25 de fev de 2015

Escâner revela uma múmia de 1000 anos dentro de uma antiga estátua budista

Isto não é uma estátua, é um monge disfarçado de estátua, um monge mumificado. 

Esta incrível descoberta foi revelada por uma tomografia computadorizada realizada pelo Dr. Reinoud Vermeijden em uma estátua budista do século XI ou XII, que em seu interior oculta a múmia de um antigo monge chinês budista cujos órgãos foram substituídos por antigos pergaminhos chineses.

A múmia é parte uma exposição temática no Drents Museum da Holanda, que pela primeira vez é mostrada fora da China e aparentemente trata-se de um antigo mestre budista da escola chinesa de meditação chamado Liuquan, que viveu ao redor. Acham que o monge poderia ter realizado a árdua prática de auto-mumificação.


Diferente do outro monge mumificado, encontrado dias atrás na Mongólia, que supostamente jaz num estado de perpétuo samadhi, ainda vivo; este monge por trás da máscara está evidentemente morto. De qualquer forma a peça resulta excitante e é prova da serendipidade museográfica.





Fonte





. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails