20 de out de 2011

Cancêr de Próstata a doença que progride com o machismo

Matérias MIB - A maior preocupação que os homens devem ter

  • O QUE É?

O câncer de próstata (CP) é o tumor mais comum em homens com mais de 50 anos de idade. Com os progressos da Medicina e de outras áreas que interferem com a saúde, espera-se para as próximas décadas uma população cada vez maior de homens atingindo faixas etárias bem superiores àquela. 

Conclui-se, portanto, que mais casos de CP serão diagnosticados. 

Atualmente, existem no país diversas campanhas de detecção precoce dessa neoplasia (câncer).




  • COMO SE DESENVOLVE?

A próstata é uma glândula localizada próximo à bexiga cercando a uretra na sua porção inicial. As secreções prostáticas são o maior componente do líquido seminal (ou esperma).

A origem do CP é desconhecida, entretanto, presume-se que alguns fatores possam influenciar o seu desenvolvimento.

Entre eles, o fator genético, visto a incidência desta neoplasia ser maior em familiares portadores da doença. A presença de CP em parentes do primeiro grau aumenta a probabilidade de diagnóstico desse câncer em 18%.

O fator hormonal é bastante importante, pois essa neoplasia regride de maneira significativa com a supressão dos hormônios masculinos (por exemplo, castração). Pesquisas feitas em ratos tratados cronicamente com testosterona mostraram o desenvolvimento do câncer de próstata nesses animais. A testosterona não é indutora de câncer, entretanto, em homens já com a neoplasia ou com predisposição, a testosterona estimularia o seu crescimento. Por outro lado, o CP não ocorre em eunucos.

Ultimamente, tem se dado muita atenção ao fator dieta. Dietas ricas em gordura predispõem ao câncer e as ricas em fibras e tomate diminuem o seu aparecimento. Baseados em levantamentos epidemiológicos em áreas geográficas de maior incidência de CP notou-se que dietas ricas em gordura aumentam os riscos de seu aparecimento. Talvez por interferência no metabolismo dos hormônios sexuais, várias outras substâncias estão sob investigação como as vitaminas, o cádmio, o zinco.

Doenças venéreas não tem relação com o CP embora o herpesvírus tipo II e o citomegalovírus induzam transformações carcinogenéticas em células embrionárias de hamster (pequeno animal de experimentação).

O fator ambiental é alvo, também, de investigação. Populações de baixa incidência de CP, quando migram para áreas de alta incidência, apresentam um aumento na ocorrência de casos. Fumaça de automóveis, cigarro, fertilizantes e outros produtos químicos estão sob suspeita.


  • O QUE SE SENTE?

Nas fases iniciais nada se sente. O tumor somente é detectado em exames clínicos e laboratoriais de rotina que são:

  • o toque retal e
  • a dosagem do antígeno prostático específico ou PSA.

Nos casos de CP sintomático, o paciente se queixa de dificuldade para urinar, jato urinário fraco, sensação de não esvaziar bem a bexiga, ou seja, sintomas de obstrução urinária. Sangramento na urina pode ser uma queixa, embora mais rara.

O paciente pode manifestar dores ósseas como sinal de uma doença mais avançada (metástases).

Anemia, perda de peso, adenopatias (ínguas) no pescoço e na região inguinal podem também ser a primeira manifestação da doença.

  • COMO SE FAZ O DIAGNÓSTICO?

Todo o homem a partir dos 45 anos deve realizar o toque retal e dosagem do PSA, principalmente aqueles com história familiar de CP (e de câncer de mama), independentemente de sintomas. 

Em caso de toque anormal e ou PSA elevado, o paciente deverá ser submetido a uma ecografia transretal com biópsia prostática. Os fragmentos obtidos serão levados ao exame anátomo-patológico. Uma vez confirmado o diagnóstico, o tumor deverá ser estagiado. Isto significa que exames deverão ser solicitados a fim de que se possa saber se o tumor está confinado à próstata ou se já invadiu órgãos adjacentes (bexiga, vesículas seminais, reto) ou se já enviou metástases. A cintilografia óssea é o exame mais útil nessa fase e nos dá informações quanto à metástases no esqueleto.

Outros exames eventualmente pedidos são: fosfatase alcalina, tomografia computadorizada de abdômen, radiografias de tórax, radiografias do esqueleto.

  • COMO SE TRATA?

O CP pode estar confinado à próstata na forma de um pequeno nódulo, como também pode estar restrito a ela, porém envolvendo toda a glândula. O CP, além de localizado, pode estar comprometendo os limites desse órgão e invadir outros órgãos adjacentes, como as vesículas seminais ou a bexiga. Linfonodos obturadores e ilíacos são, geralmente, o primeiro estágio das metástases para depois ocorrerem metástases ósseas.

Para descrever a extensão do tumor (estadiamento) existem várias classificações (classificação de Whitmore, TNM). Além do fato extensão tumoral, é importante saber que o CP apresenta uma diversificação de células, mais ou menos malignas, que também sofrem um processo de classificação (Classificação de Gleason).

Baseado no estadiamento do tumor e de sua classificação de Gleason é que se escolhe o tipo de tratamento.

Para os tumores localizados dentro da glândula, a prostatectomia radical e a radioterapia são as primeiras opções e consideradas curativas.

Os tumores que avançam para fora da próstata, mas sem evidência de metástases, são geralmente tratados com radioterapia.

Os tumores metastáticos são paliativamente controlados com hormônios femininos, orquiectomia, drogas anti-androgênicas ou análogos do LHRH.

O tratamento do CP é muito controverso pois são muitas as variáveis:
  • idade do paciente
  • níveis do PSA
  • estágio do tumor
  • tipo histológico

Além disso, deve-se discutir com o paciente as complicações do tratamento.

Tanto a prostatectomia radical quanto a radioterapia podem deixar o paciente impotente bem como incontinente urinário.

A hormonioterapia diminui a libido e causa impotência sexual.

Deve-se considerar também a idade do paciente na época do diagnóstico e sua expectativa de vida sem a doença.

Pacientes muito idosos e com baixa expectativa de vida certamente se beneficiarão com tratamentos menos agressivos.

Problemas psicológicos e culturais fazem da orquiectomia (retirada dos testículos) um tratamento indesejado. Outras formas de terapia não têm bons resultados ou estão sob investigação, como é o caso da quimioterapia, terapia genética e fatores do crescimento.

  • QUAL É O PROGNÓSTICO?

O prognóstico depende do estádio (extensão) e grau histológico (Gleason), principalmente. Se o CP é localizado e se o paciente realizar uma prostatectomia radical, a sobrevida em 10 anos pode atingir 90%, sendo equivalente à da população normal. O índice de recorrência local após 5 anos é de 10% contra 40% da radioterapia. A radioterapia utilizada no CP localizado ou localmente avançado (fora da próstata mas sem metástases) apresenta biópsias positivas de 60 a 30% dos casos quando realizadas seis meses e dois anos respectivamente após o tratamento.

Nos casos metastáticos, o tratamento é paliativo e o prognóstico bem mais reservado.

  • PERGUNTAS QUE VOCÊ PODE FAZER AO SEU MÉDICO
  • Existe maneira de fazer o diagnóstico precoce do câncer de próstata?
  • Existe cura para o câncer de próstata?
  • Como se trata este câncer?
  • Devo operar ou não?


. . . .

9 comentários:

Bate Papo disse...

Parabéns por este artigo de ótima qualidade e utilidade, penso que os homens precisam cuidar mais da saúde e deixarem o machismo de lado.

Anônimo disse...

Quanta bobagem. Nem sabe o que é machismo o burro que fez esse post, porque se soubesse não escrevia tamanha asneira. Machismo tem a ver com ser a favor de relacionamentos, dignidade, honra, valores, ser a favor de família.
Isso aí de não querer fazer exame se chama "orgulho e medo", só isso.
Aí vem dizer que é machismo. Ora vá a pqp né? já não basta as feministas fazerem exatamente isso pra associar uma imagem ruim ao machismo, homem também fazendo é de doer as bolas né!
E agora eu pergunto: Porque não fazem mais campanhas pra combater o cancer de próstata, como fazem com cancer de mama? Mulheres são especiais e mais importantes por acaso?

Bertolucci disse...

Anônimo, vc me faz rir. Sua definição de machismo é que está totalmente equivocada. Machismo não tem a ver com valor e, muito menos, valores de família. Segundo o nosso dicionário, machismo significa: "Atitude ou comportamento de quem não admite a igualdade de direitos para o homem e a mulher". Somente isso.

Agora, no popular (que foi no sentido que utilizei), o Macho não admite determinadas "atitudes" não convencionais para homens, como: usar brincos, depilar, fazer exame de próstata porque leva dedada (sendo que essa é no último caso, pois primeiro se faz o exame de sangue, sendo necessário que se faz o toque retal), e inúmeros outros casos. Então, utilizei a expressão MACHISMO, para expor um atitude masculina por ter muito pre-conceito do assunto PRÓSTATA.

Afinal, a ignorância sobre o assunto é que é ridícula e concordo com você sobre a divulgação, realmente é muito pouco que se faz PARA HOMENS.


Sobre sua frase: "Porque não fazem mais campanhas pra combater o cancer de próstata, como fazem com cancer de mama? Mulheres são especiais e mais importantes por acaso?"


FRASE 100% MACHISTA.

CAMPANHAS PARA CÂNCER DE MAMA SÃO FEITAS PORQUE O ÍNDICE EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA SÃO MAIORES QUE A DOS HOMENS COM CÂNCER DE PRÓSTATA.

NÃO COMPARE MULHERES COM HOMENS, SE A CAMPANHA COM OS HOMENS ESTÁ MENOR, VAMOS LUTAR PARA QUE ELA AUMENTE E, PARA ISSO, NÃO PRECISA QUERER DIMINUIR A CAMPANHA DAS MULHERES. PENSE NISSO


BERTOLUCCI
EDITOR DA MIB

Anônimo disse...

NOSSA ESSE ANONIMO AI PERDEU 5 MINUTOS DA VIDA DELE FALANDO MUITA MERDA
KKKKKKKK

PARABENS PELO POST CARA
PENA QUE ISSO NAO MUDA O PENSAMENTO DE MUITO HOMEM POR AI QUE DEVERIA SE CUIDAR...

Anônimo disse...

bertolucci
um equivoco meu amigo..
cancer de prostata esta para o homem, assim como cancer de mama esta para mulher..
sao os mesmos dados epidemiologicos

Grato.

Anônimo disse...

Esse anônimo ai é desses que se encontro em qualquer buraco que prefere morrer ao fazer um exame
e ainda perde tempo justificando machismo !!!
pois eu PRESENCIEI o sofrimento que o Machismo causou num parente que se recusou a fazer o exame e quando viu era tarde demais já tinha se alastrado, amputou parte do Pênis bexiga e Testículos encarou quimio e Radioterapia e não deu certo
resultado :
Câncer 10
Machismo 0
HJ morto ele com certeza deve se arrepender !!!

Anônimo disse...

"Bertolucci disse...
Anônimo, vc me faz rir. Sua definição de machismo é que está totalmente equivocada. Machismo não tem a ver com valor e, muito menos, valores de família. Segundo o nosso dicionário, machismo significa: "Atitude ou comportamento de quem não admite a igualdade de direitos para o homem e a mulher". Somente isso."

Minha nossa, não acredito que li isso. Tu acha mesmo que machismo é só isso aí do dicionário, imbecil? Só falta tu me dizer que feminismo que é a favor de família né.
Claro que machismo é a favor de valores, família, relacionamentos. Tanto é que uma das lutas de caras como Silvio koerich, doutrinador, o fórum homens honrados, é justamente reerguer o masculino, muitos são a favor de família e honra, valores. E agora tu vem me dizer que machismo não é a favor de família, burro? ora deixe de ser ignorante caralho. Mas vejo que tu é mais uma vitima do esquerdismo, feminismo, nova ordem mundial, que bota o machismo associado a coisas exclusivamente negativas, opressor, dumal.
Vá aprender e estudar as coisas antes de distorcer e falar absurdos ! Sem mais

Bertolucci disse...

Continuo rindo de você. Patético seus argumentos, mas cada um pensa e vive do jeito que quiser. Não estou aqui para mudar seus pensamentos.

A base do machismo é a opressão contra as mulheres, sempre foi e sempre será. O que você quer falar sobre valores familiares, isso quer dizer amor, companheirismo, aprendizado e união (tudo isso sem precisar moldar o outro). Coisas que realmente quase não exitem mais nos seios familiares. Uma pena. Radicais como você enchem a Humanidade de pensamentos hostis e preconceituosos.

Amor, é a maior palavra sobre valores familiares e sobre uma boa convivência em grupo. Pelas suas palavras isso está bem distante de você, que só demonstrou agressividade, falta de educação e desrespeito aos pensamentos alheios e as definições sociais.


Não sei porque as pessoas tendem a defender seus pensamentos com agressividade, será que acham que vão mudar o mundo na porrada verborrágica?

OBS: O POST FALA SOBRE UMA DOENÇA QUE MATA HOMENS, PORQUE ESSES SÃO PRECONCEITUOSO AO EXTREMO PARA PROCURAR UM MÉDICO. SE ESCONDENDO POR DEBAIXO DE UM SUPOSTO MACHISMO, SIM MACHISMO MESMO.

Tenha uma boa vida machista, seu anônimo.

Victor Ribeiro de Andrade disse...

Meu Deus quanta besteira vejo aqui!!!!
Venho procurar informações sobre a doença pois meu pai acabou de descobrir que está com ela, leio um artigo muito bem elaborado e no final onde na minha humilde opinião deveriam ter pessoas trocando informações sobre o assunto visando enriquecer a página vejo duas pessoas medindo força impondo opiniões contrarias sobre um ponto relevante mas não principal e que deixa pessoas que realmente querem saber mais sobre o texto perplexo com tanta idiotice.
Perdoe minha sinceridade caros colegas mas aqui não é lugar dos senhores ficarem trocando elogios e se alfinetando.... Pessoas como eu estão sofrendo buscando informações sobre isso para tentar ajudar familiares e amigos que estão passando por esse problema e não são obrigadas a ficar vendo esse tipo de coisa.
Fica a dica rapaziada!!!
Que Deus abençoe vocês!!!

Related Posts with Thumbnails