24 de ago de 2012

Facequíni vira moda em algumas praias chinesas


  • Um acessório estranho e muito bizarro

Cada dia me surpreendo com esses orientais, as coisas que eles fazem e criam é de chocar qualquer mortal. Veja esse exemplo que achei no blog Metamorfose Digital.

Veranistas costumam usar protetor solar e guarda-sóis para se certificar de proteger a pele da radiação ultravioleta do sol, reduzindo as queimaduras solares e outros danos à pele, mas na China eles usam um troço muito esquisito que pode ser traduzido como "facequíni", uma máscara que faz algumas banhistas parecerem aqueles estranhos lutadores mexicanos, que tem o objetivo de evitar o bronzeado, já que, ao contrário do nosso país, não é considerado algo esteticamente belo.

Ainda que o facequíni tenha se tornado uma das últimas tendências das praias chinesas, a máscara bizarra já era usada há pelo menos uns cinco anos. Agora, fotos de veranistas da região Qingdao usando o acessório bizarro se tornaram virais em sites de redes sociais chinesas e foram finalmente publicados por agências ocidentais de fotos e sites populares de compartilhamento de informações como o reddit.


O item de vestuário bizarro é feito de tecido elástico, cobre toda a cabeça de uma pessoa e pescoço até a clavícula e tem furos cortados para o pescoço, nariz e boca. Parecem um pouco assustadores, mas seus usuários dizem que, aparentemente, é um preço muito pequeno a pagar para proteger-se de ter um bronzeado quando vão a praia.

A pele branquinha ao estilo omo total é considerado um sinal de beleza na China. Os chineses têm inclusive um velho ditado que traduz este gosto: "Pele branca cobre até cem feiúras". Assim, as mulheres fazem qualquer loucura para se certificar que sua pele permaneça branca como leite durante os quentes meses do verão, e o facequíni é apenas uma das coisas que usam.

Não é incomum ver gente na praia, sob o sol escaldante, usando trajes emborrachados de natação de corpo inteiro ou de blusas de malha de manga longa. A máscara tornou-se tão popular que em Qingdao, os vendedores criaram coleções de facequíni regulares, com dezenas de cores disponíveis, buracos diferenciados para o tamanho e posicionamento do olho.

Mas, ao que parece, o marketing local já achou outras utilidade para esta marmotice e vendem o produto facequíni não só para proteger seus usuários dos raios UV, senão que também para repelir outros incômodos como medusas e tubarões. Um vendedor diz que os facequínis de cor laranja mantêm os tubarões bem longe porque temem essa cor.

















. . .

Um comentário:

Linguiça ecolida! disse...

Mas que coisa horrível! como já não bastasse os filmes nojentos de monstros, agora aparece um monte de camisinhas humanas, escrotices do oriênte...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails