18 de jul de 2014

Cientistas criaram vermes que não podem ficar bêbados

  • Eles querem desenvolver fármaco para ser usado em humanos

Sem maiores informações você deve estar pensando em um monte de besteiras, não é? Também pensei. Leia mais e saiba como isso funcionaria.

Os pesquisadores afirmam que estes testes iniciais poderão levar a um tratamento para alcoólatras e até mesmo ajudar pessoas que estão iniciando o vício.

A pesquisa teve seu ponta pé inicial quando cientistas se reuniram para encontrar uma droga que tornasse os seres humanos imunes aos efeitos do álcool, e acabaram criando um verme que não pode ficar bêbado.

Os vermes da espécie Caenorhabditis elegans, foram modificados geneticamente para suportar os efeitos colaterais do consumo líquido de álcool.


Encontrar uma “fórmula mágica” capaz de reproduzir o mesmo efeito tem sido uma espécie de Santo Graal das empresas farmacêuticas que lutam para encontrar um caminho de combate aos distúrbios provocados pelo excesso do consumo de álcool etílico.

Jon Pierce-Shimomura, professor assistente na Universidade do Texas, principal autor do estudo, disse: "Nós temos muita sorte e encontramos uma maneira de fazer um canal insensível ao álcool, sem afetar a sua função normal. Nossos resultados fornecem evidências emocionantes de que fármacos poderão atuar de modo a evitar problemas em transtornos de abuso de álcool”.

Se o fato se concretizar em um futuro próximo, alcoólatras seriam os maiores beneficiados. A droga poderia anular os efeitos tóxicos e potencialmente viciantes do álcool, tornando mais fácil abandonar o vício debilitante.

Os cientistas dizem que os vermes da espécie Caenorhabditis elegans ficam bêbados rapidamente, ‘engatinhando’ mais lentamente, fazendo movimentos retilíneos.

A pesquisa foi publicada no Journal of Neuroscience, que relata que os próximos testes serão feitos em ratos.








. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails