5 de mar de 2013

Juventude solitária japonesa agora aluga amigos


Olha, vi essa matéria no blog Metamorfose Digital e fiquei sem acreditar. 

Sei que dá para perceber que os jovens cada vez mais se comunicam pelas redes sociais (na minha adolescência era cara a cara), e isso é o resultado do mundo com a internet, mas espero que não fiquemos distantes uns dos outros.

Leia esse artigo que é muito interessante:

Fazer amigos não é tão fácil como muitos pensam, mas parece que para os jovens japoneses isto é coisa de outro mundo. De acordo com um recente artigo publicado nos maiores jornais do país do Sol Nascente, algumas pessoas estão descobrindo que é tão difícil, mas tão difícil fazer novos amigos que eles preferem pagar para ter um amigo alugado.

De acordo com pesquisas citadas pelo jornal Yomiuri Shimbun, os jovens cada vez mais têm problemas em fazer amigos no mundo real, e recorrem a amigos mediante aluguel, a fim de evitar serem vistos sozinhos e rotulados como solitários por seus pares.


De acordo a empresa Client Partners, baseada em Tóquio, ela oferece uma variedade de serviços exclusivos como a contratação de alguém para tirar fotos do cliente em um evento, ou uma pessoa para esperar na fila para você no dia do lançamento de um gadget, mas o seu serviço mais popular é o de aluguel de amigos. Por uma taxa considerável, é possível escolher estranhos (homens ou mulheres) para acompanhá-lo e agir como se fosse o seu melhor amigo. Não é exatamente o cenário perfeito para uma balada divertida, mas os clientes dizem é duro ter que enfrentar a sua solidão, lidar com a rejeição o tempo todo ou parecer um "forever alone" inferior para seus pares. De acordo com representantes da empresa, a Client Partners tem dezenas de solicitações de amigos de aluguel por mês, a maioria dos quais vêm de jovens solitários japoneses que perderam toda a sua auto-confiança.

Abe Maki, que trabalha para a empresa de aluguel de amigos, diz:

  - "Essas pessoas não têm nenhum senso de auto-estima, assim que tomam muito cuidado com a forma que as outras pessoas venham a julgá-los. Ainda assim, muito frequentemente, eles tem centenas ou milhares de amigos no Facebook, mas nenhum na vida real. Isso acontece porque têm uma linha direta de comunicação on-line, onde não necessitam saber o que outra pessoa vai pensar ou não delas".

Kuoichi, é uma dessas pessoas. Ele disse aos jornalistas Yomiuri Shimbun sobre sua experiência com a empresa de aluguel de amigos: no verão passado, queria ir para um danceteria muito popular, mas estava reticente em ir sozinho e ao mesmo tempo odiava ser rejeitado por conhecidos que supostamente convidasse a acompanhá-lo, o que já havia acontecido no passado. Então ligou para a Client Partners e acabou pagando 30.000 ienes (700 reais) pela companhia amigável de duas meninas que nunca tinham visto antes na vida. A continha fez um grande buraco no orçamento de Kuoichi, mas ele diz que foi uma espécie de renascimento para ele. Os três se divertiram no clube, e depois ficaram conversando em um restaurante até o amanhecer.

- "É um alívio ver alguém te aceitando incondicionalmente. Acalmou a dor de minha solidão", disse o jovem. - "Se você vai se machucar, é preferível gastar algum dinheiro em vez disso".





. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails