24 de mai de 2016

Segundo um cientista da NASA afirma que ‘há mais alguém na Lua’

Vivemos num mundo estranho, e como Neil Armstrong uma vez disse,” há grandes ideias não descobertas, avanços disponíveis aqueles que podem remover uma das camadas protetoras da verdade”.

Avançando até hoje, um número de pessoas tem ficado ciente dos factos de que nem tudo que ocorre por detrás das cortinas é tornado público. É para isso exactamente que foi criada a Lei de Liberdade da Informação (Freedom of Information Act) – FOIA. Ela é uma lei federal (EUA), a qual permite completo ou parcial divulgação de informações e documentos anteriormente não divulgados, os quais estão sob controle do governo dos Estados Unidos.

Há ainda muitos obstáculos para que a total transparência seja alcançada, uma dos quais é usada pela ‘segurança nacional’, a fim de manter a informação secreta e escondida dos olhos do público. Isto tem se tornado mais evidente com as revelações do Wikileaks e de Edward Snowden, mas o problema vai ainda mais longe. Sabia que o governo do EUA classifica como secretas mais de quinhentos milhões de páginas de documentos a cada ano? …

Várias pessoas da NASA têm feito algumas alegações chocantes sobre a Lua. George Leonard, um cientista da NASA e analista de fotografia, que obteve várias fotos oficiais do nosso satélite natural, muitas das quais publicou no seu livro intitulado ‘Somebody Else Is On The Moon‘ (‘Mais Alguém Está na Lua’ – titulo em tradução livre, n3m3), é uma destas pessoas.


Embora as fotos sejam pequenas em tamanho e sua resolução não chega aos padrões de hoje, elas mostram detalhes de impressões originais grandes. Apesar de Leonard ter publicado os números de código de identificação das fotos no seu trabalho, para justificar suas fontes, ainda não podemos dizer com certeza se elas são reais, e suas baixas resoluções somente pioram esta questão. Muito mais convincente do que estas fotos são suas declarações do que foi encontrado na Lua, bem como suas credenciais reais da NASA. Leonard não foi a única pessoa com um histórico verificável que tentou contar ao mundo a respeito da Lua e das fotos que foram tiradas pelas missões Apolo.

“Senhoras e senhores, meu governo, a NASA, que muitos de nós nos Estados Unidos dizem que significa Never A Straight Answer (inglês para Nunca Uma Resposta Directa – ou Verdadeira), acabou apagando 40 rolos de filme do Programa Apollo – o voo até a Lua, o voo ao redor da Lua, o pouso sobre a Lua, os rapazes caminhando na Lua. Ele s apagaram, pelo amor de Cristo, 40 rolos de filmes daqueles eventos. Estamos falando de vários milhares de quadros individuais que foram tomados, que as assim chamadas autoridades determinaram que você não tinha o direito de ver. Oh, eles foram ‘disruptivos’, ‘politicamente inaceitáveis’. Eu fico furioso. Sou um Sargento Major Comandante reformado (patente militar dos EUA). Nunca fui famoso por ter muita paciência.”.

A citação acima é de Bob Dean, que estava falando numa conferência na Europa. Bob também serviu no Supremo Quartel General das Forças Aliadas na Europa (sigla em inglês SHAPE) da OTAN, como um analista de inteligência.

Quando se trata do fenómeno OVNI, agora temos a divulgação ao público de milhares de documentos, junto com centenas de testemunhos cridiveis de pessoas.

Também é importante notar aqui que o governo da Rússia recentemente clamou por uma investigação internacional sobre os pousos lunares dos EUA, a respeito do desaparecimento da filmagem da pouso original de 1969. Eles também se referiram a aproximadamente 400 Kg de rocha lunar, obtidos durante as múltiplas missões entre 1969 e 1972.

Leonard argumenta que a NASA sabia sobre a actividade extraterrestre na Lua e tentou esconder essa informação. Ele não é o único que faz tal declaração.

“Leia os livros, leia a tradução, comece a compreender o que realmente está acontecendo, porque não há dúvidas de que estamos sendo visitados… O Universo em que vivemos é muito mais maravilhoso, empolgante, complexo e poderoso do que nunca fomos capazes de saber, até este ponto no tempo… [O homem tem por muito tempo estado curioso se] estamos sós no Universo. [Mas] somente em nosso período precisamos ter evidência. Não, não estamos sós.” – Dr. Edgar Mitchell, ScD, astronauta da NASA, sexto homem a caminhar na Lua).

Leonard não foi o único cientista da NASA a dizer coisas estranhas sobre a Lua. Recentemente, um cientista de plasma, de nome Dr. John Brandenburg, disse a mesma coisa. Ele era o vice-gestor da Missão Lunar Clementine, que foi parte de um projecto espacial conjunto entre a Ballistic Missile Defence Organization– BMDO (Organização de Defesa de Mísseis Balísticos) e a NASA. A missão descobriu água nos polos da Lua em 1994.

De acordo com Brandenburg, numa entrevista no seu documentário:

“Basicamente, foi uma missão de reconhecimento fotográfico (da Missão Clementine) para conferir se alguém estava construindo bases na Lua, das quais não sabíamos a respeito. 

Eles as estavam expandindo?

Então ele declarou:

“De todas as fotos que vi da Lua, as quais mostram possíveis estruturas, a mais impressionante é a de uma estrutura retro-linear de quilómetros de largura. Ela pareceu inegavelmente artificial, e não deveria estar lá. Como membro na comunidade de defesa espacial, vejo qualquer estrutura na Lua com grande preocupação, porque não é nossa; não há como conseguirmos construir tal coisa. Isto significa que mais alguém está por lá.”

Se fosse contar à uma pessoa da média que você pensa que outra civilização, avançada o suficiente para ter dominado a viagem espacial, tinha estado na Lua antes de chegarmos até lá, e possivelmente ainda está indo lá, você, sem dúvida, receberia um olhar muito peculiar em retorno. Por outro lado, se aquela outra pessoa decidisse escutar, provavelmente receberia a devida atenção rapidamente. Para alguns, este tipo de informação pode ser surpreendente, ou até mesmo aterrorizante. Muitas pessoas não estão preparadas para abrirem suas mentes a essas possibilidades, mas a verdade é que isto é algo que teremos que enfrentar eventualmente. Estamos claramente indo em direcção à inevitável realidade do contacto extraterrestre – isto é, se ficarmos mais espertos e começarmos a cuidar do nosso planeta dentro do melhor de nossa habilidade.

Posto isto, há uma grande quantidade de evidências que sugerem que o contacto extraterrestre já esteja acontecendo…


Fonte




. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails