23 de jun de 2012

Estudante inventa banho sem água


  • Uma solução barata para os que não tem água e para os preguiçosos sujos


A ideia é muito boa, mas só vejo utilidade para os lugares que não tem água. Agora, para os preguiçosos, eles merecem uma surra, pois passar esse produto no corpo todo dar mais trabalho que tomar um banho. Conheço uma menina que vai adorar esse produto, porque ela odeia tomar banho.

Esta é mais uma história de um adolescente tendo ideias, mas neste caso, a ideia já está sendo comercializada em sachês.

Ludwick Marishane, 22 anos, estudante da Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, está comercializando o DryBath, um gel que, segundo ele, mata germes, hidrata a pele, e libera um cheiro agradável. Além de economizar água.


A inspiração para o produto veio de sua adolescência no interior, mais especificamente de um amigo que, como todo bom adolescente, não gostava de tomar banho. Ludwick estava incomodando o amigo para que ele tomasse banho, e o amigo reclamou “por que ninguém inventa uma coisa que a gente passe na pele e não precise tomar banho?”

A proverbial lâmpada ligou na cabeça de Ludwick que, usando o celular (ele não tinha computador para navegar na internet) acessou o Google e a Wikipedia para descobrir que ainda não existia um produto deste tipo. Logo começou a investigar a composição de um gel que poderia ser utilizado para esse fim.

Os orientadores de Ludwick apontaram a ele que as pessoas mais pobres costumam comprar as coisas em unidades, e não em pacotes, assim ele resolveu usar o sachê que “contém” um banho. O sachê individual é vendido a US$0,50 (R$1,00) em comunidades pobres e com acesso limitado a água potável, e a US$1,50 (R$3,00) para clientes corporativos como empresas de transporte aéreo e hotéis.

Com a sua invenção e sua empresa, a HeadBoy, Ludwick ganhou o primeiro prêmio do Global Students Entrepreneur Awards (“prêmio global para o estudante empreendedor”, em tradução livre) de 2011. Ele agora espera que sua empresa se torne líder em fornecimento deste tipo de produto para as regiões pobres do planeta.






. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails