23 de nov de 2012

Casey Legler, a mulher que trabalha como um modelo masculino


  • O mundo da moda anda de pernas pro ar

Eu que fui modelo e tive agência de modelos e manequim posso falar: as coisas no mundo da moda andam muito diferentes e que bom, pelo menos saiu da mesmice de sempre.

Depois de Andrej Pejic e Stas Fedyanin, que desfilam com roupas de mulher fazendo sucesso nas passarelas, agora é hora de conhecermos a única mulher no mundo que modela peças apenas de homens. A francesa Casey Legler, 35 anos, diz que sua carreira improvável como modelo masculino começou depois de posar como homem em uma sessão de fotos, como um favor para um amigo.

- "Meu amigo chegou e disse que meu corpo era perfeito para aquela sessão de fotografias, como não estava fazendo nada em especial naquela sexta-feira, eu decidi aceitar", disse ela em uma entrevista à revista Time.


Depois que seu amigo mostrou as fotos resultantes para um caça-talentos da Ford, ela logo foi convidada a assinar com a divisão de homens famosa agência.

Por mais estranho que possa parecer à primeira vista, é fácil ver por que Casey faz sucesso como modelo masculino. Ela tem a altura perfeita (1,88 m), maçãs do rosto pronunciadas, pele impecável, magrela como para vestir qualquer roupa e estilosa.

Depois de nadar nos Jogos Olímpicos de Atlanta, aos 18 anos, ela cortou o cabelo bem curtinho para experimentar a sensação de nadar com a cabeça raspada que seus companheiros do sexo masculino falavam tanto, e agora usa o cabelo com um topete curto.

- "Não é um grande desafio para mim vestir roupas com estilo masculino. Qualquer um que me vê desfilando por dois segundos sabe que essa parte não é tão complicada. Mas se tem algo que, por vezes, me deixa muito irada é que também pareço meio masculinizada quando uso um vestido. Grrrr...", ri.

- "Seria uma coisa bacana, se todos nós pudéssemos usar apenas o que desse na telha, sem que isso signifique necessariamente alguma coisa", diz Casey. "O que eu desejo é que todos nós possamos ser exatamente quem somos. E às vezes isso é complicado. Nós temos maneiras muito específicas em que nos identificamos como homem ou mulher e eu acho que às vezes isso pode ser limitante..."

Casey também trabalha em diversos meios artísticos, meditando sobre temas como tempo, ritual, mitologia e corpo e aparecendo frequentemente em suas próprias peças, onde usa seu físico e movimento, como parte do trabalho. Por isso acredita que tornar-se um modelo masculino é uma extensão natural de sua arte.







. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails