13 de nov de 2011

Bandido mais caçado do Rio, "Nem" é preso em porta-malas

IMAGEM DA SEMANA
COM TANTAS LOUCURAS OCORRENDO AO MESMO TEMPO NO MUNDO, A MIB SELECIONA A IMAGEM DA SEMANA PARA VOCÊ.
TODO DOMINGO VOCÊ CONHECERÁ A IMAGEM DA SEMANA.


Nem da Rocinha foi alvo de piada em um diário popular do Rio de
Janeiro, na edição desta quarta-feira, e preso horas depois
O traficante mais procurado do Rio, Antônio Bonfim Lopes, o Nem, 35 anos, foi preso na madrugada de ontem por agentes do Batalhão de Choque da PM, que interceptaram um Toyota Corolla na saída da Rocinha.

O motorista do carro se identificou como cônsul honorário da República Democrática do Congo -a Embaixada do país nega - e alegou imunidade diplomática para evitar a revista do carro.

Os policias decidiram encaminhá-los para uma delegacia. No caminho, o trio tentou subornar os policiais. PMs afirmam que os bandidos chegaram a oferecer R$ 1 milhão para serem liberados. A Polícia Federal foi chamada e ao abrir o porta-malas Nem foi descoberto.



O traficante, chefe da facção criminosa ADA (Amigo dos Amigos), levava R$ 59,9 mil em notas de real e 50, 5 mil euros, um total equivalente a R$ 180 mil. Ele foi preso horas após a PF ter detido cinco traficantes, três policiais civis e dois ex-PMs que escoltavam os criminosos numa tentativa de fuga.

Nem e os traficantes foram transferidos em carros blindados ontem à tarde para uma penitenciária em Bangu. O governador Sérgio Cabral quer que ele seja transferido para presídio federal.

  • Bope fora

A ação, porém, ocorreu sem a participação do Bope (Batalhão de Operações Especiais). A prisão de Nem foi resultado de uma operação de inteligência com a participação da Polícia Federal.

A tropa de elite da PM foi afastada das ações na Rocinha após reuniões da Secretaria de Segurança com integrantes das polícias Civil, Militar e Federal.

Um relatório da PF indica que um major do Bope vende um fuzil para o traficante e homens do tropa "vazariam" dados sobre operações à quadrilha de Nem. Até agora, nada foi provado.

O major foi expulso, mas a corporação não abriu inquérito sobre o caso. O Bope diz que "não tem conhecimento de desvio de armas e que, se houver vazamentos eles serão investigados"

Espero que mantenham ele bem trancado e incomunicável.


. . . .

Um comentário:

Coxinha Sensual disse...

Será que é o "NEYMAR"? kkkkkkkk!!!!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails