28 de jun de 2014

Justiça indiana e discípulos entram em conflito para decidir se guru milionário está vivo ou morto

  • Shri Ashutosh Maharaj, um guru indiano com muitos fiéis, tem causado polêmica sobre seu estado vegetativo.

As pessoas que o seguem afirmam que ele pode estar em uma meditação profunda, enquanto o tribunal e os familiares alegam que, na verdade, ele está morto desde janeiro.

Os seus seguidores resolveram congelá-lo na cidade de Punjab, Índia, até que ele desperte do Samadhi, um alto nível de meditação. 

Os fiéis se negaram a entregar o corpo do mestre ao procedimento de cremação, mesmo depois de vários médicos terem confirmado com inúmeros exames que ele está morto.

Shri é o fundador da ordem religiosa Divya Jyoti Sansthan e, aparentemente, sofreu uma parada cardíaca em janeiro, o que levou ao seu falecimento. Porém, os fiéis não acreditam no diagnóstico dado e continuam afirmando que seu mestre está em profunda meditação. Mesmo a polícia colocando-o como morto, a cidade de Punjab se recusa a aceitar isso, e afirma que é uma questão espiritual.

O filho do líder espiritual, Dilipp Jah, declarou que existem, na verdade, outros motivos para os discípulos insistirem tanto em cuidar da meditação de seu mestre: eles têm o poder de administrar a sua fortuna, que alcança mais de R$ 370 milhões. Aparentemente, quem conseguir decidir se o guru está vivo ou morto, terá o poder de controlar a grande fortuna que esse homem tem.




. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails