4 de jan de 2014

A tenebrosa ilha das bonecas

  • Um lugar cheio de mistérios e história macabra de como tudo começou

A história é macabra, a ilha é macabra, tudo é macabro, mas, mesmo assim, fiquei muito curioso em visitar esse lugar. Não só pela história que existe lá (entenda quando ler a matéria), mas também pela beleza do abandono. Sim, beleza, pois não deixa de ter uma certa beleza a deterioração dessas bonecas.

Xochimilco no México, para algumas pessoas, é o lugar mais apavorante na Terra. Esta ilha artificial está em um bairro do sul da Cidade do México e chamado La Isla de las Muñecas (Ilha das bonecas).

Quando você chega lá, a primeira coisa que nota são elas. Penduradas e deteriorando expostas ao tempo. Eles estão pendurados em varais e árvores, presas em estacas e até espalhadas pelo chão.

Sua pele plastica está descamando e seus olhos parecem sempre olhar para você. Pelo menos é o que dizem.

Diz a lenda que, no ano de 1951 três crianças brincavam em uma ilha junto ao Lago Teshuilo, entre Xochimilco e a Cidade do México, quando a boneca de uma das crianças, uma menina, caiu no canal, sendo que a menina foi tentar pegá-la e acabou morrendo afogada no local. Tempos depois da morte da menina, os moradores da ilha começaram à ouvir um choro de criança a noite, pedindo por sua boneca.


Segundo eles, era o fantasma da menina que morreu afogada, e que nunca conseguira “salvar” sua boneca que caiu na água.

O Fantasma da menina vagava pela ilha todas as noites, chorando e procurando por sua boneca. Para se proteger, o dono da propriedade Don Julian Santana começou a colecionar bonecas. De acordo com as notícias, a boneca mais antiga ainda está lá, pendurada em um galpão na entrada.

De longe, parece até um cadáver em decomposição de uma criança.

A parte mais estranha do lance é que depois de um tempo, começaram a aparecer bonecas nas margens. Mais e mais. E sem saber de onde elas vinham, ele as pegava e pendurava. Outras as pessoas que iam visitar o lugar levavam. E assim a ilha foi lotando de bonecas.





Ironia do destino ou não, em 2001 Julián, na altura com 80 anos de idade, morreu.

Morreu afogado, tal como aconteceu com a menina, precisamente meio século antes.

Hoje em dia o local transformou-se na famosa Ilha das Bonecas Mortas e os turistas que ali chegam têm muita curiosidade em conhecer a vastíssima coleção de milhares de bonecas nos seus mais vários estágios de decomposição.

E até hoje, chegam bonecas boiando lá, vindas não se sabe de onde. Isso é um mistério. Aff, tenho que ir nesse lugar. Confira mais fotos e vídeo do lugar:

















. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails