4 de out de 2015

Mulher confundiu espuma de construção com mousse de cabelo

  • O resultado dessa confusão foi um "Belíssimo Permanente Horrível" 

A fotografia de uma mulher misteriosa, possivelmente do Leste Europeu, com espuma de construção em seu cabelo foi compartilhada amplamente nas mídias sociais em todo o mundo. 

Na foto, a senhora de olhar jururu e meditabundo aparece aguardando atendimento na sala de espera de algum hospital, com uma quantidade colossal de espuma expansiva, à base de poliuretano, na cabeça. Segundo o The New York Daily News, a imagem foi postada nas redes sociais com hashtags como #badhairday e #DIY.

A espuma de construção é comumente usada  na construção civil e tem muitas aplicações, como preencher lacunas entre tubos e paredes, assentar conduítes, fixar batentes e janelas, preencher juntas de dilatação, como isolante térmico e acústico, fixar caixas de ar condicionado e um grandessíssimo etc.


A recomendação geral é que os resíduos da espuma de poliuretano devem ser retirados antes que o produto seque e se expanda. Óleos minerais podem remover a espuma, também.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, os efeitos a longo prazo a exposição a produtos químicos com poliuretano são desconhecidos. No entanto o poliuretano não é um produto tóxico e não contém formaldeídos, mas ninguém sabe ao certo como proceder para retirar esta quantidade que a mulher aplicou na cabeça.

Nenhuma outra informação relativa a mulher misteriosa foi fornecida e também ninguém sabe se a espuma foi retirada e se seu cabelo voltou ao normal depois do atendimento médico. Aliás, o que um médico poderia ter feito? No caso dela teria sido mais aconselhável procurar um cabeleireiro ou um pedreiro.




. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails