21 de mar de 2015

A incrível história de Chen Hongzhi, o jovem com 5 minutos de memória

Chen Hongzhi, um jovem taiwanês de 25 anos, sofreu graves danos cerebrais em um acidente de trânsito quando tinha 17 anos. Agora é incapaz de recordar o que aconteceu entre os cinco e 10 minutos anteriores. 

Vive cada dia junto a um caderno, onde aponta todo o que acontece com uns rabiscos que só ele entende, já que também esquece como escrever corretamente. Depois da morte de seu pai, sua mãe de 60 anos é a encarregada de que o jovem saiba quem é cada vez que acorda.

Ela lhe dá o caderno para que possa ler o que aconteceu em sua vida desde o acidente e comprovar todos os detalhes importantes: quem são seus amigos e o que há que fazer nesse dia.

A condição psíquica de Chen lhe incapacita à hora de manter um trabalho, motivo pelo qual todos os dias percorre vários quilômetros coletando garrafas de plástico, que posteriormente são vendidas por alguns trocados. Também recolhe madeira que usam em casa para fazer o fogo para cozinhar seus alimentos.


Ainda que funcionários de centros sociais e várias associações proporcionam alimentos e ajudam economicamente a família, sua mãe, Miao-Chiong, de 60 anos, está preocupada o que vai acontecer com Chen quando ela faltar, já que seu pai também morreu recentemente.

Ela tinha inicialmente esperança de mandá-lo de volta para a escola, mas logo percebeu que não havia como fazer isso, pois ele nunca se lembraria das lições, e desde então vive em casa com a mãe. Por agora, a mãe e o filho são totalmente dependentes um do outro: ela confia nele pela sua força física, enquanto ele busca apoio emocionai no colo da mãe.

A família recebe a cada dia inumeráveis ofertas de pessoas que querem ajudar enviando dinheiro, mas o responsável pelo centro social da aldeia, encarregado nas negociações, disse que o que realmente eles precisam agora são doações de uso cotidiano como papel de seda, arroz, sal e molho de soja.

- "Todos os dias leio sobre as pessoas que querem me enviar dinheiro, mas se eu fosse eles não mandava muito, porque provavelmente vou esquecer onde coloquei", caçoou o jovem da própria situação.



Chen é consciente de que logo vai esquecer de tudo, mas também sabe que não há nada que possa fazer sobre o assunto, exceto seguir mantendo seu bom senso de humor.

Fonte







. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails