26 de mai de 2016

Menino de dois anos de idade diagnosticado com hidrocefalia tem cabeça pesando 9 Kg

Chamado de Emon, a criança de apenas dois anos de idade, natural do sul de Bangladesh, nasceu com uma cabeça três vezes maior do que o tamanho natural para sua idade.

Diagnosticado com hidrocefalia, uma condição causada pelo acúmulo de líquido no cérebro, o garoto é incapaz de falar, andar e até mesmo mover braços e pernas, conforme relatado pelo Mail Online.

De acordo com o NHS Choices, a hidrocefalia é uma condição médica que, se não tratada, leva a danos cerebrais permanentes e problemas de desenvolvimento. O cérebro e a coluna vertebral são cercados por um líquido chamado cefalorraquidiano (LCR), que é essencial para proteger o órgão, além de prover o fornecimento de nutrientes e eliminação de resíduos.


Logo, o cérebro produz constantemente o LCR, cerca de um litro por dia. Em condições normais, esse fluído antigo é liberado e absorvido pelos vasos sanguíneos, em casos de hidrocefalia, esse processo não acontece. Constrói-se um acúmulo que coloca cada vez mais pressão sobre o órgão e aumenta os riscos de dano ao tecido cerebral.


Essa condição pode ser congênita, se desenvolvendo na criança quando ela ainda está no útero. Pode ser causada por malformações ou resultado de infecções sofridas pela mãe durante a gravidez – rubéola, sífilis ou papeira (parotidite). Se não for tratada, a longo prazo, acarreta o risco de deficiências físicas e mentais.

Um dos principais tratamentos da hidrocefalia consiste em uma intervenção cirúrgica. Dessa forma, um tubo flexível é colocado no cérebro para reduzir o acúmulo de LCR e enviá-lo para outra parte do corpo.

No caso de Emon, o diagnóstico só foi feito aos dois anos de idade. Nesse período, a mãe afirmou ter buscado ajuda em diferentes médicos, mas nenhum soube dizer o que o filho tinha. Ela chegou até mesmo a pagar tratamentos espirituais para curá-lo, mas nada funcionou e a cabeça do menino, que atualmente atingiu 9 Kg, continuou a crescer.

Fonte



. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails