7 de jul de 2014

A transmissão de energia sem fios de Tesla pode virar realidade

Planetary Energy Transmitter, projeto dos engenheiros russos
para recriar a Torre de Nikola Tesla (Internet)
O austríaco Nikola Tesla (1856 – 1943) foi possivelmente o mais genial inventor de todos os tempos. A geração e transmissão de energia elétrica que consumimos em nossas casas e fábricas baseiam-se em descobertas e invenções de Tesla.  As patentes de Tesla e o seu trabalho teórico formam as bases dos modernos sistemas de potência elétrica em corrente alternada, foram como uma segunda Revolução Industrial.

Tesla estava muito à frente de seu tempo. Com a tecnologia disponível e com os recursos que dispunha em sua época, ele deixou um legado de ideias e patentes tecnológicas para as futuras gerações. Tesla, lutando contra  muitas adversidades, conseguiu financiamento para construir uma enorme torre para demonstrar ao mundo a viabilidade da transmissão transatlântica de eletricidade sem fio. O projeto acabou abandonado por questões financeiras, principalmente pelo modo alienado que o cientista Tesla gerenciava seus projetos.

Agora, engenheiros russos querem dar prosseguimento ao projeto de Tesla. Para isso, eles lançaram uma campanha de arrecadação de fundos para concretizar o projeto.


Os engenheiros são Leonid e Sergey Plekhanov, dois russos formados no Instituto de Física e Tecnologia de Moscou. Eles estudaram durante anos as ideias, descobertas e patentes de Tesla, ao mesmo tempo que realizavam pesquisas e experiências para comprovar que as ideias de Tesla estavam realmente corretas. Os engenheiros concluíram que a ideia de Tesla sobre transmissão transatlântica de eletricidade sem fios é viável, que sua ideia de construir um sistema de transferência de energia a longas distâncias, além de ser viável técnica e economicamente, resolveria muitos dos atuais problemas de energia do mundo.

Wardenclyffe Tower (1901-1917), também conhecida
como a Torre de Tesla (Internet)
Os engenheiros calcularam que, com a atual tecnologia, para fazer frente à atual demandada mundial de energia elétrica, seriam necessários cerca de 100.000 km2 (320 x 320 km) de painéis solares. No mundo atual, dispor de uma área desse tamanho só seria possível em áreas desérticas. É aí que o estudo dos engenheiros Leonid e Sergey, com base em Tesla, entra. Com imensas áreas de painéis solares instaladas em áreas desérticas, um sistema de transmissão de energia elétrica sem fio de longo alcance como o idealizado por Tesla poderia levar a energia produzida nessas áreas para o todo o mundo.

Numa primeira fase para viabilizar o projeto, os engenheiros russo terão que construir uma torre de transmissão – Planetary Energy Transmitter – similar à Torre Wardenclyffe construída por Tesla em Nova Iorque no século XX. A torre tinha cerca de 60 metros de altura e funcionava como gigantesco transmissor de energia sem fio. No entanto, Tesla não conseguiu concluir seus experimentos por falta de recurso e planejamento adequado.

Os engenheiros lançaram uma campanha no Indiegogo, site de arrecadação de fundos para financiamento de projetos, com o objetivo de conseguir cerca de um milhão de dólares, valor necessário para custear o projeto. Falta um mês para a meta de obter essa quantia, mas, infelizmente, até agora só foram arrecadados aproximadamente US$ 5.000.

Abaixo um vídeo da dupla de engenheiros, no qual explicam o projeto.






. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails