11 de jan de 2011

Vitiligo - A doença que mexe com o emocional

MIB MATÉRIAS

  • O preconceito e o fator psicológico são os maiores problemas para quem tem vitiligo
Vitiligo é uma doença não-contagiosa em que ocorre a perda da pigmentação natural da pele. Sua etiologia ainda não é bem compreendida, embora o fator auto-imune pareça ser importante. Contudo, estresse físico, emocional, e ansiedade são fatores comuns no desencadeamento ou agravamento da doença. Patologicamente, o vitiligo caracteriza-se pela redução no número ou função dos melanócitos, células localizadas na epiderme responsáveis pela produção do pigmento cutâneo — a melanina. A doença pode surgir em qualquer idade, sendo mais comum em duas faixas etárias: 10 a 15 anos e 20 a 40 anos.
Essa despigmentação ocorre geralmente em forma de manchas brancas (hipocromia) de diversos tamanhos e com destruição focal ou difusa. Pode ocorrer em qualquer segmento da pele, inclusive na retina (olhos). Os locais mais comuns são a face, mãos e genitais. Os pêlos localizados nas manchas de vitiligo se tornam esbranquiçados. O local atingido fica bastante sensível ao sol, podendo ocorrer sérias queimaduras caso exposto ao sol sem protetor, conferindo um risco para o desenvolvimento de câncer de pele.
  • Como se adquire?
A causa não está esclarecida, mas há três teorias para explicar a destruição dos melanócitos: 

  • Teoria Imunológica:
Admite que o vitiligo é uma doença auto-imune pela formação de anticorpos antimelanócitos. É associada a doenças imunológicas, tais como diabetes, anemia perniciosa, lúpus, esclerose, síndrome de Down, tireoidite de Hashimoto, entre outras.

Teoria Cititóxica:

É possível que os metabólitos intermediários - dopaquinona e indóis - formados durante a síntese da melanina, possam destruir as células melanocíticas.


Teoria Neural:

Um mediador neuroquímico causaria destruição de melanócitos ou inibiria a produção de melanina..


  • O que se sente?
Não há descrição de sintomas. A maioria dos pacientes procura o médico pelo transtorno estético que a doença ocasiona, embora há quem consulte em virtude das queimaduras solares nas áreas manifestadas.

No início surgem manchas hipocrômicas, depois acrômicas de limites nítidos, geralmente com bordas hiperpigmentadas, com forma e extensão variáveis. Há tendência à distribuição simétrica. 

As áreas mais comumente afetadas são: punhos, dorso das mãos, dedos, axilas, pescoço, genitália, ao redor da boca, olhos, cotovelos, joelhos, virilha e antebraços. É raro acometer nas palmas das mãos e plantas dos pés.

O vitiligo comumente trás disfunção emocional, tornando necessário o tratamento psicológico.




  • Como o médico faz o diagnóstico?
O diagnóstico, em geral, não apresenta dificuldades. O exame do paciente com lâmpada de Wood pode ser de grande utilidade para detectar manchas iniciais. A biopsia (exame de pele) dificilmente é necessária para o diagnóstico diferencial.

A evolução do vitiligo é imprevisível, não havendo critério clínico ou laboratorial que oriente a prognose. A repigmentação espontânea não é rara.

  • Como se trata?
Para o vitiligo universal, com poucas áreas de pele normal (superior a 50% da superfície cutânea), pode ser proposta a despigmentação das áreas restantes de pele normal. Para pacientes com lesões pequenas, em número reduzido e nas fases iniciais da doença, pode ser proposto tratamento tópico. Nas crianças o resultado costuma ser favorável.

Em áreas crômicas localizadas, estando o quadro evolutivo estacionado, têm sido feito minienxertos com resultados estéticos relativamente satisfatórios. A ingestão de alimentos com carotenos ou administração de betacarotenos origina uma cor amarelada na pele, que tem alguma ação protetora e efeito cosmético.

O uso de filtro solar adequado na pele despigmentada é fundamental para proteger de queimaduras e do dano solar a longo prazo. As lesões de vitiligo queimam-se facilmente e as margens pigmentam-se, tornando maior o contraste. Além disso, a queimadura solar pode aumentar ou desencadear novas lesões.

Outro método terapêutico eficaz no vitiligo é a fotoquimioterapia, que é o emprego sistêmico ou tópico de substâncias fotossensibilizantes, seguidas da exposição à radiação ultravioleta. A modalidade mais conhecida e estudada é o método PUVA (P= psoraleno, substância química fotossensibilizante, e UVA = ultravioleta).
  • Como se previne?
Não existe método de prevenção para a doença ou para sua progressão. 
  • Casos famosos
Um dos casos da ocorrência de vitiligo entre artistas famosos foi o do cantor pop norte-americano Michael Jackson. Jackson revelou que possuía a doença no início da década de 1990. 

Foi aconselhado por médicos a usar tratamentos para tornar a cor de pele mais uniforme e acabar com as manchas, já que a doença estava bastante avançada e afectava o corpo todo — isso contrariou a teoria dos tabloides, que afirmavam que o cantor teria feito cirurgias plásticas para mudar a cor de pele voluntariamente.

O apresentador norte-americano Lee Thomas, da TV de uma afiliada local da Fox Broadcasting Compan, também tem a doença do hiv.

No Brasil, o apresentador de televisão e rapper Rappin' Hood, apresenta a doença manifestada em pequenas manchas ao redor dos olhos.

OUTRAS MATÉRIAS

17 comentários:

Anônimo disse...

http://www.doutorseverino.org/

Anônimo disse...

Vitiligo tem cura, quem sofre com ele é pq fika querendo pagar de michael jackson ou com miseria pra pagar o tratamento que nem é tão caro...

Carla Sampaio disse...

nem se deu o trabalho de ler o post. seu retardado não tem cura. se tivesse michael teria se curado. Existe tratamento, mas não tem cura ainda. Minha vizinha tem e ela faz tratamento com pomadas há dois anos, melhorou bastante, mas não curou

Sr. lort disse...

Doença? Pra mim tá mais pra evolução!

Isabella disse...

procura ler o post direito. para depois falar o certo.
é uma doença q não tem cura. eu afirmo isso. pq eu tenho...
faço tratamento desde nova com pomadas. tem período q some, e com o tempo volta .

Paula disse...

São por pessoas preconceituosas como o anonimo que nós portadores do vitiligo sofremos. Mas vou postar algo útil, eu consegui muito avanço me tratando com laser na clínica Laserderme com o Dr.Jaime e recomendo, apesar de relativamente caro o tratamento, funciona e eu confio muito no Dr. Jaime.
Boa sorte a quem procura tratamento!

Fernanda disse...

Gostei do Post! Já pensou em divulgar também no www.plik.com.br ?

Anônimo disse...

Tenho Vitiligo também... tive um estágio bem avançado, mas graças ao tratamento feito na clínica Brasil - Cuba (SP capital) consegui amenizar as manchas, apesar de ainda ter elas. Já sofri muito (psicológico) com a doença, mas hoje em dia eu acostumei e não vejo mais problemas.

larissa disse...

post mto bom...
descobri a mais ou menos seis meses que tenho vitiligo e foi bastante dificil aceitar, porem com a ajuda de psicólogos isso mudou !Faço tratmento com pomadas e exposiçao solar, que vem dando otimos resultados...
espero que todos portadores obtenham bons resultados tbm !
beijos

DIEGO TORRES,RB/ACRE disse...

TEM CURA SIM,JESUS CRISTO E A CURA SO ELE E O MEDICO DOS MEDICOS...
ISAIAS 53,4
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si...
SO JESUS E A NOSSA SALVACAO,AMEM.

Anônimo disse...

No exterior tem um produto "BENOQUIN (monobenzone)" ele clarea a pela(despigmenta) permanente, até ficar bem clara, chegando perto ou iqual a cor da mancha causada pelo VITILIGO! Pode clarear totalmente entre 3 a 5 meses, utilizando 1 ou 2 vezes ao dia.

Anônimo disse...

minha filha tem apenas 7 anos e descobrimos que ela tem vitiligo espero q ela obtenha um bom resultado assim como muitos de vcs

Anônimo disse...

Tenho vitiligo desde 9 anos nao me acostumei ate o dia de hoje espero que Deus ajuda a comfortar meu coracao

Anônimo disse...

Você nem sabe o que diz, eu tenho vitiligo a 11 anos e sei bem o que é sofrer com isso. Já fiz diversos tratamentos, desde pomadas a fototerapias. E não deu resultado algum, então reveja os seus conceitos e antes de querer falar algo absurdo assim, se informe! Porque ninguem gosta de ter vitiligo, é muito ruim, então não queira falar que quem tem quer se "pagar de Michael Jackson" porque eu tenho certeza absoluta que não! Você não faz ideia do que é não se sentir "normal" perante a sociedade. Pessoa esDemora quanto tempo mesmo? Ah amor, nem tanto. Você sabe que eu não me apego a essas informações. Se tivesse acontecido já, já passou, você nem me conhecia, então não vou ficar mal e/ou me torturando por isso. Pessoa escrota!!

Anônimo disse...

Você nem sabe o que diz, eu tenho vitiligo a 11 anos e sei bem o que é sofrer com isso. Já fiz diversos tratamentos, desde pomadas a fototerapias. E não deu resultado algum, então reveja os seus conceitos e antes de querer falar algo absurdo assim, se informe! Porque ninguem gosta de ter vitiligo, é muito ruim, então não queira falar que quem tem quer se "pagar de Michael Jackson" porque eu tenho certeza absoluta que não! Você não faz ideia do que é não se sentir "normal" perante a sociedade. Pessoa escrota!

Vitiligo tem Cura !!! disse...

Eu tenho vitiligo desde dos meus 8 anos, quando descobri fui ao medico e ele disse q eu poderia me preocupar pois causaria Câncer em mim, então fiquei muito assustada, com um bom tempo minha mãe me fez ver o outro lado da vida e hoje faço tratamento com pomadas e comprimidos e pudi perceber também que o Vitiligo TEM CURA SIM já conheci 2 pessoas que tinham e se curaram, e hoje tenho fé em Deus que também vou me curar.

Unknown disse...

Evolucao?? Vc tem merda na cabeca ne? A pessoa fica sem nenhuma protecao contra raios solares, quase uma albina. E tratada como um ser nojento visto a pessoas sem a doenca. Do nada seu corpo fica diferente. Vc chama isso de evolucak seu FILHO DA PUTA. Tenho certeza que vc nem sabe o principio de evolucao, na evolucao vc nao muda do nada enquanto vive, vc ja nasce assim. E espero que vc nao esteja falando que acha que e evolucao porque as pessoas ficam "brancas". PORQUE SE FOR ISSO VC E APENAS UM RETARDO RACISTA!!!!!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails