28 de abr de 2012

As incríveis esculturas de papelão de Chris Gilmour


  • Um artista que deixar qualquer um sem palavras diante sua obra

Eu tenho colocado aqui no blog trabalhos de diferenciados artistas, mas esse cara me impressionou demais, a qualidade da sua obra é incrível, principalmente por ele só usar papelão.

Chris Gilmour nasceu em Stockport, Reino Unido (1973), mas agora vive em Udine, Itália. Usando apenas papelão e cola, Chris cria esculturas incríveis que não usam qualquer estrutura de apoio ou suportes de madeira/metal. Tudo que você é, creia ou não, 100% papelão, ou seja o material basco de suas obras é abundante, barato e leve.

O trabalho de Gilmour inclui deslumbrantes peças em tamanho natural de objetos, desde os mais simples até os mais detalhados. Todos baseados em objetos que nós já experimentamos uma e outra vez como uma máquina de escrever, um carro, uma bicicleta e até uma cadeira de rodas.


Esses objetos são sempre cuidadosamente escolhido por seu poder evocativo  e conceitual e pelo potencial de narração mnemônico que contêm. São como uma tela em branco sobre a qual o espectador pode projetar suas próprias memórias e experiências, lembrando percepções coletivas ou os gestos e rituais da vida cotidiana.

A normalidade das ações associadas com esses objetos faz com que normalmente o espectador aja sem pensar com gestos associado a eles, como por exemplo, teclar a máquina ou abrir a porta do carro; e é essa contradição aparente entre a funcionalidade dos objetos e do fato de que na realidade são "fakes", torna-a a experiência em um circuito conceitual bem peculiar, o que aumenta o efeito desconcertante das obras.

Curta um pouco de sua obra:



































. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails