14 de out de 2014

Empresa chinesa cria guarda-chuva à base de ar, o «adeus» às varetas partidas

Como melhoraria um guarda-chuva? É daquelas invenções tão antigas que já estão enraizadas na humanidade, mas uma empresa chinesa aceitou o desafio. 

Chamada Air Umbrella, a startup recorreu ao Kickstarter para financiar um projeto que pode ser revolucionário: em vez de tecido para o proteger da chuva, o produto da empresa usará apenas o ar.

Não se sabe ainda em que etapa das pesquisas está o produto, mas o vídeo abaixo mostra que há pelo menos um protótipo a funcionar. Também não está claro o quão protegidos ficam os seus utilizadores em caso de chuvas mais fortes.

A Air Umbrella está a pedir 10 mil dólares para poder financiar o seu produto e a situação é complicada. A 11 dias do fim da campanha, a empresa precisa de mais 5 mil dólares para poder receber o valor de que necessita. Se não conseguir, todos os apoiantes serão ressarcidos.

A empresa diz que haverá três versões do aparelho: a primeira (versão A) terá apenas 30 centímetros e será destinada a mulheres; a segunda (versão B) tem 50 centímetros. A última (versão C) é retráctil, com tamanho a variar entre os 50 e 80 centímetros.


A bateria, aparentemente, é o maior problema dos dispositivos. A opção “A” tem apenas 15 minutos de vida útil antes de necessitar de uma recarga; já as outras duas têm 30 minutos de capacidade. A empresa diz que o dispositivo tem uma durabilidade de três anos.

Se ficou interessado, pode garantir o seu e contribuir com o projeto neste link. A versão “A” sai por 88 dólares, enquanto a “B” custa 98 dólares e a “C” 108 dólares. Os criadores esperam começar a entregar os produtos no fim de 2015.

Isso não me convenceu. Quero ver numa chuva forte...






. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails