27 de jan de 2013

As esculturas anamórficas de Jonty Hurwitz


  • Um desafio a nossa percepção sensorial 


Um trabalho simplesmente sensacional. O efeito que ele causa é surpreendente. Viaje e se divirta com as fotos e o vídeo.

O anamorfismo é um dos fenômenos ópticos mais surpreendentes que existem, no qual nossa percepção é desafiada pela precisa manipulação da perspectiva. 

Servindo-se desta técnica, mas transladando-a às três dimensões, o escultor Jonty Hurwitz, nascido em Johannesburgo, mas residente em Londres, elaborou estas peças que, à primeira vista, não parecem nada mais que objetos informes e carentes de significado visual ou espacial, mas basta colocá-las na frente de um cilindro metálico perfeitamente polido para ver a informação acontecer.

É necessário ver o reflexo, que revela o sentido da escultura, ou então situar-se na perspectiva correta para descobrir o cuidadoso trabalho do artista, que tem como antecedente, como em todo trabalho anamórfico, exaustivos cálculos matemáticos nos quais o número irracional π tem um papel de protagonismo.

Trata-se, em suma, de um processo que combina a interpretação e a dúvida, o questionamento de nossa percepção sensorial como mecanismo de apreensão do mundo e, ao mesmo tempo, a pergunta pela realidade ou a veracidade daquilo que nossos sentidos nos fazem perceber.























. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails