1 de jul de 2015

Nova técnica promete destruir gordura da barriga usando o congelamento


  • Esqueça a academia!  Você está lutando para entrar naquele tão desejado jeans?

Se eu confio nisso? Claro que não, achei um tanto quanto esquisito, mas enfim...

Não aguenta mais evitar refeições deliciosas ou, até mesmo, passar horas dentro da academia? A indústria de perda de peso possui todos os tipos de soluções rápidas e imagináveis, como pílulas de ervas que bloqueiam carboidratos, adesivos e envolvimentos corporais – o que pode funcionar para alguns e não para outros.

Agora, a moda é o CoolSculpting. O procedimento, que resfria as células a temperatura de  7 graus negativos  evita certas lesões na pele e músculos. Congelada,  a gordura é convertida em triglicerídeos por meio dos glóbulos brancos do sangue.


Após metabolizada, a substância é eliminada naturalmente pelo corpo. Além disso, o processo recebeu aprovação por parte da Administração de Drogas e Alimentos dos Estados Unidos, órgão de validação de procedimentos estéticos. Tal procedimento “mágico” é capaz de remover de 20% a 25% de gordura da área tratada. E o melhor de tudo: sem esforços!

A sessão é realizada através de um pad com gel, colocado na área de gordura. Em seguida, a perda de temperatura é controlada por um aparelho denominado Zeltiq. Ao todo, são 17 máquinas e mais de 15 mil tratamentos foram finalizados no Centro de Cirurgia Plástica de Marina, na Califórnia.

Desde 2010, 1,5 milhão de sessões já foram feitas ao redor do mundo (cada uma custa de 400 a 1.800 dólares). O CoolSculpting é uma adaptação semelhante ao resfriamento usado para o método de combate ao câncer.

De acordo com alguns médicos, ainda não é possível afirmar a eficácia do método e eliminação dos triglicerídeos. Contudo, a eliminação de gordura de forma simplificada vem, a cada dia, atraindo mais interessados em perder centímetros sem se submeter a processos complicados ou dolorosos – sem se importarem se isso, de fato, é apenas uma promessa mirabolante ou uma realidade científica.





Fonte



. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails