2 de dez de 2016

Japonês trabalhou 10 horas diárias durante 3 anos e meio para criar este desenho gigante a lápis e tinta

Japão é um bom exemplo de uma nação que segue a terceira lei de Newton: para cada ação, há uma reação igual e oposta. Pois foi assim que reagiu sua população à magnitude da destruição do terremoto de 2011 e o subsequente tsunami, em um esforço para reconstruir seu país de novo como capturado nesta obra impressionante feita por Manabu Ikeda, intitulada "Renascimento". 

Ele começou a trabalhar nesta obra em 2013, e desde então dedicou 10 horas diárias durante 6 dias à semana durante 3 anos e meio, em um exemplo único de abnegação e diligência.

Renascimento mede uns 4x3 metros e mostra uma árvore crescendo entre todos os destroços causados pelos desastres, rodeado pelas ondas do tsunami golpeando-o. Mas isso é só a superfície da imagem. Se você olhar de perto, vai ver que o desenho consiste em milhares de detalhes diminutos que captam milhares de histórias que realmente aconteceram nos catastróficos eventos.


- "Minha meta é expressar fielmente minha visão do mundo com minha composição, mas não mostro intencionalmente imagens detalhadas", disse ele ao Museu de Arte Chazen em Madison, Wisconsin, nos EUA. - "Já que quando observo as coisas vejo detalhes mais que um todo, me parece que o lápis e a tinta são as melhores ferramentas para expressar como vejo."


Ademais Manabu ainda enfrentou contratempos: o artista deslocou um ombro em um acidente de esqui que deixou sua mão dominante temporariamente inútil. Incapaz de parar o trabalho por muito tempo, Manabu começou a praticar com a outra mão e depois de 3 a 4 desenhos para praticar continuou o trabalho na obra.



















. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails