20 de abr de 2015

Garoto de 10 anos afirma ser a reencarnação de um ator de Hollywood de 1930

Nem as pessoas que trabalham na indústria do cinema estão cientes de quem foi um ator de Hollywood que virou agente chamado Marty Martin, por isso é um pouco desconcertante que Ryan, um garoto de 10 anos, esteja tão familiarizado com a vida do homem e do seu trabalho. 

Na verdade, Ryan é capaz de recontar descrições vívidas e incrivelmente precisas do ator e da época em que viveu, descreve até mesmo fatos que nunca foram documentados. E ele é capaz de fazê-lo porque diz ser a reencarnação do próprio Martin!

Ryan, que vive em Muskogee, no estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, nasceu de pais batistas em 2005. Quando tinha apenas quatro anos de idade, começou a ter pesadelos que seus pais não faziam a mínima idéia de como cessar. Ele costumava falar sobre o seu coração explodindo, e de Hollywood, um lugar que fica a mais de 2.200 quilômetros de distância de Oklahoma. Depois de um ano, Cyndi disse que Ryan confidenciou a ela sobre sua reencarnação.


- "Ele disse: 'Mãe, tenho algo que preciso te contar. Eu costumava ser outra pessoa'", disse ela. Sendo uma Batista fervorosa, a primeira reação de Cyndi foi negar tudo e esconder o fato de seu marido, mas ela ficou curiosa de como Ryan revelava mais e mais detalhes de sua vida passada, especialmente porque ele chorava e implorava para que sua ela o levasse para casa.

- "Suas histórias eram tão detalhadas e extensas, que mesmo sendo uma criança com imaginação muito fértil não tinha como inventar tudo aquilo", disse Cyndi.

Ryan falou longamente sobre Hollywood, seus cinco casamentos, férias na Europa, suas antigas casas, e sua carreira como ator e agente. Na tentativa de entender o que ele estava falando, Cyndi conferiu livros sobre Hollywood em uma biblioteca e mostrou ao filho. E foi assim que eles tiveram um primeiro avanço: quando Ryan viu as fotos do filme "After Night", de 1932, estrelado por Mae West, ele prontamente disse: 

- "Esse sou eu!", disse à sua mãe, enquanto apontava para a foto de um figurante. A família mais tarde descobriu que o homem da foto era o ator Marty Martin, que após fazer algumas aparições em filmes, desistiu da carreira de ator e se tornou um influente e milionário agente.

Armado com um rosto para combinar com as memórias bizarras de Ryan, Cyndi reuniu forças para se aproximar de um profissional para ajudá-los. Ryan agora é paciente  do Dr. Jim Tucker, um psiquiatra infantil altamente respeitado da Universidade da Virginia, com experiência em estudar crianças que afirmam se lembrar de vidas passadas.

- "Esses casos exigem uma explicação", disse Tucker. - "Nós não podemos apenas escrevê-las ou explicá-las apenas como uma espécie de coisa cultural normal".

Embora tenha lidado com centenas de casos parecidos, o Dr. Tucker disse que há algo muito diferente e especial sobre Ryan. Ele diz que as descrições incrivelmente detalhadas do menino e alegações precisas que correspondem com a vida de Martin são verdadeiramente notáveis.

- "Se você olha para uma foto de um cara em um filme, sem nenhuma indicação de quem ele é, eu acho que a maioria de nós -para não dizer a totalidade-, jamais iria identificar um tal de Marty Martyn, muito menos dar destalher sobre a sua vida", disse Tucker. - "No entanto, Ryan forneceu muitos detalhes que realmente se encaixam perfeitamente com a vida de Martin".

Com a ajuda do Dr. Tucker, os pais de Ryan falaram com um arquivista de cinema, que os colocou em contato com uma das filhas de Martin. E quando falaram com ela, descobriram que todas as histórias de Ryan congeriam: 55 de suas declarações combinavam perfeitamente com a vida do atorn. O menino foi capaz de citar com precisão a rua onde morava e os nomes de seus filhos, irmãos e ex-esposas.



A revelação mais chocante veio mais tarde, quando Ryan perguntou em tom de desabafo ao Dr. Tucker, durante uma sessão, por que Deus tinha permitido que ele morresse aos 61 anos de idade, apenas para ser reencarnado como um bebê. Esta afirmação entrou em confronto com os registros oficiais, o atestado de óbito de Martin afirmava que ele morreu com 59. Mas, então, o Dr. Tucker verificou dados de relatórios de censos antigos e descobriu que o atestado estava incorreto, não Ryan!


Conforme vai crescendo, as memórias de Ryan sobre a vida de Martin estão começando a desaparecer. Mas o Dr. Tucker conseguiu registrar tudo o que o rapaz falou sobre sua vida passada. A história completa é parte de seu livro sobre 2.500 casos, que ele estudou ao longo dos anos, chamado "Return to Life".

Fonte




. . .

Um comentário:

william haddad disse...

ASSOMBROSO

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails