3 de jan de 2016

O navio do fim do mundo

  • Esse navio poderá causar a maior explosão não-nuclear do mundo

O navio de guerra americano SS Richard Montgomery, afundado nos tempos da Segunda Guerra Mundial no estuário do Tamisa (Reino Unido), está cheio de bombas.

Recentemente, obteve-se a primeira imagem do navio de guerra americano SS Richard Montgomery, afundado na costa do Reino Unido em 1944, informa o 'Sun'. Apelidado de "o barco do fim do mundo", o navio está localizado nas águas rasas do estuário do Tamisa, perto da cidade de Sheerness, Kent e contém 1.400 toneladas de munições.

A polícia britânica anti-terrorista o mês passado alertou que, se o navio acabar nas mãos de terroristas e for detonado, levaria à maior explosão não-nuclear do mundo, 'apagando' Sheerness da face da Terra e inundar o Sudeste britânico. 

A raiz destas preocupações, a Agência Marítima e Guarda Costeira do Reino Unido obteve recentemente imagens de alta resolução usando tecnologia de sonar que fornece novas informações sobre a SS Richard Montgomery.


A imagem mostra que o barco está dividido em dois, revelando a verdadeira extensão dos danos que ele sofreu. Além disso, pode-se ver os enormes canhões anti-aéreos e vigas quebradas. A média indica que os explosivos estejam provavelmente armazenados dentro do casco, e que muitos outros  dispersos.

"Com os avanços da tecnologia, a qualidade dos dados melhorou e, como resultado, vemos com mais definição e detalhes, o que nos permite obter uma melhor imagem do naufrágio e o seu estado actual", disse a agência. O navio está protegido por uma zona de exclusão de 500 metros, e a instituição gasta até 60.000 dólares por ano para controlar a "bomba".


Fonte



. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails