26 de nov de 2010

Matérias MIB - Câncer de pele

  • Tudo sobre Câncer de Pele

O câncer de pele começa a se desenvolver a partir da infância e da adolescência, através da ação dos raios ultravioleta que são emitidos pelos raios solares. Este tipo de câncer geralmente se manifesta em jovens e idosos.


  • Existem dois tipos de câncer de pele:

Carcinomas: são os mais freqüentes e se caracterizam por feridas que sangram, formam cascas, descamam e demoram para cicatrizar. Aparecem com maior freqüência na face e no dorso das mãos. 

Existem dois tipos de carcinomas, o Basocelular (possui seu desenvolvimento mais lento, levando vários meses a anos para crescer) e o Espinocelular (que se desenvolve em poucos meses ou no máximo, em um ou dois anos); 



Melanomas: são tumores agressivos e que podem se disseminar para outras partes do corpo. 

São caracterizados por cor negra intensa como, por exemplo, mudança de cor de uma pinta ou sinal mesmo que seja de nascença. 

Pode se apresentar também com algumas áreas avermelhadas ou azuladas. 


  • Existem pessoas com maior probabilidade de adquirir a doença?

Sim, entre elas estão as pessoas de pele e olhos claros, aquelas de se expõem ao sol, pessoas que trabalham ao ar livre como pescadores, marinheiros, lavradores, ambulantes e desportistas (surfistas, montanhistas, etc.).

  • Quais são os fatores de risco?

- Raios ultravioleta do sol entre as 10:00 hs e 16:00 hs, principalmente em praias e montanhas; 
- Lâmpadas de bronzeamento artificial; 
- Frio e o vento; 
- Cicatrizes grandes e antigas como por exemplo, as de queimaduras; 
- Não se deve esquecer que mesmo os dias nublados, apresentam grande quantidade de raios ultravioleta; 

Atenção: como a exposição ao sol tem efeito cumulativo, o câncer de pele pode surgir, depois de vários anos de exposição ao sol.

  • Como o câncer de pele pode ser diagnosticado ?

O câncer de pele pode ser diagnosticado através de exame médico e retirada da lesão para análise.

É importante você saber que o melanoma pode aparecer também em partes da pele que não costumam ser expostas ao sol, principalmente em pessoas de pele clara, como também nas mucosas (dentro da boca, nariz, etc.).

Atenção: a grande maioria dos canceres de pele podem ser curados desde que diagnosticados precocemente.


  • Como posso prevenir o câncer de pele?

- Evitar exposição excessiva ao sol (principalmente entre as 11:00 hs e 15:00 hs), como também ao frio e vento; 
- Procurar manter uma alimentação saudável, rica em vitaminas; 
- Ao tomar sol, usar protetor solar mínimo fator 15 fazendo aplicações a cada duas horas ou após nadar e suar muito; 
- Proteger-se de superfícies refletoras como areia, neve, concreto e água; 
- Caso você trabalhe exposto diretamente ao sol, proteja-se usando boné, roupas claras e folgadas; 
- Usar hidratantes após exposição ao sol; 
- Fazer o exame regular da pele. Deve-se ficar atento a pintas e verrugas (principalmente negras), nódoas e crostas que com o tempo sofram alterações de espessura, superfície, cor e tamanho, como também as que causem coceira e sangramento. 

Existem algumas substâncias que podem aumentar a sensibilidade ao sol e são encontradas no limão, laranja, etc. Não se deve esquecer que a pele das crianças é mais sensível. Neste caso, é recomendado o uso de bloqueador solar.

  • Como fazer o auto exame da pele?


Num local bem iluminado e de frente para o espelho, examine detalhadamente todas as partes do corpo (da cabeça aos pés), observando bem o rosto, braços, antebraços, mãos, tórax, peito, barriga, região genital, coxas (inclusive a parte interna), pernas e pés.

Utilize um espelho para examinar as costas e laterais do corpo (desde o pescoço até o final das pernas). Por último, examine o couro cabeludo.

Atenção: ao notar qualquer alteração ou sinal, procure um médico o mais breve possível.

2 comentários:

JediMasterArt disse...

Nossa, essas imagems sao fortes eim, vou pensar duas vezes na hora de espremer uma espinha.

Rafael disse...

Há Algum tempo eu tive um caso bem grave de câncer de pele na minha família, onde foi muito complicado lidar com isso, pois minha tia estava bastante desanimada e abatido e procurava muita força comigo, então tive sempre que estar e me mostrar bem perante ele, para nunca desanima-lo do tratamento. Pois realmente, a pessoa fica muito abatida.
Um dia,na internet, procurando mais sobre câncer, foi onde encontrei o site institucional do Hospital de Câncer de Barretos, onde tirei muitas dúvidas que tinha e como ajudar a meu tio com seu caso, tendo muito apoio e juda com tudo que precisei.
Quem quiser acessar e dar uma olhada:

www.cliquecontraocancer.com.br

Abraços a todos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails