24 de ago de 2016

Hipopituitarismo: a menina de 17 anos presa em um corpo de 10

  • Poppy Webb-Jones é uma adolescente de 17 anos que abandona facilmente uma caixa de maquiagens ou um menino interessante para brincar com suas bonecas e assistir a desenhos animados.

Nascida com falta de hormônios vitais, a jovem ainda tem corpo e mente de uma menina de 10. Ela nunca passou pela puberdade, teve um surto de crescimento, de espinhas ou até mesmo uma birra típica de adolescentes. 

Infelizmente, isso significa ser pouco provável que ela algum dia se torne mãe. Poppy disse: “Antes de ser diagnosticada, eu era tratada, um pouco como um animal de estimação pelas minhas colegas de escola. Todos gostavam de mim, mas me davam tapinhas na cabeça. Elas só queriam falar sobre bebida e meninos“.

Por causa da condição rara de pan-hipopituitarismo ela não tem a maioria dos hormônios produzidos pela glândula pituitária. Devido ao fato de não ter nenhum hormônio de crescimento, seus ossos pararam de crescer a partir de seus 11 anos. Ela não possui tiroxina, que regula os níveis de energia, nem o estrogênio, responsável pela puberdade e pelo desenvolvimento das características sexuais secundárias.


Poppy também carece de cortisol, que regula nossa reação ao estresse. Então, até ela ser diagnosticada, corria o risco de uma reação fatal caso estivesse gravemente doente ou ferida. Ela agora carrega uma caneta de injeção cortisol. Sua mãe, Karen, empresária de 45 anos, de Humberston, Lincs, disse: “Ela pegou catapora quando era pequena e evoluiu para uma pneumonia. Nós não sabíamos na época, mas quase a perdemos. Seu corpo não podia lidar com qualquer tipo de infecção“.

Só quando Poppy começou a escola secundária, seu desenvolvimento mais lento e as grandes diferenças com sua própria geração tornaram-se evidentes. Ela ia mal nos estudos e apresentava necessidades especiais. Karen, que também é mãe de Katie, de 21 anos, e Harvey, de 15, disse: “Seu pequeno grupo de amigas não vem em casa tão frequentemente quanto antes. Enquanto elas ficam lá fora, perseguindo meninos, Poppy prefere brincar com suas coisas de Hannah Montana. Ela é muito diferente“.

Porém, desde que Poppy foi diagnosticada no hospital de Sheffield Children, pouco mais de dois anos atrás, passou a fazer uso de uma medicação hormonal e começou a apresentar melhoras. Karen disse: “Ela ainda é pequena e tem um rosto de bebê. Por isso, quando ela começar as aulas de direção em algumas semanas, haverá algumas aulas a mais”.

Poppy acrescentou: “Sou muito mais feliz agora. Só quero que a puberdade chegue logo. Eu só quero como todo mundo“.

O hipopituitarismo, ocorre quando a glândula pituitária não produz quantidades normais de alguns ou todos os hormônios. Ela é a glândula responsável por vários hormônios principais, incluindo o hormônio do crescimento. Ela também controla o hormônio sexual garotas, então, se houver algum problema com ela, não há puberdade.

Contudo, o mais importante é o hormônio que estimula a glândula adrenal a produzir cortisol. Isso deve ativar o sistema imunitário para combater infecções e manter a pressão sanguínea. Quando não há cortisol na pessoa, e ocorre um desastre ou uma crise emocional grave, seu corpo pode entrar em choque e colapsar.

Hipopituitarismo pode ser causado também por tumor na glândula pituitária, o que pode facilmente ser tratado com cirurgia. Entretanto, em crianças, é mais provável que seja causado por um defeito congênito. Pelo menos podemos tratar isso tudo com comprimidos ou injeções, permitindo que os pacientes passem não só pela puberdade, como também pela gravidez.




. . .

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails