28 de ago de 2014

5 animais que têm bichos de estimação

Não são apenas os seres humanos que gostam de colocar coleiras à volta de outros animais e chamá-los de seus.

Aparentemente, essa característica são mais gerais e comuns a todos os seres vivos. A única boa notícia é que, enquanto muitos de nós podem certamente ser cruéis com nossos bichos de estimação, a relação entre os outros animais é normalmente mais benéfica para todos. 

Conheça em seguida alguns animais que têm os seus próprios bichos de estimação, mantendo uma relação simbiótica com eles.

5. Tarântulas gigantes usam sapinhos minúsculos como babás

A tarântula agressiva, venenosa e predadora Xenesthis immanis não tem problemas em assassinar qualquer coisa. Pequenos mamíferos peludos são o seu alimento, podendo também matar e comer cobras venenosas.

Esta aranha não inspira amizade e lealdade, mas de fato uniu-se a uma criatura adorável e pequenina: o sapo Chiasmocleis ventrimaculata. Este sapo é tão vulnerável que geralmente faz qualquer coisa para sobreviver.

De facto, a relação é perfeita para ambos. Conforme a aranha se alimenta, os restos descartados das suas presas começam a acumular. Isso, junto com ovos apetitosos que ela bota, atraem formigas e outras pragas, que o pequeno anfíbio come antes que qualquer dano possa ser feito.


4. Camarões-imperadores montam outras criaturas como se fossem cavalos



Minúsculo, lento, fraco e indefeso, o camarão-imperador é praticamente predestinado a acabar como prato principal de peixes maiores. Como ele sobrevive? Transformando toda criatura maior que vê num cavalo majestoso, andando pelo oceano de carona a vida inteira.

Os camarões-imperadores montam praticamente qualquer coisa que podem, mas sua carona ideal é uma criatura venenosa, como um pepino do mar, uma água-viva ou um nudibrânquio. Esses animais possuem geralmente cores vivas, mantendo longe os predadores.

Diferente da maioria das outras criaturas que viajam de um lugar para outro por meio de táxis vivos, esses camarões não são parasitas. Eles não prejudicam os seus “cavalos” de nenhuma forma, e podem até mesmo ajudá-los, destruindo os verdadeiros parasitas.

3. Lapas usam vermes como cães de guarda



As lapas da espécie Megathura crenulata são moluscos de casca em forme de cone típicos, no sentido de que não fazem muita coisa com o seu dia a não ser ficarem parados no mar. Suas conchas oferecem certa proteção contra predadores.

Como são frágeis as lapas criam um sistema de defesa para assustar aqueles que possam querer comê-las. Elas usam vermes de guarda. Conhecido como Arctonoe vittata, esse bicho fofinho mora dentro da casca da lapa, feliz, comendo e dormindo o dia todo, enquanto aprecia a boa vida.

Mas, ao contrário do seu gato preguiçoso e apático, o verme é extremamente protetor da sua casa aconchegante. Se algum predador tentar jantar o seu mestre, o verme irá rapidamente (e violentamente) dissuadi-lo através de uma série de picadas brutais.



2. Formigas carnívoras mantêm cigarrinhas como gado

Nativas da Austrália, as formigas Iridomyrmex purpureus deleitam-se nas carcaças de animais mortos. Além de comer à vontade, essas formigas também gostam de beber o líquido doce que sai de cigarrinhas e outras pequenas criaturas.

Ao mesmo tempo, elas não gostam de ter trabalho para fazer isso – são mais adeptas ao processo de domesticação. O gado favorito das formigas carnívoras é a cigarrinha, inseto que produz uma resina doce que elas adoram, tanto para o consumo quanto para a preservação de alimentos.

Em troca, as formigas oferecem às cigarrinhas proteção contra predadores que as valorizam menos pela sua resina e mais pelos seus corpos crocantes e gostosos. Se necessário, as formigas realmente levam a cigarrinha para a segurança de sua casa, para que possam coexistir mais pacificamente.



1. Vespas usam ácaros como protetores de seus bebés



As vespas usam os ácaros como babás. Depois de serem depositados num ninho de vespa, os ácaros dividem a sua comida com os bebés, e ficam de guarda. Sempre que alguma vespa intrusa desagradável aparece para causar estragos os ácaros respondem mordendo o invasor.

Os ácaros não prejudicam as crianças dos seus donos e são recompensados pelo seu serviço usando as vespas como carro de transporte. Elas de fato até evoluíram bolsos em seus corpos, chamados de acarinaria, especificamente para transportar novos ácaros para o seu ninho.

Fonte



. . .

Um comentário:

Tassio Bruno F. S. disse...

Deus me perdoe... mas acho insetos as vezes... urggg rsr

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails