23 de abr de 2011

Americana tem orgasmos quando come seus alimentos preferidos

  • O prazer já fez ela engordar 94,8 quilos


Gabi Jones, americana de 25 anos, sofre de um raro distúrbio. Devemos ficar tristes por ela? Não tenho certeza.
Os médicos diagnosticaram Gabi com distúrbio de excitação genital persistente, que a leva a ter orgasmos sem qualquer excitação sexual. Na verdade, ela tem orgasmos cada vez que come seus alimentos preferidos.

A jovem experimentou seu primeiro orgasmo “alimentar” na adolescência, enquanto desfrutava de um sorvete. Gabi ainda lembra a textura lisa do sorvete em sua língua, quando sentiu um formigamento na área genital.

Segundo ela, a pressão continuou até alcançar seu corpo todo. Ela sentiu tontura e ficou vermelha. Apesar de impressionada com o que tinha acabado de acontecer, Gabi não teve dúvidas: aquilo era um orgasmo.
Todos os amigos de Gabi achavam que ela estava inventando tudo isso. Ainda assim, cada vez que ela comia sobremesas deliciosas, sentia o formigamento entre as pernas.


Talvez outra pessoa teria se sentido um pouco preocupada. Já Gabi, comprou uma máquina de fazer sorvete para poder curtir orgasmos a qualquer momento que quisesse.
Gabi engordou 94,8 quilos nos últimos cinco anos. Atualmente, ela pesa 222,26 quilos, mas se diz perfeitamente feliz com sua aparência. Com 17 anos, os médicos lhe alertaram que ela era geneticamente disposta a ser obesa; desde então, ela parou de se ver como gorda e feia, e decidiu aceitar o fato de que era grande e bonita.

Mais do que isso: Gabi se aproveitou das coisas que mais gostava em si mesma. Ela havia notado que alguns homens se sentiam atraídos para ela, e uniu sexualidade com seu amor por comida.
Quanto mais quilos ela ganhava, mais se sentia sexy, mais orgasmos tinha. Em um determinado momento, Gabi passou a ganhar dinheiro a partir de sua paixão por comida: criou um website (www.GainingGabi.com), onde milhares de homens pagam cerca de 25 reais por mês para ver ela se encher de comida até ter um orgasmo.

Gabi não come para dar prazer aos homens que gostam de assisti-la. Ela faz isso pelas mulheres gordas de todo o mundo, na tentativa de ajudá-las a se sentirem bonitas e sexys. Segundo Gabi, as pessoas que a insultam, chamando-a de gorda e insalubre, não sabem do que estão falando; apesar do fato de ela ter obesidade mórbida, ela é perfeitamente saudável, o que é mais do que se pode dizer de muitas pessoas magras.

Essa é uma notícia que me deixou sem palavras, nem sei o que dizer disso. Puta merda, que loucura, engordar e gozar a vontade... surreal isso!!!



. . . .


2 comentários:

Tita disse...

- Comer comidas gostosas sem culpa que causam...

- Orgasmos infinitos (oh my God!!);

- Engordar sem limites e se sentir maravilhosa sendo gorda;

- Ser apreciada sexualmente por milhares de machos por seus atributos peculiares;

- E ainda ganhar dinheiro com isso...

ESSA É A MULHER MAIS SORTUDA DO MUNDO!!!!

Rsrsrsrsrs.

Anônimo disse...

Ainda bem que eu não sinto orgasmo comendo comida... Se as drogas ja são perigosas para mim. Imagina, um dia de furia alimentar tendo orgasmos multiplos ? Concerteza um helicoptero seria enviado para me abater... :/

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails