24 de set de 2014

O impressionante e perturbador trabalho de Fábio Magalhães

São imagens perturbadoras, mas felizmente são pinturas. 

Este é o incrível trabalho de Fábio Magalhães, um artista baiano que especializou-se em pintura auto-referencial. 

Ele trabalha com pintura auto-referencial. Associando metaforicamente imagens do próprio corpo, sentimentos e situações banais, busca ressaltar condições inconcebíveis de serem retratadas senão por meio de artifícios e distorções da realidade. 

Nesse sentido, suas obras são o resultado de um modus operandi que parte do universo fotográfico e resulta numa espécie de realidade paralela, materializada no universo da pintura. Na qual, cria contornos de uma realidade perturbadora.


Fábio Magalhães (Tanque Novo – BA, 1982). Vive e trabalha em Salvador, onde se graduou em Artes Visuais pela Universidade Federal da Bahia. Realizou sua primeira exposição individual em 2008, na Galeria de Arte da Aliança Francesa de Salvador. Entre suas principais participações estão: 60º Salão de Abril, em Fortaleza/CE, e 63º Salão Paranaense, em Curitiba/PR, ambos em 2009; XV Salão da Bahia, em Salvador/BA, em 2008; I Bienal do Triângulo, em Uberlândia/MG, no ano de 2007; além da presença constante nos Salões Regionais da Bahia. Em 2010 foi premiado nos Salões: I Salão Semear de Arte Contemporânea, com Prêmio Aquisição e Júri Popular em Aracaju/SE; Salão de Artes Visuais da Bahia, com o Prêmio Fundação Cultural do Estado, em Vitória da Conquista/BA, e Menção Especial em Jequié/BA.

Não é o tipo de trabalho que eu curta, mas devo admitir que o resultado é realmente impressionante.























Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails