5 de set de 2015

Robert Wadlow, o homem mais alto que já pisou o planeta

Ele nasceu em 22 de fevereiro de 1918, como um bebê perfeitamente normal de 3,90 kg e 49 centímetros, em Alton, Illinois (EUA), para a alegria de seus pais Harold e Addie Wadlow. Mas no seu primeiro aniversário, Robert já pesava 20 kg e media pouco mais de 1 metro, quando o normal seria não mais que 70 centímetros.

E assim ele se manteve crescendo, logo superando a altura de seu pai aos oito anos. Aos 13 anos de idade ele já media 2,23 metros, passando a ser o escoteiro mais alto do mundo.

Como a grande maioria dos portadores de acromegalia Robert era um jovem tranquilo e bem-educado, o que lhe valeu o apelido de "gigante gentil". Ele gostava de fotografia e tocava violão, até que suas mãos cresceram muito para que ele conseguisse fazer qualquer acorde no braço do instrumento.


A glândula pituitária hiperativa continuou abastecendo seu crescimento extraordinário e Robert quebrou o recorde de homem mais alto do mundo quando chegou aos 2,54 metros em 1937, quando tinha 19 anos.

Após terminar o colégio, Robert saiu em turnê com o Ringling Brothers Circus, e depois cruzou o país para promover a Shoe Company International, que graciosamente fabricava o calçado de tamanho 37AA (49 centímetros) de Robert.





Robert começou a sofrer de fraqueza e falta de sensibilidade nas pernas e pés, e como não parava de crescer precisou usar próteses de pernas e uma bengala para caminhar.

Em 1940, uma cinta com defeito esfregando contra o tornozelo causou uma bolha, que ficou gravemente infectada. Em 15 de julho de 1940, Robert faleceu com apenas 22 anos. Dezoito dias antes, médicos haviam medido sua altura que alcançava absurdos de 2,74 metros.





O corpo de Robert foi devolvido à sua cidade natal e enterrado em um caixão que pesava quase 500 kg e que foi carregado por uma dúzia de homens e oito assistentes revezando. Uma estátua de bronze em tamanho natural honrando-o foi erigida e ainda permanece em Alton, sua cidade Natal.














Fonte





. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails