31 de ago de 2011

Calígula: um vida de orgias, loucuras e ódio

  • Um homem que experimentou a loucura como forma de vida

Calígula assumiu o trono após a morte de Tibério, seu avô adotivo. Alguns dizem que sua morte foi ordenada pelo próprio Calígula que colocou um guarda para sufocá-lo com um travesseiro.
Sua ascensão foi aplaudida por todo o império, e por sete meses ele foi muito amado por todos. Ele chamou de volta vários soldados exilados por Augusto e Tibério, e deu a todos bônus do exército.

Ele ficou muito doente, em outubro do ano 37, atingido por uma misteriosa doença. Philon culpou sua vida extravagante com muita comida, vinho e sexo. Depois de recuperado da doença, transformou-se talvez no personagem mais terrível da história.
Ele começou a ordenar a morte de todos aqueles que não concordavam com ele, mesmo em questões menores. Ele exilou a esposa e proclamou-se um deus, vestindo-se como Apolo, Hércules ou Vênus! Ele pediu que todos ao seu redor o tratasse, como uma divindade.


Quando era jovem, ele foi informado que ele não seria o rei até que realmente conseguisse caminhar sobre a água. Para resolver esta questão ele construiu um ponte flutuante sobre a baía de Nápoles, e atravessou sobre as águas dia e noite, para organizar orgias sexuais à luz de velas.
Ele tentou fazer de seu cavalo o cônsul e solicitou a um sacerdote um estábulo de mármore a ser construído, para que Incitatus pudesse reinar.

Uma vez no Circus Maximus, onde os jogos eram para criminosos, imediatamente antes de entrarem na arena dos leões. Ele ordenou que as cinco primeiras filas de espectadores fossem levados para a arena, o que aconteceu. Várias centenas de pessoas foram comidos e dilacerados apenas para sua diversão.
A tortura favorita de Calígula era cortar suas vítimas com uma serra e gostava também de mastigar os testículos de suas vítimas, sem separá-los do corpo dos torturados.

Um homem que o insultou foi executado junto com toda a sua família na frente de uma platéia. Homem e mulher foram mortos em primeiro lugar, em seguida, o filho mais velho e assim por diante, até que chegar a uma garota de 12 anos, ela começou a chorar histéricamente depois do drama muitos se compadeceram. Um homem na platéia gritou que a menina era virgem e devia ser poupada, o imperador mandou o carrasco estuprá-la e depois estrangulá-la, o que aconteceu.
Ele fez sexo em público com três de suas irmãs, inclusive em banquetes.

Calígula acabou sendo morto por vários senadores, em um momento em que saia do Circus Maximus. Seu corpo foi deixado na rua para apodrecer e ser comido por cães. Seu reinado de terror durou por quatro anos.


. . . .

14 comentários:

Anônimo disse...

El Rafaelito:
Eu recomendo que assistam caligula!

Ele tem um lado muito importante que é informativo, ele se passou na mesma época de cristo na roma pagã!

Isso para nos vermos como realmente era as ideias do povo naquela época. Eles cultuavam a deus venus e achavam que através do hedonismo ficavam próximo dela.

Não sei se Jesus tentou tirar os habitos deles ou apenas pregar um novo deus.

O fato é que a igreja naum nos conta mas enquanto jesus pregava era todo mundo fornicando.

Era comum ver soldados praticando sexo gay.

O que me leva a crer que dificilmente jesus não praticasse também!

O que o povo alienado de hoje não entende é que o que é feio hoje nem sempre foi assim.

Um exeplo é o próprio tabaco, que hoje é proibido de publicar anuncios mas a 30 anos atrás era sinonimo de status.

Na época que caligula passa, os remédius eram ópio e até mesmo a cannabis.

Impossivel que Jesus em seus 33 anos de vida nunca tenha se machucado ou ficado doente.

Seria jesus um usuário?? Absurdo? Tampouco. Na época era o certo a fazer!

Não duvido que moises não estivesse locão e naum inviajou a historia do mar vermelho pra contar em suas peregrinações em volta de uma fogueira regada a muito vinho e muita erva.

Anônimo disse...

Depois do post do amigo aí... Descobri que não tenho a mente aberta. Rs

Lombra disse...

Excelente post.

O primeiro anônimo só escreveu merda.

Victor disse...

Eu acho que o primeiro post foi exagerado demais, e também acho que o Lombra é um cristão fervoroso que não aceita visões alheias, tornando-o uma pessoas ignorante.

Anônimo disse...

So tem troll nessa bosta! Vtnc!

Anônimo disse...

Exagerado nem um pouco!

Vocês colocam um cabresto e soh acreditam nas babozeiras que esses crentes falam.

Eu vi uma vez um cientista falando isso na Discovery, ou seja, o anonimo ai em cima tem alguma instrução.

E 90% do q ele falou ja foi provado. Só q ele pegou pesado na maneira de falar isso.

Quem ficar contra o que ele disse é bitolado.

Eu aceito como ponto de vista e até como informação. Procurem se informar também!

Boa Rafaelito!!!

Bertolucci disse...

Como fiz faculdade de história posso falar do assunto. O anônimo está quase certo nas indagações dele. Sim, existia o fumo, o vinho e a putaria. O sexo era livre mesmo, o homossexualismo era visto como algo normal nessa época.

Uma vez li um livro na faculdade para fazer um seminário que falava justamente da putaria que rolava na Grécia e em Roma, não lembro direito o nome do livro (faz muito tempo isso), mas era algo como O SUBMUNDO GREGO, e as orgias promovidas nessa época eram tão pesadas que nenhum filme conseguiria mostrar o que realmente acontecia nessas festas. Lembro da sensação que fiquei depois dessa pesquisa. Isso me marcou profundamente.

O filme Calígula retrata um pouco disso e mostra a mente doentia desse cara.

Agora, sobre Jesus, o anônimo falou algo que ele gostaria que tivesse acontecido. Não existe nenhum registro que mostre Jesus fumando maconha ou praticando o homossexualismo. Aí já ta pegando pesado demais.

EDITOR DA MIB

Anônimo disse...

Ele foi hipotético! E além do mais a censura vem mudando a historia ao longo da vida! Era normal e todo mundo usava, agora por que hoje eh "feio" jesus naum pode ter feito. Fala sério!

Anônimo disse...

Quanta ignorância.Acho que os problemas das pessoas é questionam demais coisas que não se precisa questionar. Alias tudo começou com os burros do Adão e EVA que quiseram ser teimosos e desafiar a ordem divina.

Anônimo disse...

Como que Jesus praticou sexo se ele pregava que deveria ser só depois do casamento e ele não casou?
Não sou porra nenhuma,apenas acredito que Jesus é a verdade.

Anônimo disse...

Vocês são é patéticos isso sim!!!

E a próprio livro gênesis eh uma putaria sem fim!

Vamos tapar os ouvidos quando um teologo cetico fala!

Vamos fechar os olhos pra naum ver o que o Rafaelito escreveu!

Vamos chamalo de bobo, feio e com cara de melão!

Já que somos religiosos estupidos e marionetes dessa farça de 2 mil anos!!!

Anônimo disse...

Incrivel como tem ateuzinho de internet falando abobrinha aqui.

Bala disse...

"O que me leva a crer que dificilmente jesus não praticasse também!"
Todo mundo tem o direito de ter opiniões que não precisam coincidir com as crenças religiosas. Mas para isso é necessário um mínimo de critério e capacidade. Alguém bem informado deveria considerar o personagem histórico e seu papel social, mesmo discordando do "personagem religioso". Uma afirmação como essa é fruto de uma total ignorância em torno dos fatos, em torno da personalidade e do papel público de Jesus. Chego a achar que se trata de um débil mental. E provavelmente seja...

Anônimo disse...

Bela tem razão.
mesmo discordando ou não gostando de um personagem da historia da humanidade, não devemos fazer indagaçoes baseados na parte doentia de nossa cabeça.
assiti eo filme caligola e ja li a seu respeito tambem, em nada concordo com o reinado dele, mas mesmo assim achei ele um personagem intrigante e interessante. sou evangelico, não crente ou cretino, Jesus era homem e era Deus, isso é fato, o homem morreu na crus por nós mas ao terceiro dia ressucitou com corpo incorruptivel permanecendo Deus para todo o sempre.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails