23 de mai de 2016

Bêbados com absorventes encharcados de vodca

  • Jovens estão aderindo à prática de usar absorventes encharcados de vodca para ficarem bêbados mais rápidos

Pode não ser um hábito recente, já que os primeiros relatos de casos envolvendo absorventes e álcool aconteceram em 1991, em Helsinque, Finlândia. À época, as jovens se submetiam a isso para que pudessem beber sem que os pais descobrissem (pelo cheiro).

No entanto, a prática parece ter voltado à moda, e não só entre as mulheres. Já existem diversos vídeos na internet ensinando a técnica e alguns fóruns de discussão que tratam do assunto. Porém, a popularidade do método está preocupando ginecologistas, que afirmam que isso pode trazer alguns riscos à saúde.

A técnica é conhecida como “butt bong” ou “butt chugging” (algo como “drinque de bunda”) e consiste em encharcar um absorvente interno com bebida e colocar na vagina (ou ânus), o que realmente permite que a pessoa fique bêbada mais rápido, que o efeito seja mais longo, além de ser mais discreto – já que o álcool é proibido para menores.

Isso acontece porque o álcool entra em contato direto com o sangue, através dessas áreas mais sensíveis. Porém, a prática pode induzir a um coma alcoólico com muito mais facilidade, pois, bebendo de maneira normal as pessoas vão ficando alcoolizadas aos poucos, o que permite saber a hora de parar. Já pelo método, esse controle é inexistente.


Algumas pessoas acreditam que é só um mito urbano, porém, policiais norte-americanos já relataram diversos casos envolvendo adolescentes. Seja pela proibição do consumo de álcool por menores, seja por evitar o vômito ou até mesmo para ficar bêbado mais rápido, saiba que a prática não é recomendada pelos médicos.

Segundo Toni Onon, porta-voz do Royal College of Obstretricians and Gynaecologists, do Reino Unido, expor as partes íntimas a qualquer objeto molhado com álcool é extremamente perigoso: “O álcool é um antisséptico e prejudica o equilíbrio de bactérias benéficas que vivem dentro da vagina”, explicou. “O método pode ser muito irritante para a pele nessas regiões e pode causar ardor e inflamação”.

Se você está pensando em aderir ao método, saiba que o especialista afirma que a absorção de álcool pela vagina não é suficiente para, de fato, embebedar uma pessoa. Segundo ele, isso se explica pelo fato de a mucosa vaginal ser semelhante à da boca, ou seja, “se você colocar vodca na boca e não engolir, certamente todo o álcool não será absorvido”, completou.

Já foram relatados casos não só de mulheres, mas também de homens aderindo à prática, já que a mucosa anal teria o poder de absorção muito maior que a mucosa vaginal.





. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails