1 de nov de 2012

Rod Stewart usava cocaína analmente


  • Rod Stewart publicou uma autobiografia chamada "Rod: The Autobiography" onde conta passagens desconhecidas de sua vida, entre elas a que o ex-coveiro britânico andou usando drogas via anal

OBS: EU FALEI ANALMENTE E NÃO ANUALMENTE...

Como não podia ser diferente, as chocantes revelações do cantor na biografia se tornaram manchete da imprensa internacional, com destaque no seu vício às drogas. Conta-se que por medo de causar danos as fossas nasais e a voz pelo consumo de cocaína, arranjava-as da seguinte maneira:

- "Começamos a comprar remédio em cápsulas para o resfriado nas farmácias, separávamos as duas metades, mudávamos seu conteúdo por uma pitada de pó e depois tomávamos como supositório, onde por suposto, como o corpo humano é uma coisa maravilhosa, se dissolviam sem esforço e passavam a nosso sistema nervoso". 

Stewart também relata como perdeu a virgindade com uma "dona velha e gorda" aos 16 anos numa barraca de cerveja de um festival de jazz em 1961, e como esse episódio influenciou a conhecida canção "Maggie Way".


Explica também como ele e Ronnie Wood, da banda Faces, recusaram a oferta da famosa groupie Cynthia Plaster Caster que desejava fazer uma réplica dos seus pênis, porque ficaram intimidados pelo tamanho dos exemplos mostrados, que incluíam os de Jimi Hendrix e Eric Burdon dos The Animals.

- "Obviamente, teria sido um prazer e uma honra", escreve Stewart. "No entanto, depois de vermos aquelas amostras esplêndidas e desafiantes na mesa perante nós, tivemos que considerar por um momento a escala muito mais modesta dos nossos e respondemos 'Humm não, não, deixa pra lá, obrigado'."

O livro também desfaz uma famosa lenda urbana que conta que certa vez Stewart ingeriu tanto sêmen que teve que fazer uma lavagem estomacal. Stewart acusa o seu antigo empresário Tony Toon de ter inventado o boato como forma de vingança, depois de ter sido despedido.

- "Aquele filho da puta alimentou toda a imprensa com uma história em que, como consequência de uma noite de farra junto a um grupo de marinheiros gays num bar em San Diego, eu fui hospitalizado com urgência para fazer uma lavagem gástrica". Esclarece Stewart: - "Eu nunca dei prazer oral a nenhum marinheiro solitário... E nunca fiz nenhuma lavagem no meu estômago, nem de sêmen naval nem de qualquer outro tipo de sêmen".

Adoro essas biografias, tenho algumas em casa, como a de Lobão e a de Keith Richards (The Rolling Stones). São cada história de você rir e ficar, extremamente, chocado. Para quem gosta dos caras, saber mais sobre a época e seus bastidores, é sensacional.





. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails