2 de out de 2012

50 mistérios inexplicáveis Parte 8

Durante esses dias irei postar de dois em dois (ou mais) até concluir os 50 mistérios inexplicáveis


24. Viajante do tempo derruba a Bolsa

Fontes da Comissão de Segurança confirmam que Andrew Carlssin, de 44 anos, ofereceu esta bizarra explicação para seu incrível sucesso no mercado de ações, após ser levado algemado em 28 de janeiro.

“Não acreditamos na história desse cara – ou ele é um lunático ou um mentiroso patológico”, disse um membro da Comissão.

“Mas, o fato é que, com um investimento inicial de apenas 800 dólares, em duas semanas ele tinha um portfólio avaliado em 350 milhões de dólares. Toda transação que ele fez deu lucros, em áreas inesperadas dos negócios, o que não pode ser simplesmente sorte. Ele só pode ter conseguido através de informações internas ilegais. Ele vai ficar sentado em uma cela na Ilha Riker até concordar em divulgar suas fontes”.

Quando investigadores pressionaram Carlssin durante o interrogatório, foram surpreendidos por uma confissão que durou quatro horas. Carlssin declarou que viajou de volta no tempo a partir de 200 anos no futuro e que seu conhecimeto dessa era lhe permitiu acumular a fortuna que obteve. “Era tentador demais para resistir”, teria dito Carlssin durante a confissão, que foi gravada em videotape. Para provar que estava falando a verdade, Carlssin se ofereceu para falar sobre “fatos históricos” como a cura da AIDS e o real esconderijo de Osama Bin Laden. Tudo o que ele quer é que permitam que volte ao futuro em sua “nave temporal”. Mas ele se recusa a revelar a localização da máquina ou falar como ela funciona, supostamente com medo de que a tecnologia “caia em mãos erradas”.

O mais intrigante é que os agentes ainda não encontraram nenhum registro existente sobre qualquer Andrew Carlssin antes de dezembro de 2002! Mesmo com a foto estampada no New York Times não apareceu nenhum cidadão que conhecia o sujeito. Sinistro!



23. Astronauta escultura em uma catedral construída há 1.100 anos

Dentro da esplêndida Ieronimus Catedral, construída por Episcope de Salamanca em 1102 D.C., encontra-se entre as esculturas fascinantes de animais míticos e santos, um Astronauta com um uniforme semelhante ao da NASA …

A explicacao para o fato ficou por conta de uma tal restauração feita entre década de 70/80. Contudo registros sobre essa restauração não foram encontrados de imediato, após a descoberta de uma turista para a imprensa. Os registros apareceram apenas meses depois e contava com fotos e documentos que não mostrava em nenhum momento a modificação do portal.

Como as provas não convenceram muita gente, outras foram apresentada mais tardes demonstrando a inserção do astronauta, contudo não foi divulgado ao público. Isso deixou muitas suspeitas e tornou toda essa história um mistério: teria sido forjadas as provas para explicar a presença da figura do astronauta no portal?

22. Viajante do tempo na Time Square


Em junho de 1950 um estranho homem, vestido em roupas muito antiquadas de décadas atrás, foi visto por populares em Times Square, na cidade de Nova Iorque. Parecia perdido e muito assustado com a movimentação intensa dos automóveis e os intensos brilhos dos faróis que o deixavam em pânico. Atordoado, subitamente foi atropelado e veio a falecer quando inadvertidamente foi colhido por um desses veículos.

Na ocasião em que a Polícia examinou seu corpo, encontrou junto a ele uma moeda do Século XIX fora de circulação, uma carta com carimbo postal de junho de 1876 e também velhas cédulas de dinheiro datadas do mesmo ano. Também acharam com ele documentos antigos e cartões de visita em nome de Rudolph Fentz, porém nenhum moderno registro foi encontrado com esse nome, nem mesmo através das suas impressões digitais foram encontrados quaisquer registros oficiais – e após serem efetuadas pesquisas as autoridades chegaram à viúva de um tal Rudolph Fentz Júnior, a qual declarou que o pai do seu marido, o tal Rudolph Fentz, desaparecera sem deixar qualquer traço exatamente no ano de 1876!

E vasculhando ainda mais profundamente o caso , comprovou-se que o endereço encontrado em um cartão profissional junto ao corpo fora O MESMO onde vivera o desaparecido Rudolph Fentz em 1876! Atônitos, os policias constataram que de alguma forma esse cidadão simplesmente desapareceu em 1876 tendo viajado por 74 anos através do tempo.


21. Shanti Deva

Em 1930, uma garotinha de 4 anos, Shanti Deva de Delhi, na Índia, contou aos pais que ela tinha vivido uma vez em um lugar chamado Muttra (agora conhecido como Mathura), que tinha sido mãe de três filhos, que morreram no parto, e que seu nome anterior era Ludgi.

Porque a menina sempre relacionada com a história, os pais investigaram. Acontece que havia uma aldeia chamada Muttra, e que uma mulher chamada Ludgi tinha morrido recentemente lá. Levaram Shanti à vila onde ela começou a falar o dialeto local e reconheceu seu marido na vida anterior . Ela até deu 24 declarações precisas correspondentes a fatos confirmados sobre a vida de Ludgi. Um feito impressionante para uma criança de quatro anos.


20. Gnomo Argentino

Em 2008, um gnomo assustador foi capturado em um filme na Argentina. José Alvarez – que filmou o gnomo – disse a jornal, El Tribuno, que achou a criatura no filme, enquanto filmava uma das ruas próxima a sua casa em sua cidade natal de General Güemes, na província de Salta, Argentina. Ele disse: “Estávamos conversando sobre a nossa pescaria. Era uma hora da manhã. Comecei a filmar um pouco com meu celular enquanto os outros estavam conversando e brincando. De repente nós ouvimos algo – um ruído estranho como se alguém estivesse atirando pedras. Nós olhamos para o lado e vimos que a grama estava se movendo. No inicio, nós pensamos que era um cachorro, mas quando vimos esta criatura realmente deu medo. ” Outras pessoas relataram que já viram outros gnomos, e a cidade foi coberta por uma nuvem de medo, desde a primeira aparição.






19. Fantasma de Freddy Jackson’s 

Esta foto assustadora, tirada em 1919, foi publicado pela primeira vez em 1975 por Sir Victor Goddard, um reformado da RAF.

A fotografia é um retrato de grupo do esquadrão de Goddard, que serviu na Primeira Guerra Mundial, a bordo do HMS Daedalus.

Uma face fantasmagórica aparece na foto. Na parte de trás do aviador posicionado na linha de cima, no canto esquerdo, pode ser claramente visto o rosto de outro homem.

Diz-se ser o rosto de Freddy Jackson, um mecânico de armas que tinha sido morto acidentalmente por uma hélice de avião dois dias antes. Seu funeral foi no dia em que esta fotografia foi tirada. Os membros do esquadrão facilmente reconheceram como o rosto de Jackson. Tem sido sugerido que Jackson, sem saber de sua morte, decidiu tirar a foto em grupo. No caso de você não notar o fantasma – olhar para trás a cabeça na inserção à esquerda da imagem.



. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails