26 de dez de 2010

A verdade sobre as Gueixas

  • A palavra “gueixa” significa “pessoa que vive das artes”

O termo ¨gueixa¨ ainda traz muita confusão para a maioria das pessoas, então aqui posto um texto afim de esclarecer alguns aspectos sobre as gueixas, que são um ícone importantissímo na cultura japonesa.
É quase impossível deixar de associar a imagem das gueixas, com aquelas mulheres maquiadas de branco e vestidas em trajes típicos, com o Japão. A palavra “gueixa” significa “pessoa que vive das artes”. Essas mulheres estudam a tradição milenar japonesa e utilizam elementos artísticos para entreter seus convidados.


Para isso, recitam versos, tocam instrumentos musicais, contam histórias, conversam sobre diversos temas, etc. É muito comum, até mesmo dentro do próprio Japão, que as gueixas sejam confundidas com prostitutas de luxo, o que não é verdade. O trabalho dessas mulheres não compreende o sexo, uma vez que as mesmas são artistas.

A maior parte dos clientes de uma gueixa são homens mais velhos e que possuem grande admiração pela cultura japonesa. As gueixas transmitem a idéia de uma mulher perfeita, fazendo com que seus clientes se sintam valorizados e atraentes. Entretanto, ser cliente de uma dessas artistas é um privilégio apenas para indivíduos da elite: grandes empresários, políticos, famosos, etc.

Para se tornar uma gueixa, a mulher precisa passar por um extensivo treinamento iniciado por volta dos 13 a 15 anos de idade. 

Nas épocas de recessão econômica, muitos pais vendiam suas filhas para as casas de gueixas (chamadas de okiya). Hoje em dia, as jovens escolhem se querem seguir esse caminho da mesma forma que optam por uma profissão.

Embora esses artistas sejam importantes para manter viva a tradição e a cultura japonesa, o número de gueixas diminuiu grandemente ao longo dos anos: no início do século passado havia cerca de 80 mil gueixas no Japão, hoje estima-se que existam apenas 2 mil.





  • Conheça mais sobre as Gueixas:




. . . .

8 comentários:

Anônimo disse...

mto interessante, pensava que eram prostitutas

Anônimo disse...

Eu tbm pensava isso.. e olha q eu sou japonesa

Mrs. Magma disse...

Ah, eu já sabia que não eram...
Mas desde o japão feudal já era comum que as gueixas se tornassem amantes de seus "mestres", e também era costumeiro que a virgindade fosse leiloada para a quitação das dívidas com a okiya. =P

Carol Murad disse...

Não são prostitutas, e tb não atendem só homens. É verdade q p/ ser atendido por uma gueixa vc tem q fazer parte de um grupo seletíssimo, mas elas atendem mulheres e até crianças tb. Vejam: http://www.culturajaponesa.com.br/htm/gueixa.html

Bertolucci disse...

Obrigado pela contribuição de informação CAROL MURAD.


EDITOR DA MIB

Carol Murad disse...

Bertolucci, disponha! ;)

Fernanda disse...

Boa matéria! Já pensou em divulgar seus posts também no http://www.plik.com.br ? Dá para fazer login via twitter ou se cadastrando no site apenas com seu nome e e-mail, e é super fácil de postar seus resumos de artigos lá! Espero que goste. Bj! Fernanda

Anônimo disse...

Ola, curtam e taram bom conteudo sobre o japao https://www.facebook.com/pages/Cultura-Japonesa/271943272971588?ref=hl

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails