16 de jun de 2012

Mulher tem emprego inusitado - provar brinquedos sexuais


  • Um emprego diferente, mas que ela adora e se diverte muito

Tem coisas que me surpreendem realmente, essa notícia foi uma delas. Onde que iria imaginar que exitem provadores de brinquedos sexuais e, ainda por cima, ganhar muito bem por isso. Um emprego bem diferente e divertido.

Quando penso que o meu é tão estressante, não me importaria de ficar em casa experimentando brinquedinho sexuais, principalmente acompanhado... kkkkkkkk e ainda ter tempo livre para me dedicar a escrever meus livros e atuar mais no teatro. 

Um sonho. Empresas, estou disponível para um emprego desse. Garanto que serei bem criterioso.

Ela assim afirma porque se dedica a isso e ademais ganha 40 mil dólares ao ano para realizar dita extasiante atividade. Isto é, 6.900 reais por mês.

Em uma entrevista ao tabloide sensacionalista britânico The Sun, Nat garante que já provou mais de mil brinquedos eróticos, bem como trajes de látex e atrevidas roupas íntimas, para uma empresa que vende os produtos pela internet. 


Ela faz questão de deixar bem claro que seu trabalho é como qualquer outro, só que em vez de estar rodeada por computadores, grampeadores e folhas, o está de brinquedos com os quais pode se divertir um pouco.

- "Meu trabalho é divertido, diferente e cumpre com minhas necessidades. Não podia pedir mais", declara Garvey cujo sorriso constante denuncia a presença de periquitos verdes no seu cotidiano. 

Ademais diz que está consciente que muitas pessoas podem pensar que seu emprego é inclusive obsceno, mas ela está segura de que não e orgulhosa menciona que sua família e amigos sabem perfeitamente o que ela faz e apoiam porque acham que tem "o melhor trabalho do mundo".

Ela explica que chegou até onde está por acaso, viu um anúncio no jornal e ainda que a princípio tenha achado engraçado, imediatamente se candidatou para a vaga. Hoje trabalha em sua casa, onde recebe, todas as semanas, produtos diferentes que deverá julgar com criterioso testes.

- "Sou uma garota normal, com um corpo normal, que pode julgar as coisas como são", assevera. Também deixou claro que não é viciada em sexo, é só a representante das mulheres que, como ela, compram este tipo de brinquedos.

E como compram, a venda destes produtos crescem a olhos vistos dia a dia. Apenas no Reino Unido, onde Nat Garvey vive, vendem ao redor de 4 milhões de dólares ao ano; e esperam que essas vendas aumentem nos próximos anos de maneira substancial e célere.

- "Os brinquedos sexuais não são mais um tabu. As mulheres solteiras e os casais sabem que um brinquedinho ou uma fantasia podem enriquecer sua vida e tirá-la do marasmo do papai e mamãe. Meu trabalho é precisamente o de encontrar os produtos que sejam ideais para qualquer pessoa", conclui Nat.









. . .

2 comentários:

OVOFRITO disse...

Será que ela testa "MAQUINA DE REPRODUÇÃO", em domicílio?

Afrodisiacos disse...

O produtos para estimular mais prazer tambem é otimo, os produtos para ereçao, para a libido e até para a ejaculaçao precoce masculina, no site http://www.herbasolutionbrasil.com voce encontra muitos desses, e de muita eficacia!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails