O número de mortos na preparação para o Mundial do Qatar 2022 é alarmante

Enquanto a FIFA é investigada pelo FBI por corrupção e o mundo questiona seriamente a legitimidade dos anteriores e seguintes campeonatos mundiais (já que Rússia e Qatar teriam sido eleitos através de subornos) numerosos trabalhadores estão morrendo nas condições desumanas do projeto do Qatar 2022. 

O caso é que o mesmo questionamento que está sendo feito ao Qatar sobre o clima e seu efeito nos jogos em relação a condição física dos jogadores pode ser feito a respeito da força trabalhista.

À impressão negra dos dirigentes da FIFA, investigados por lavagem de dinheiro e tráfico de influências, devem ser adicionadas as centenas de trabalhadores, majoritariamente imigrantes de diferentes partes da Ásia, que trabalham em condições precárias com temperaturas insuportáveis que morreram no Qatar construindo a infra-estrutura para um Mundial absurdo, ecologicamente aberrante e um delírio de dinheiro.

O Washington Post realizou este infográfico comparativo entre os diferentes torneios e o número de mortes nas construções. O número é simplesmente assustador.

29 de mai de 2015

Segundo os cientistas, beber vinho antes de ir para a cama ajuda a perder peso

De todas as bebidas alcoólicas, o vinho é uma das mais antigas e com mais história. Não só é consumido em horas de lazer e atividades sociais, senão que é um elemento importante em alguns rituais religiosos. 

Conquanto existem vinhos para todos os gostos e cada pessoa gosta de um tipo diferente, a bebida em si é praticamente universal e tem reconhecidas características que fazem bem a saúde, quando consumido de forma moderada. Características as quais se junta agora a perda de peso.

Aparentemente o vinho pode reduzir os desejos por alimentos doces ou altos em gorduras que algumas pessoas sofrem durante a noite. Segundo Linda Monk, sua insuportável ansiedade por consumir doces após o jantar desapareceu quando começou a tomar uma taça de vinho após a refeição e antes de ir à cama.

Cientistas da Universidade de Harvard estudaram uma amostra de 20 mil mulheres durante um longo período de mais de 13 anos e concluíram que aquelas que bebiam uma média de duas taças de vinho ao dia reduziam significativamente suas probabilidades de ficarem obesas, bem como padecer de algumas das doenças relacionadas.

28 de mai de 2015

Bilionário misterioso transforma Boeing 747 em 'mansão que voa'

  • Reforma custou R$ 2 bilhões e levou três anos para ser concluída

Um bilionário misterioso transformou um Boeing 747 em uma legítima "mansão" que voa.

A reforma da aeronave custou o equivalente a R$ 2 bilhões e levou três anos para ser concluída. O avião inclui dormitórios, um restaurante e até mesmo uma zona VIP para relaxar.

O Boeing 747 pode transportar normalmente até 600 pessoas, mas o modelo foi customizado para atender prioritariamente uma única pessoa.

Imagens cedidas à BBC Brasil pela Greenpoint Technologies, empresa responsável pelas modificações, mostram o interior do avião, que se assemelha a um hotel cinco estrelas.

A aeronave possui uma suíte master, um "aeroloft" com um quarto para oito camas e uma grande sala de jantar, com uma cozinha adjacente.

27 de mai de 2015

Cientista cria bioconcreto que pode ser reparado com bactérias

  • Espécie de bactérias que reage com pH alto e água é a base do experimento


As reformas em casa ou no escritório são o pesadelo de muitas pessoas. Mas a bagunça, a sujeira, o barulho e o estresse aparentemente acabaram. Pelo menos uma parte deles. Cientistas holandeses criaram um tipo de concreto que possui a capacidade de se “consertar” sozinho.

O produto consiste em uma mistura de bio-concreto e bactérias. Ao entrar em contato com a água, os micro-organismos ficam ativos e se alimentam de lactato de cálcio, substância presente no concreto. O cálcio, o oxigênio e o dióxido de carbono resultantes da alimentação fecham pequenas rachaduras e furos.

26 de mai de 2015

As pessoas que dizem viver sem comer merecem algum respeito?

De uns tempos para cá proliferou o número de pessoas e inclusive grupos ou seitas que afirmam que são capazes de sobreviver sem comer nada. 

Alguns diretamente se alimentam de sol e uma das principais líderes deste movimento, chamado respiratorianismo, é Ellen Greve, que segundo afirma vive só do sol e do ar desde 1993. Contudo, nunca conseguiu demonstrá-lo sob condições controladas: segundo ela, não podia agüentar sem comer porque o ar estava contaminado.

As religiões também fomentam casos de indivíduos que viveram muito tempo sem comer. Refeições sobrenaturais como o da alemã Teresa Neumann, que desde os 25 anos até sua morte só ingeriu a eucaristia. A Igreja católica registrou este fato como milagre.

Entre os hinduístas também afirmam que, através da meditação, é possível viver sem comer, como Prahlad Jani, que garante que há 76 anos não ingere nenhum alimento.

25 de mai de 2015

‘Isso não é um bebê. É um aborto!’

  • A tragédia de bebês nascidos vivos durante a prática do aborto
DEVO ADVERTIR QUE PRECISA DE MUITO ESTÔMAGO PARA LER A MATÉRIA TODA


Quando uma representante da Planned Parenthood testemunhou contra um projeto de lei da Flórida que defendia bebês nascidos vivos durante abortos malsucedidos, ativistas pró-aborto reclamaram que este cenário não era real. Situações como essas, no entanto, têm acontecido desde que o aborto se tornou legal nos Estados Unidos. Um número considerável de funcionários de clínica de aborto, médicos e ex-aborteiros tem quebrado o silêncio e falado sobre essas crianças a quem foi negada assistência médica depois do parto.

No livro The Ambivalence of Abortion ["A Ambivalência do Aborto"], a autora pró-aborto Linda Bird Francke recolheu o depoimento de várias pessoas envolvidas na indústria do aborto. Ela cita uma enfermeira, que conta a seguinte história:

" Tivemos um salino (tipo de aborto) que nasceu vivo. Eu corri para a enfermaria e pus aquilo em uma encubadora. Chamei o pediatra para ajudar, mas ele se negou. 'Isso não é um bebê. É um aborto!', ele disse."

Embora o destino da criança não tenha sido revelado, é praticamente impossível que ela tenha sobrevivido sem assistência médica às lesões fatais de um aborto salino.

24 de mai de 2015

Al Hajjarah, a cidade da Idade Média com edifícios de vários andares

A gente tem costume de pensar que os prédios são algo da era moderna? Mas nada mais equivocado e esta cidade da Idade Média é um exemplo disso. 

Os lugares onde eram alçadas as cidades, não por casualidade, eram escolhidas em função de questões estratégicas e comerciais que asseguravam sua proteção e prosperidade. Aproveitando os acidentes geográficos naturais, como rios, golfos, estuários, cordilheiras e despenhadeiros, os senhores alçavam suas fortalezas e muralhas.

O problema destas cidades fortificadas é que quanto maior era a riqueza do lugar, maior era sua população e menor o espaço para seus cidadãos. Sem poder crescer e expandir-se na largura ultrapassando a proteção das muralhas, os cidadãos tiveram que criar novos tipos de construções. A construção vertical converteu-se na solução e assim nasceram os precursores dos modernos blocos de apartamentos e arranha-céus.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails