18 de jun de 2016

Mulher machucou perereca com o cortador de gramas e voou 1.000 kms para levá-la a uma clínica

Ainda que a história tenha um contexto justificando a ação, alguns detratores acham que as pessoas estão exagerando um pouco. Acontece que ninguém gostaria de atropelar uma perereca com o cortador de gramas, mas, sinceramente, quantos levariam o anuro ao veterinário especializado que está a mil quilômetros de distância? 

Pois uma mulher chamada Mim Tims, de Queensland, no nordeste da Austrália, fez isso.

A mulher feriu acidentalmente a perereca na cabeça, e sentiu-se tão culpada (estas animais estão rareando na Austrália, onde são nativos) que decidiu voar com a perereca a um hospital para animais chamado Frog Safe. O prognóstico não parecia promissor:

- "A ferida estava infectada e o tecido sobre o osso do ombro estava necrosado", disse a veterinária Deborah Pergolotti ao Dodo.


Por sorte, depois de vários dias de cuidados intensivos, a perereca melhorou. Ainda que algumas pessoas duvidariam de que semelhante bichinho merece todas essas complicações, Deborah tinha a reposta na ponta da língua:

- "Compaixão e empatia por todos é do que depende o futuro deste planeta. Se as pessoas podem ignorar despreocupadamente alguém que precisa de ajuda (inclusive pequenos animais) então não merecemos que nos ajudem como espécie."






. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails