31 de jul de 2011

Cirurgia cura homem que ouvia movimento dos olhos

  • Stephen Mabbutt escutava sons de seu corpo, mas tinha dificuldade em ouvir mundo ao seu redor
Um homem que sofria de uma condição médica que fazia com que ele ouvisse seus próprios olhos se movendo no globo ocular foi curado após uma cirurgia pioneira.

Stephen Mabbutt , de 57 anos, de Charlton, no condado de Oxfordshire, Inglaterra, também ouvia os batimentos do seu coração e tinha cada vez mais dificuldade em ouvir o mundo ao seu redor.

O otorrinolaringologista Richard Irving fez o diagnóstico da Síndrome de Deiscência de Canal Semicircular Superior (SDCSS), uma condição rara, descrita pela primeira vez na literatura médica em 1998.

Os sintomas começaram há seis anos, quando Mabbutt sentiu uma dor no lado da cabeça.
Diferentes clínicos gerais trataram o paciente com antibióticos e remédios para o nariz, mas seu estado continuava piorando, e ele passou a apresentar novos sintomas: Mabbutt ouvia ruídos altos que provocavam tontura, e sua visão pulsava de acordo com o ritmo de sua fala.


"Quando levantava a voz, ela reverberava na minha cabeça e a vibração fazia minha visão tremer", contou.
"No final, eu podia ouvir meu coração batendo e os olhos se movendo no globo ocular. Aquilo atrapalhava a minha concentração."

Condição rara

Após alguns exames, um especialista constatou que o paciente apresentava perfurações no canal semicircular superior, dentro de seu ouvido.
Os canais semicirculares não têm função auditiva, mas são importantes na manutenção do equilíbrio do corpo. São pequenos tubos circulares que contêm líquido e estão situados no labirinto posterior, em cada lado da cabeça.

Um segundo especialista, Richard Irving, da Birmingham Ear Clinic, no oeste da Inglaterra, identificou a condição como a rara SDCSS.

"Na Grã-Bretanha, talvez haja uma incidência anual de um caso em cada 500 mil habitantes", disse Irving à BBC.

"Os sintomas incluem perda de audição e problemas de equilíbrio, provocados principalmente por barulhos altos ou mudanças de pressão na cabeça."

"Tive um paciente que caía toda vez que tinha um acesso de riso", contou o médico. "Você ouve todos os barulhos internos do corpo de forma muito alta."

Ele agregou que "os músculos que movem os olhos estão conectados aos ossos do crânio, e quando se movem há um atrito. Alguns pacientes, à medida que seus olhos se movem de um lado para o outro, ouvem o som resultante do atrito".

"Isso destrói sua qualidade de vida", disse Irving.

Os cirurgiões fizeram uma incisão de 5 cm atrás da orelha do paciente e perfuraram seu crânio para chegar ao canal semicircular superior, dentro dos ouvidos. Usando amostras de osso retiradas do paciente, os especialistas fecharam as perfurações.

A vida de Mabbutt se transformou.

"Eu tinha esperanças de que alguém descobrisse qual era o problema", ele disse. "Ficava deprimido, sem saber o que eu tinha e se havia uma cura. Hoje, estou ótimo. A diferença é incrível."

. . . .

Um comentário:

RafaGonça disse...

Antes de ler o texto,suspeitei que fosse algum tipo raro de sinestesia...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails