3 de set de 2012

Kim Dotcom promete colocar a Internet de pernas para o ar


  • Declarações que deve estar deixando os políticos americanos sem sono

Depois de sua detenção e posterior bloqueio de contas e propriedades, Kim Dotcom está recuperando o controle das mesmas, com acesso ao equivalente a mais de 10 milhões de dólares, o que pode respaldar sua intenção de revolucionar a Internet com um sistema de compartilhamento de arquivos que permitiria seu acesso aos usuários sempre que os servidores não estejam alojados no EUA. O próprio Kim disse especificamente que com seu novo Megaupload vai mudar a Internet como a conhecemos hoje:

- "Este pessoal mexeu com o sujeito errado. Vou colocar este mundo de pernas para o ar. Power to the people!", disse Kim expondo o seu lado mais conhecido: o de falastrão.

O projeto de Kim Dotcom passa por configurar uma rede mundial de hospedagens web cujos servidores estejam interconectados mediante banda larga e, situados fora do território dos Estados Unidos da América, o que já nos permite intuir que o novo Megaupload seguramente não vai estar de acordo com a legislação daquele país.


Ao mesmo tempo Kim recordou de outro serviço que também vai apostar pesado, o Megabox, uma comunidade de intercâmbio musical que conecta diretamente artistas com os fãs de maneira ilimitada, gratuita e fazendo uso da nuvem, bypassando de vez as gravadoras.

Mediante essa plataforma os artistas musicais poderão ter até 90% dos ganhos dando as costas às fonográficas, que não devem estar nada felizes com este projeto, ainda mais porque alguém ali poderia ter ocorrido esta ideia, que, se prosperar, poderá minar milhões de dólares para os bolsos de Kim Dotcom.

Sabendo que no momento a opinião pública, exclusive a estadunidense, em sua maioria está apoiando Kim, o pessoal do site Torrent Freak fez uma brincadeira perguntando a ele o que faria em uma hipotética chegada à Presidência dos Estados Unidos. Aqui os 15 pontos que resumem sua proposta:

  1. Acabar com todas as guerras em que os Estados Unidos esteja envolvido tanto off quanto on-line;
  2. Fazer as pazes e negociar acordos diplomáticos com todos os 'inimigos';
  3. Deixar de interferir nos assuntos de outras nações, a não ser que peçam ajuda;
  4. Deixar de apoiar a imbecil agressão de Israel a Palestina e seus outros vizinhos;
  5. Cortar a despesa militar ao mínimo requerido para uma força de defesa;
  6. Utilizar a economia da despesa militar e outros cortes para nivelar o combalido orçamento;
  7. Deixar de enviar lixo a Marte e em lugar disso curar doenças na Terra;
  8. Buscar fontes alternativas de energias e estabelecer outras estratégias energéticas;
  9. Manter a Internet aberta, livre de censura e deixar de espiar os cidadãos;
  10. Acabar com as doações políticas para as campanhas eleitorais;
  11. Aumentar os impostos dos cidadãos com maiores rendimentos e reduzi-los aos mais pobres;
  12. Aumentar o número de salas de aula e professores e pagar melhores salários aos professores para que tenham melhores resultados;
  13. Reformar os sistemas de justiça e prisões para reduzir o número de presos;
  14. Proteger o meio ambiente e deter a poluição;
  15. Dar um jeito em todos os outros problemas.


Lógico que Kim como alemão não pode ser candidato à presidência dos Estados Unidos e nem de seu país por ter uma passado íntimo com o crime. Mas, nos serve para imaginar o que aconteceria se estas personagens tão populares quanto polêmicos se animassem a fazer política. Imagina só Dotcom à frente do governo alemão ou Assange fazendo o mesmo na Austrália? Uma reflexão em tanto!!!







. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails